24 de dezembro de 2015


CLUBE DO CHORO DE BH ENCERRA 2015 COM GRANDE FESTA NO CENTRO CULTURAL PADRE EUSTÁQUIO.



O Clube do Choro de Belo Horizonte, em grande evento realizado no último dia 6, promoveu sua confraternização de final de ano. A festa foi promovida pela nova diretoria comandada pelo radialista e jornalista Acir Antão em parceria com o Centro Cultural Padre Eustáquio, que comemorou naquela data seu sétimo aniversário.

O Presidente Acir Antão comandou a festa com todo seu talento e carisma.

Além das celebrações, a tarde também foi de homenagens a Raimundo José dos Reis, o Bolão sócio fundador do Clube do Choro de BH, personagem importante para aquele bairro e para a música na Capital.

Raimundo José dos Reis , o Bolão , homenageado do dia.
O evento foi aberto ao público e circularam pelo espaço centenas de apreciadores do Choro. No palco, músicos associados e convidados garantiram uma roda de Choro com o melhor repertório do gênero, para deleite do público que ocupou também a pista de dança.



Além de muita música o público pode apreciar a exposição fotográfica com  memórias do Choro do Bar do Bolão e a Poesia no Barbante. Para os associados foram preparadas mais surpresas,  incluindo a distribuição de bebidas, tira gosto diversos e sorteio de muitos brindes.


O evento contou com o apoio da Fundação Municipal de Cultural e Prefeitura de Belo Horizonte e cobertura fotográfica da Action BHZ.

Confira abaixo a galeria de fotos do evento.

22 de dezembro de 2015

"Se meu fusca chorasse": roda de Choro e confraternização em Santa Tereza.


Amigos e amantes do Chorinho estão convocados para a confraternização e roda de Choro solidária "Se meu fusca chorasse" que acontece hoje, 22 de dezembro, a partir das 18 horas, no estacionamento do Mercado Distrital de Santa Tereza (rua São Gotardo, 273 - Bairro Santa Tereza - BH).
O evento é organizo pelo chorão Rubens Henrique Costa.

21 de dezembro de 2015

Altamiro Carrilho. Três anos de saudade.

Altamiro Carrilho que faria 91 anos neste 21 de dezembro foi um dos recordistas de vendas de discos na década de 50 e ajudou a redescobrir o chorinho como identidade brasileira.

Altamiro Carrilho. Fonte:internet
A música Rio Antigo foi um dos maiores sucessos dos anos 50, registrando a marca recorde, até então, de 700 mil cópias vendidas. Música criada por um mestre. Por um mestre que completaria 91 anos neste 21 de dezembro. Altamiro Carrilho, infelizmente, nos deixou em 2012.

Na verdade. Altamiro, ainda menino, tocava lira. A paixão pela flauta surgiu na adolescência. Foi na Rádio Nacional, no programa de calouros de Ary Barroso que Altamiro conseguiu reconhecimento. Ganhou fama de improvisador e começou a participar de grupos, discos e shows. Acabou por substituir Benedito Lacerda no conjunto regional de Garoto e passou a acompanhar nomes como Vicente Celestino, Orlando Silva e Francisco Alves.
A Era do Rádio passou, mas não a música de Altamiro, que é responsável pela sobrevivência e a redescoberta do chorinho.

A Rádio Nacional FM de Brasília (EBC) em seu programa  Momento Três, prestou uma homenagem ao mestre Altamiro Carrilho. No especial "91 anos de Altamiro Carrilho", você confere: Doce de Coco, de Jacob do Bandolin; Naquele Tempo, de Benedito Lacerda e Pixinguinha; e, é claro, Flor Amorosa, de Joaquim da Silva Calado e Catulo da Paixão Cearense.

Click na imagem ao lado e ouça o programa na íntegra.

O Momento Três vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 10h e às 22h, na Rádio Nacional FM Brasília, com produção e edição de Heloisa Fernandes e a apresentação de Fátima Melo.

fonte: http://radios.ebc.com.br/momento-tres/edicao/2015-12/o-aniversario-de-altamiro-carrilho

17 de dezembro de 2015

Publicado o edital do Concurso Novas #3 que incentiva a criação de obras inéditas para violão.

Novas 3
 

Atenção compositores. De 16 de dezembro a 29 de janeiro de 2016 estão abertas as inscrições do Concurso Novas #3, que incentiva a criação de obras inéditas para violão.
As peças serão avaliadas por uma banca formada por Fabio Zanon, Marco Pereira, Sérgio Assad e Elodie Bouny, idealizadora e diretora do projeto. Os vencedores ganham prêmios em dinheiro e participam da gravação de um CD e de um álbum de partituras.
Leia o edital e confira os detalhes acessando o link www.violaobrasileiro.com.br/concurso-novas-3. Na página do Acervo Digital do Violão Brasileiro também é possível conhecer o histórico do projeto, ouvir as músicas selecionadas nas edições anteriores e baixar os álbuns das partituras.

15 de dezembro de 2015

MICO ESTRELA CHORANDO NO MURINGUEIRO.


A programação desta semana do "O Muringueiro" traz nessa quarta, 16 de dezembro, a partir das 19 horas uma imperdível roda de choro com o "Mico Estrela". Agostinho Paolucci no violão e Luiz Pinheiro na flauta prometem um repertório de primeira.

SERVIÇO
Chorinho com Mico Estrela no O Muringueiro
Data: 16 de dezembro 2015 (quarta-feira)
Horário: 19 horas
Local: O Muringueiro-  Rua Juacema, 416 - Bairro da Graça
Couvert: R$10,00
Informações e reservas: contato@muringa.com.br

TEM CHORINHO COM O "ISTO É NOSSO" NESTA TERÇA.



Logo mais, o grupo "Isto é Nosso" formado pelos músicos Thiago Balbino, Pedro Alvarez, Gustavo Monteiro, Artur Padua, Daniel Nogueira e Ronaldo Emerenciano Pereira, comanda uma roda no "Do Chef Espetos". O evento começa a partir das 19 horas e promete um repertório de primeira. Programe-se.

SERVIÇO
Roda de Choro com o Conjunto "Isto é Nosso"
Datas: 15 de Dezembro (terça-feira)
Horário: 19 horas
Local: Do Chef Espetos  
Endreço: Av. Cônsul Antônio Cadar, 122 - Lj 1 - São Bento -Belo Horizonte
Informações: (31)8496-1060

11 de dezembro de 2015

Choros de Câmara em "Quadrilhas Brasileiras" é atração em Mariana.

Quarteto Choros de Cãmara - Foto: divulgação.

No próximo domingo, 13 de dezembro, chega em Mariana o quarteto "Choros de Câmara" apresentando o repertório "Quadrilhas Brasileiras". 
O projeto faz parte de uma pesquisa pessoal do músico e idealizador Victor Mello acerca do Oboé na música brasileira. Agostinho Paolucci (violão 7 cordas), Victor de Mello Lopes (oboé e direção musical), Eduardo Macedo (cavaquinho) e Alaécio Martins (trombone) apresentarão um repertório bem brasileiro, com obras de Anacleto de Medeiros, Maurício Carrilho, Joaquim Callado, Agostinho Paolucci e Saturnino. Todas as composições ganharam novos arranjos especialmente realizados para este trabalho.
A apresentação faz parte de um projeto viabilizado por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura com patrocínio da Gasmig.

SERVIÇO
Choros de Câmara – Quadrilhas Brasileiras
Data: 13 de dezembro 2015 (domingo)
Horário: 17h 
Local: Sagarana Café Teatro
Endereço: Rua Cônego Armando, 286 - Mariana / MG
Ingresso: entrada franca

TOCA DE TATU EM ÚLTIMO SHOW DE 2015.

Grupo Toca de Tatu. Foto: Divulgação
O Toca de Tatu, quarteto formado pelos associados ao Clube do Choro de BH, Luísa Mitre (teclados) e Lucas Telles (violão), além de  Lucas Ladeia (cavaquinho) e Abel Borges (percussão) faz seu último show do ano em BH, no próximo domingo, 13 de dezembro.
O grupo sobe ao palco do Café com Letras, às 19h30 e festaja todo o sucesso alcançado em 2015 oferecendo um repertório de primeira, incluindo faixas do seu primeiro álbum "Meu amigo Radamés", composições autorais, clássicos do Choro entre outras pérolas.
Imperdível.

SERVIÇO
Toca de Tatu em último show do ano em BH
Data: 13 de dezembro
Horário: 19h30
Local: Café com Letras
Endereço: Rua Antônio de Albuquerque, 781 - Funcionários - BH

8 de dezembro de 2015

Trio Bola Preta continua o sucesso das quintas com Chorinho no Pedacinhos do Céu.

Trio Bola Preta - Foto: divulgação

E as quintas com chorinho continuam no Pedacinhos do Céu, um dos redutos do gênero mais conhecido na capital. E nesta semana, se apresenta o Trio Bola Preta que sobe ao palco a partir das 21 horas. 
Mariana Bruekers na flauta, Francisco Medina no violão de 7 cordas e Natália Mitre no pandeiro apresentarão um repertório que inclui clássicos do Choro, além de faixas do seu primeiro álbum "Saideira", recém lançado em tourné internacional.
O trio, que inclui em seu currículo concertos e apresentações realizadas em várias partes do mundo como Portugal, Holanda, Inglaterra e Brasil, atualmente tem como sede o cenário musical de Belo Horizonte, mantendo o objetivo de divulgar seu trabalho espalhando a preciosidade da música brasileira e do Choro.
Programe-se.

SERVIÇO
Pedacinhos do Céu apresenta: "Trio Bola Preta"
Data: 10 de dezembro 2015 – Quinta-feira
Horário: 21h00
Local: Pedacinhos do Céu - Rua Belmiro Braga, 774- Bairro Alto Caiçara. BH
Informações: (31) 3462-2260 e (31) 8899-6624

3 de dezembro de 2015

Clube do Choro de BH realizará grande festa no próximo domingo para celebrar 2015 e homenagear o Bolão.


O Clube do Choro de Belo Horizonte, através de sua nova diretoria comandada pelo radialista e jornalista Acir Antão e em parceria com o Centro Cultural Padre Eustáquio, realiza no próximo domingo, 6 de dezembro, uma grande festa para seus associados e população da capital. O evento acontece a partir das 14h30,  no Centro Cultural Padre Eustáquio (Feira Coberta), que estará comemorando seu sétimo aniversário, e será também uma homenagem a Raimundo José dos Reis, o Bolão, sócio fundador do Clube do Choro de BH, personagem inportante para aquele bairro e para a música na Capital.

No palco está programada uma grande roda de Choro com músicos associados e convidados. Como o evento é também uma festa de final de ano do Clube do Choro de BH, para os associados estão preparadas atrações especiais: distribuição de bebidas, tira gosto diversos e sorteio de brindes. 

O evento é aberto ao público e conta com o apoio da Fundação Municipal de Cultural e Prefeitura de Belo Horizonte.

SERVIÇO:
7º aniversário do Centro Cultural do Padre Eustáquio com festa comemorativa do Clube do Choro de BH e homenagem ao Bolão.
Data: 6 de dezembro de 2015
Horário: 14h30 às 18h00
Local: Centro Cultural Padre Eustáquio ( Feira Coberta) 
Endereço: Rua Jacutinga, 821- Bairro Padre Eustáquio - BH
Informações: 3277- 8394 ou 3277- 7269


Conservatório UFMG lança novo edital para uso do seu auditório em execuções de projetos musicais.


O Conservatório UFMG lança O Edital 004, que tem por objetivo selecionar projetos musicais que receberão apoio por meio de cessão de espaço do Conservatório UFMG.

O Edital contempla músicos e/ou grupos musicais que tenham interesse em realizar sua apresentação no Auditório do Conservatório UFMG, democratizando o uso de um espaço adequado e de qualidade acústica para a execução de projetos musicais.
Os projetos selecionados irão compor a programação da série Palco Livre do 1º semestre do ano de 2016. Eventualmente projetos selecionados neste edital poderão fazer parte da grade de apresentações musicais do 2º semestre de 2016.

As inscrições podem ser feitas entres os dias 12 de novembro de 2015 a 24 de janeiro de 2016, mediante preenchimento e envio do Formulário-proposta disponibilizado pelo Edital 04/Conservatório UFMG na página do Conservatório UFMG http://www.conservatorio.ufmg.br/paginas/edital.html 
As propostas serão avaliadas pelo Conselho Diretor do Conservatório UFMG e o resultado das propostas selecionadas estará disponível para consulta no endereço http://www.conservatorio.ufmg.br/paginas/imprensa_noticias.html a partir do dia 28 de janeiro de 2016.
Serão admitidas inscrições de propostas que se atenham exclusivamente à área de música e as apresentações serão gratuitas ao público. Os dias oferecidos são as quintas-feiras de março a junho de 2016, às 20h.

29 de novembro de 2015

CARLOS WALTER REAPRESENTA SEU CALENDÁRIO DO AFETO


Na próxima quinta, 3 de dezembro, às 19h30, o violonista Carlos Walter participa do Projeto "Natal no Museu". Ele sobe ao palco do Museu Histórico Abílio Barreto para relançamento do seu CD/E-Songbook "Calendário do Afeto". 

O trabalho lançado no último mês de setembro, narra musicalmente as fases da gestação até o nascimento do seu filho, registradas em uma suíte para violão solo com 9 movimentos. 
O CD é acompanhado por livro digital de partituras, cifras, tablaturas e trechos de citações literárias (epígrafes) que dialogam com esse universo da maternidade / paternidade.

Cada tema dessa suíte conta uma história. Afinal, música instrumental é um meio de comunicação universal, a partir do qual os músicos verbalizam frases sem palavras: prosas e versos não falados! Por isso, os movimentos possuem ritmos genuínos (valsa, fantasia, baião, bossa nova, choro) e híbridos (fusion e outros identificados com os neologismos salsamba, marcha-tango, semifrevo)... Subtítulos e exposições de motivos repletas de homenagens, lembranças, influências e personagens do real-imaginário do violonista-compositor, que intentam decodificar o pleno e intraduzível amor incondicional desse discurso musical de boas vindas ao filho primogênito (partícipe especial do CD, cujas risadas/choro e batimento cardíaco extraído de uma ultrassonografia ilustram o 9º e o 5º meses).
Imperdível.

SERVIÇO

Carlos Walter em show de lançamento do CD/E-Songbook "Calendário do Afeto".
Data: 03 de desembro 2015
Horário: 19h30
Local: Auditório do Museu Abílio Barreto 
Endereço: Avenida Prudente de Morais, 202 - Bairro: Cidade Jardim - BH
Acesso: gratuito
Maiores informações: 3277-8573

25 de novembro de 2015

Roda de Choro na Casinha com Projeto Saravá.


No próximo sábado, tem roda de Choro na Associação Cultural Casinha. O evento é em homenagem a Mozart Secundino e no o palco se apresenta o Projeto Saravá com muita reverência ao saudoso chorão.

SERVIÇO
Roda de Choro com Projeto Saravá - Homenagem a Mozart Secundino
Data: 28 de novembro de 2015
Horário: 16hs
Local: Associação Cultural Casinha - Rua Juiz de Fora, 114 - Barro Preto - BH
Maiores informações: no facebook ou pelo email: email@casinha.art.br

23 de novembro de 2015

Faleceu Mozart Secundino de Oliveira. A simplicidade foi compartilhar a música com seus pares no céu.

Com imenso pesar, a diretoria, associados e amigos do Clube do Choro de Belo Horizonte, comunicam o falecimento , aos 92 anos, do estimado violonista e seu sócio fundador,  Mozart Secundino de Oliveira.
O velório ocorrerá hoje, 23 de novembro,  a partir das 9:00 horas e o sepultamento se realizará às 17:00, ambos no Cemitério Parque Boa Esperança.





Ao Mozart Secundino de Oliveira
A SIMPLICIDADE FOI COMPARTILHAR A MÚSICA COM SEUS PARES NO CÉU.

Mozart com seu violão, nas rodas de choro das noites e das tardes de BH, era a ternura em pessoa, uma flor de abacate no meio dos jovens músicos, nunca o vi choramingando só tocando o bom chorinho, seja no Bar do Salomão, na A Casa, nas lembranças do antigo Beco do Choro, no Clube do Choro de BH, no Minas ao Luar e na Serestas do Waldir Silva.
Com Mozart não tinha essa de não de toques mesmo que alguém bole bole com ele, estava sempre alegre, sem essa de treme treme, como em noites cariocas, vivia intensamente as noites de BH.

Lá do alto tenho certeza disso, ele diria para os chorões do Pingo D'Água, Canela de Ema, Quem não chora não mama, do Grupo Pedacinhos do Céu, Quarteto Assanhado, Bar do Salomão, Moringueiros, Choro do Mosteiro, Choro da Casa, Feijoaria, para o Festival Choro Livre, para o Zé Carlos, seu companheiro, continuem tocando, mas não se esqueçam da Santa Morena, do Aguenta Seu Fulgêncio.
Aqui continuaremos num Canto triste, com o Choro Nosso, em ti pensando do Anacleto.

São simples reminiscências de um chorão que teve você, MOZART, como um grande amigo, de todos do CLUBE DO CHORO DE BH e dos amantes da música das montanhas de Minas Gerais.

Amilton Faria - Diretor de Comunicação do Clube do Choro de BH

20 de novembro de 2015

TARDE DE SÁBADO COM CHORO DE VARANDA.


Neste sábado, 21 de novembro, tem Choro de Varanda a partir das 15 horas, no Pedal & Prosa Café. Formado por Guizé Medeiros (flauta), Daniel Rosa (violão 7 cordas), Rubens Henrique (pandeiro), Rafael Pimenta (cavaco) e Marcos Ruffato (bandolim) o Choro de Varanda é uma reunião de amigos que prestam tributo a consagrados compositores como Pixinguinha, Jacob do Bandolim, Waldir Azevedo, dentre outros.
Programe-se.

SERVIÇO
Choro de Varanda no Pedal & Prosa Café
Data: 21 de novembro - sábado
Horário: 15 horas
Local: Pedal & Prosa Café
Endereço: Rua Padre Marinho, 21- Santa Efigênia - BH
Informações: (31) 3081-8996 ou contato@pedaleprosacafe.com.br

18 de novembro de 2015

Quarta Cultural apresenta: "Roda de Choro" com Zé Carlos e amigos.

José Carlos Choairy - Foto: Divulgação
O projeto Quarta Cultural do Conservatório UFMG receberá no dia 25 de novembro o show “Roda de Choro” do músico coordenador do projeto Zé Carlos. A apresentação, que acontece na praça coberta do Conservatório, tem seu início às 12h30 e conta com a colaboração dos artistas Marcos Flávio, Cesar, Leo Macedo e Maria Ângela.

Sobre o músico
Zé Carlos iniciou seu contato com o cavaquinho em 1950, aos 16 anos de idade, sob influência dos padrinhos com quem morava em São Luís do Maranhão. Porém pôde se dedicar integralmente à música quando se aposentou, em 1985. Zé Carlos e seu cavaquinho já acompanharam vários músicos de grande importância musical em todo o Brasil.
Suas maiores influências são Waldir Azevedo e Pixinguinha, dentre outros. Integra há 12 anos os grupos Minas ao Luar, Seresta ao Pé da Serra e Canta Brasil com os quais também viajou se apresentando por toda Minas Gerais. 

Repertório
Neste show o público vai apreciar o melhor do Chorinho e alguns clássicos :
Chorando baixinho (Abel Ferreira); Cadência (Joventino Maciel);  Prelúdio Nº2 (Waldir Azevedo), Naquele tempo (Pixinguinha e Benedito Lacerda); Choro do pai (Mário Cesar de Oliveira e Marcos Flávio de Oliveira), Luz e sombra (Waldir Azevedo); Doce de coco (Jacob do Bandolim);Velhos chorões (Luciana Rabello e Paulo Cesar Pinheiro); Arioso - Cantata 156 ( J.S Bach); Canção da primavera ( Mendellsshon); Minueto em sol (Beethoven); Minueto em lá (Boccherini);  Carinhoso (Pixinguinha e João de Barro).

SERVIÇO:
Quarta Cultural apresenta:  Roda de Choro com Zé Carlos e Amigos
Data: 25 de novembro de 2015 - Quarta-feira
Horário: 12h30
Local: Conservatório UFMG – Av. Afonso Pena, 1534 – Centro BH/MG
Entrada franca.
Info: 3409-8300

16 de novembro de 2015

Bola Preta no Conservatório UFMG com entrada franca.

O projeto Quarta Cultural do Conservatório UFMG recebe na quarta-feira, dia 18 de novembro, às 12h30, o grupo Trio Bola Preta, composto pela flauta transversal de Mariana Bruekers, o violão de sete cordas de Francisco Medina e o pandeiro de Natália Mitre.

O grupo nasceu na Holanda a partir do encontro de três músicos com formação distinta, porém uma paixão mútua pelo choro e pela música brasileira. Após passar por algumas mudanças, atualmente o Trio conta com as mineiras Mariana Bruekers e Natália Mitre, e o português Francisco Medina. O som do trio combina suas diferentes influências com outros ritmos e estilos como o Fado, Salsa, Tango, Maracatú, Frevo e Baião, além de encaixá-los em arranjos de choros tradicionais, contemporâneos e composições próprias. 

O Trio Bola Preta finalizou em abril de 2014 as gravações de seu primeiro álbum: Saideira. Este álbum possui 10 composições autorais e tem sido lançado em várias cidades da Europa e América. O trio conta com concertos e apresentações realizadas em várias partes do mundo como Portugal, Holanda, Inglaterra e Brasil. Atualmente, o grupo tem como sede o cenário musical de Belo Horizonte mantendo o objetivo de divulgar seu trabalho espalhando a preciosidade da música Brasileira e do Choro.

*QUARTA CULTURAL são apresentações com músicos de formação erudita ou popular na praça coberta como uma alternativa cultural para o horário do almoço.

SERVIÇO
Projeto Quarta Cultural apresenta: Trio Bola Preta
Data: 18 de novembro de 2015 - Quarta-feira
Horário: 12h30
Local: Conservatório UFMG – Av. Afonso Pena, 1534 – Centro BH/MG
Entrada franca.
Info: 3409-8300

13 de novembro de 2015

Choros de Câmara n'A Casa.

Choros de Câmara - Foto: divulgação.

Na próxima terça, 17 de novembro, o Choros de Câmara se apresenta no espaço A Casa. O show começa às 20 horas, quando os músicos Agostinho Paolucci (violão 7 cordas), Victor de Mello Lopes (oboé e direção musical), Eduardo Macedo (cavaquinho) e Alaécio Martins (trombone) sobem ao palco apresentando um repertório bem brasileiro, com obras de Anacleto de Medeiros; Maurício Carrilho; Joaquim Callado; Agostinho Paolucci e Saturnino. 
Surgido em meio à efervescente cena musical belo-horizontina, o projeto “Choros de Câmara - Quadrilhas Brasileiras” nasceu com o objetivo de conciliar tradição e modernidade. As músicas trazem experimentos com o Oboé na música popular brasileira e em especial no Choro, contemplando no repertório da apresentação desde grandes nomes do gênero e também de compositores mineiros contemporâneos. 

O projeto “Choros de Câmara – Quadrilhas Brasileiras” é idealizado por Victor de Mello Lopes e realizado por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura, com patrocínio da Gasmig. O projeto faz parte de uma pesquisa pessoal do músico e idealizador acerca do Oboé na música brasileira. 

O Espaço A Casa de Cultura fica à rua Padre Marinho, 30, bairro Santa Efigênia.


SERVIÇO
Choros de Cãmara - Quadrilhas brasileiras .
Data: 17 de novembro (terça)
Horário: 20h 
Local: A Casa de Cultura
Endereço: Rua Padre Marinho, 30. Santa Efigênia- BH 
Maiores informações:031 99753-2979 ou acasadecultura@oi.com.br




4 de novembro de 2015

LUCAS TELLES TRIO NO PEDACINHOS DO CÉU

Bruno Vellozo, Lucas Telles e Natália Mitre formam a composição do trio que se apresenta nesta quinta.

Quinta, 05 de novembro é dia de show do Lucas Telles Trio. A noite promete o melhor no reduto do Choro, Pedacinhos do Céu. 

Lucas Telles, que também é associado ao Clube do Choro de BH, comanda o grupo ao violão, ao lado de Bruno Vellozo, no baixo e Natália Mitre que se apresenta como convidada na bateria, substituindo o titular Gabriel Bruce que se encontra em torné em Portugal.

O repertório traduz o grande talento desses jovens: composições autoriais de Telles como Urucubaca, Mar de morros, Alumiado, Lindeza e Diz que é,  além de duas composições recententes de Vellozo. O público poderá ainda ouvir alguns standards do instrumental brasileiro como Manhã de Carnaval e alguns Choros como Um a zero, de Pixinguinha e Pedacinhos do céu, de Waldir Azevedo, entre outros. 
Programe-se e ouça abaixo, Luccas Telles interpretando Urucubaca, que também estará no repertório desta quinta.

SERVIÇO
Pedacinhos do Céu apresenta: "Lucas Telles Trio"
Data: 05 de novembro 2015 – Quinta-feira
Horário: 20h30
Local: Pedacinhos do Céu - Rua Belmiro Braga, 774- Bairro Alto Caiçara. BH
Informações: (31) 3462-2260 e (31) 8899-6624


Luccas Telles interpretando  "Urucubaca"

3 de novembro de 2015

Marcela Nunes e Renato Muringa em novo show com repertório do seu primeiro CD "Em Casa".


Nessa quarta, 4 de novembro, os músicos Marcela Nunes e Renato Muringa apresentam o repertório do seu primeiro Cd Em Casa, trabalho autoral que mostra a diversidade de ritmos brasileiros. O show acontece no bar O Muringueiro, com a participação especial dos músicos Agostinho Paolucci (violão), Lucas Telles (violão 7 cordas), Lucas Ladeia (cavaquinho), Daniel Guedes (pandeiro) e Luísa Mitre (teclados).

No repertório, encontram-se sonoridades brasileiras, como o choro, o maxixe, a valsa e a polca, em composições escolhidas durante quatro anos de trabalho dos músicos.
Dentre as composições, algumas homenagens como Valsa pra Júlia e Maritaquinha, feitas para a filha do casal e Secundino Sacudindo, dedicada ao amigo e ícone do choro em Belo Horizonte, Mozart Secundino, somam-se a outras criações para trazer ao show uma experiência musical acolhedora, alegre e inédita. 

Intérpretes e pesquisadores choro, Renato e Marcela foram impulsionados pela forte ligação com esse gênero a iniciar o processo de composição das faixas do disco, que se deu de forma conjunta em todo o processo. Em Casa, no meio dos afazeres e turbulências sonoras emergiram músicas refletindo afetos, ternuras e vivências do cotidiano que deram corpo ao Cd, estruturado de forma que mostrasse um pouco de alguns ritmos que compõe o rico universo deste gênero instrumental.
Imperdível.

Lígia Jacques se apresenta hoje no Projeto Elas, incluindo no repertório lindos Choros.



Lígia Jacques - Foto: Antônio C .Freitas Junior 


A cantora Lígia Jacques, também associada ao Clube do Choro de BH, se apresenta hoje compondo a programação do Projeto ELAS, dedicado a mostrar o trabalho das cantoras mineiras. O show acontece hoje, às 19h30, no Teatro de Câmara do Cine Theatro Brasil Vallourec.
Acompanhada pelo violão de Rogério Leonel, que também assina a direção musical e os arranjos, a cantora interpreta canções que marcaram sua trajetória desde seu primeiro CD, "Choro Barroco", como Passarim, de Tom Jobim, “Porto” de Dori Caymmi, “Aqui, Oh!”, de Toninho Horta e Fernando Brant, homenagem ao grande escritor, falecido recentemente. Além disso, apresenta clássicos da MPB, como “Rancho das Namoradas”, de Ary Barroso e Vinicius de Moraes, “Onde a dor não tem razão”, de Paulinho da Viola, entre outras. 
Destaques para parcerias inéditas de Rogério Leonel com Valter Braga: “Um outro samba de Noel” e com o poeta Antônio Barreto: “Razões do vento”, como também para “Amarcord”, música tema do Filme de Fellini, com letra de Jorge Fernando dos Santos. E como não poderiam faltar os Choros, Lígia interpreta “Catavento e Girassol” de Guinga e Aldir Blanc e “Falando de Amor”, de Tom Jobim, com a participação mais que especial do Grupo Vocal DaBocaPraFora, do qual é regente e preparadora vocal. O grupo canta também “Navio de Pedra”, de Ladston do Nascimento e “Lua Cheia” de Toquinho e Chico Buarque.
Um show imperdível!

SERVIÇO:
Projeto Elas apresenta: Lígia Jacques
Data: 03 de novembro - terça feira
Horário: 19h30
Local: Cine Thetro Brasil Vallourec - Av. Amazonas, 315 - Centro - BH
Ingressos: R$ 30,00 (inteira) e R$15,00 (meia) na bilheteria do teatro, pelo telefone 2626-1251 ou pelo link:
http://www.compreingressos.com/espetaculos/5369-projeto-elas-apresenta-lÍgia-jacques-teatro-da-camara,
Produção cultural: Luiz Trópia e Tadeu Martins

31 de outubro de 2015

Festa de encerramento da 4ª Edição do Festival Choro Livre acontece hoje.

Festival Choro Livre- Foto: Divulgação

Logo mais, às 15 horas, começa a festa de encerramento do Festival Choro Livre 2015. O evento que agitou os amantes do gênero, durante todo este mês, conclui sua 4ª edição com mais uma animada roda de Choro no Mercado Distrital do Cruzeiro (Rua Ouro Fino, 452 -  bairro Cruzeiro).
Se apresentarão os grupos "Assanhado", "Isto é nosso" e "H-Fieira", com participações especiais de Hamilton de Holanda (DF), Marcelo Chiaretti (BH), Juliana Perdigão (BH) e do homenageado Sílvio Carlos (BH).
Ainda hoje a programação oferece um workshop com Hamilton de Holanda , a partir das 13 horas, na Casa Una (Rua Aimorés, 1451, Funcionários).
Programe-se.

29 de outubro de 2015

Programa para esta sexta: "Sem Receita" no Espaço Suricato.

Grupo "Sem Receita" - Foto: Divulgação
Nesta próxima sexta, 30 de outubro, a partir das 20 horas, tem show do Grupo Sem Receita, no Espaço Suricato. 
O grupo que lançará em breve seu primeiro CD é composto por Rodrigo Heringer (vibrafone), Paulo César Guimarães (guitarra), Fernando Monteiro (bateria), Rodrigo Magalhães (baixo) e Harrison Santos (sax tenor), amigos que se juntaram com o propósito de aprofundar-se nos estudos em performance instrumental, explorando a criatividade em composições e arranjos originais de peças que vão do choro ao jazz. Desta forma, o Sem Receita reserva para si a liberdade de criar e fazer chegar ao público todo o caminho que leva à novidade e ao prazer da experimentação musical. 
No show de amanhã, o grupo apresentará um repertório de primeira, incluindo composições autorais e nomes de destaque no cenário musical brasileiro como Jacob do Bandolim, Yamandú Costa, João Bosco e Aldir Blanc. 
No programa: Frevinho (Yamandú Costa), Dia Bom ( Rodrigo Heringer), Avarandado (Rodrigo Heringer), Viramundo (Vinícius Mendes/ PC Guimarães), Ginga do Mané (Jacob do Bandolim), Baião (Rodrigo Heringer), Assanhado (Jacob do Bandolim), Carimboi (Rodrigo Magalhães), Bole-bole (Jacob do Bandolim), O Bêbado e a equilibrista (João Bosco/ Aldir Blanc) e Nascer do Sol (PC Guimarães).

SERVIÇO
Grupo Sem Receita no Espaço Suricato
Data: 30 de outubro - sexta
Horário: 20 horas
Local: Espaço Suricato - Rua Souza Bastos, 175 - Bairro Floresta - Belo Horizonte
Informações: (31) 2526-5367

26 de outubro de 2015

Engole o Choro de volta ao Pedacinhos do Céu.


Na próxima quinta, 29 de outubro, a partir das 21h, o Grupo Engole o Choro se apresenta no palco do "Pedacinhos do Céu", reduto tradicional do Choro em BH.

O grupo “Engole o Choro” é fruto da vontade de amigos de faculdade em produzir e difundir o choro de qualidade, possui como principais influências a genialidade de Pixinguinha, Waldir Azevedo, Garoto, Cartola, Dilermano Reis, Ernesto Nazaré, Jacob do Bandolim, Leonardo Barreto e Geraldo Alvarenga. A identidade do conjunto é evidente tanto desde a escolha do repertório e a produção autoral de choros até a interpretação e a performance única.


Engole o Choro interpreta: André de Sapato Novo ( Compositor: André Victor Corrêa) - 
Trecho extraído do show "Pelas Ruas", gravado ao vivo no conservatório da UFMG.


Seu embrião é o projeto “Cacá Campos e os Chorões”, que se apresentou em diversos shows pelo país em 2013 e 2014. No início deste ano, com entrada de mais dois integrantes nasceu o projeto paralelo “Engole o Choro” com a participação em diversos festivais, rodas de choros e eventos particulares por Belo Horizonte e região, o grupo traz uma nova cara para o choro mineiro.
O conjunto é formado por André Luís (clarinete), Cacá Campos (flauta), Fernando Venturelli (cavaco), Leandro Oliveira e Lucas Carvalhais (Violões) e Rodrigo Marcos (Percussão), vem trazendo uma nova cara para o choro mineiro.

SERVIÇO:
Pedacinhos do Céu apresenta: "Engole o Choro"
Data: 29 de outubro 2015 – Quinta-feira
Horário: 21h00
Local: Pedacinhos do Céu - Rua Belmiro Braga, 774- Bairro Alto Caiçara. BHInformações: (31) 3462-2260 e (31) 8899-6624

24 de outubro de 2015

Festival Choro Livre está no Globo Horizonte deste domingo.


O Programa Globo Horizonte, deste domingo, é sobre o Festival Choro Livre que Belo Horizonte sedia neste mês. Você vai conhecer músicos que tão cara nova a este gênero tão brasileiro.
O programa vai ao ar, neste domingo, às 7h20 pela Rede Globo Minas.

23 de outubro de 2015

Seminário de Violão de Ponte Nova com participação de associados do Clube do Choro de BH.


Os violonistas associados ao Clube do Choro de BH, Carlos Walter e Silvio Carlos  realizam recital neste fim de semana, durante o 2º Seminário de Violão de Ponte Nova, no interior de Minas Gerais. Realizado pela Escola de Música Percepção Musical, o evento ocorre sempre às 19 horas na seda da escola (Rua Marechal Deodoro, 79, no bairro Palmeiras). 

Gilvan de Oliveira- Foto: divulgação
O evento teve abertura ontem (22), com a oficina do violonista e compositor Gilvan de Oliveira . Além da oficina, Gilvan faz show hoje, acompanhado do parceiro e percussionista Serginho Silva. O repertório abrange temas autorias, como Samba do Neném, Saudades do Led Zep, Renascimento, Agente 00Silva e Astor (Homenagem a Astor Piazzolla).
Gilvan também apresenta arranjos de clássicos do cancioneiro brasileiro e internacional, a exemplo de Asa Branca (Luiz Gonzaga e Humberto Teixeira), O Trenzinho Caipira (Villa-Lobos), Eleanor Ribgy (Lennon/McCartney), Lamento Sertanejo (Dominguinhos/Gilberto Gil), Para Lennon e McCartney (Lô Borges/Márcio Borges e Fernando Brant), Berimbau (Baden Powell/Vinícius) e Arrastão (Edu Lobo/Vinícius).


Carlos Walter - Foto: Divulgação
A programação de amanhã, sábado (24) começa com o recital solo de Carlos Walter, que lançará o CD Calendário do Afeto, composto de uma suíte de nove peças, que serão apresentada no show. As músicas Uh!... Beraba, Sinos e Afins e Acrobata, que fazem parte a suíte, podem ser ouvidas na Discografia do Acervo, clicando aqui.
Sílvio Carlos - Foto: Divulgação
Em seguida, Carlos convida ao palco o violonista Silvio Carlos, herdeiro do estilo de Dino Sete Cordas e integrante do regional Flor de Abacate. O duo vai fazer um panorama da nossa história musical interpretando alguns cânones, como João Pernambuco (Brasileirinho e Interrogando), Garoto (Jorge da Fusa), Tom Jobim (Garoto), Pixinguinha (Já Te Digo) e Tantos Anos Sem Ele, de Silvio Carlos.
Elodie Bouny - Foto: divulgação
No último show do festival, a violonista Elodie Bouny que também compõe o elenco, vai intercalar peças de sua autoria, como Abraços dos Sul, Duas Almas, Conversa das Flores e La Desconfiada, com os clássicos Gotas de Ouro (Ernesto Nazareth), em arranjo da própria Elodie, Mazurka Apassionata (Agustin Barrios) e Saudade (Radamés Gnattali), além das peças contemporâneas La Antuquera(Juan Falu), Adentro (Yamandu Costa / Guto Wirtti) e Remembrance (Sérgio Assad). No encerramento, Elodie chama novamente Carlos Walter e Silvio Carlos para formarem um trio e tocarem dois temas de Juarez Moreira: Valsa Para Maria e Baião Barroco.

De acordo como idealizador e produtor do seminário, o professor e violonista Wesley Costa Melo, o violão sempre esteve presente de forma muito caracterísitca em Ponte Nova, com ótimos violonistas, como o cantor João Bosco, que tem um dos estilos mais originais de violão na MPB. “A proposta do seminário é tentar resgatar e contar um pouco mais a história desse inistrumento. A escola Percepção Musical está completando 10 anos este ano. E vamos manter o seminário como um evento anual”, promete.