31 de agosto de 2017

Chorinho em alto estilo acontece logo mais no O Muringueiro.

Hoje é dia de Choro no "O Muringueiro" - Música e Gastronomia. 
Se apresentam nesta quinta, levando o chorinho em alto estilo, os instrumentistas associados: Silvio Carlos (violão sete cordas), Camargo (pandeiro) e o bandolinista Marcos Frederico.
A roda começa às 19 horas e promete música e petiscos de alta qualidade.  Programe-se

Serviço:
Roda de Choro no O Muringueiro
Data: 31 de agosto 2017 (quinta)
Horário: 19 horas
Local: O Muringueiro - Rua Juacema, 416 - Bairro da Graça - Belo Horizonte
Informações e reservas:(31)99319-5525 ou contato@muringa.com.br

30 de agosto de 2017

"Conjunto Atlântico - Uma história de amor ao Choro"

Nova obra de José de Almeida Amaral Júnior chega trazendo a história do grupo que foi reverenciado por Jacob do Bandolim.



"Conjunto Atlântico - Uma história de amor ao Choro" é a nova obra do professor José de Almeida Amaral Júnior. O livro conta a história do grupo que foi reverenciado por Jacob do Bandolim, visitado pelos grandes nomes do gênero anos a fio, foi destaque da televisão na década de 1970, premiado no Festival Nacional do Choro de 1978 e teve marcante atuação para a criação do original Clube do Choro paulistano em 1976/77, embora sempre se considerasse amador. 

As páginas da nova obra de Amaral Junior (também autor de “Chorando na Garoa – Memórias Musicais de São Paulo”, primeiro livro geral sobre o choro na Pauliceia) registram os muitos causos de Antonio D'Auria e sua turma nas lendárias reuniões no bairro do Bom Retiro, numa espremida sala de 3 x 4, consideradas um marco da resistência do gênero em período de difícil difusão.
"Conjunto Atlântico - Uma história de amor ao Choro" inclui o prefácio do violonista, arranjador e professor Edmilson Capelupi e se apresenta como uma obra indispensável para quem aprecia a autêntica música brasileira.

"Conjunto Atlântico - Uma história de amor ao Choro" 
Autor: José de Almeida Amaral Júnior
Editora Independente Paulistinha, 283 p.
Para adquirir a obra: acesse em todo o BRASIL via Free Note em
http://freenote.com.br/produto.asp?shw_ukey=42915213943I46MQJK  ou com o autor pelo e-mail:   chorandonagaroa@gmail.com

28 de agosto de 2017

Clube do Choro de Belo Horizonte e SESI Minas levam o espetáculo "Breve Almanaque do Choro" a diferentes regiões de Minas Gerais.

Clube do Choro de BH e SESI Minas levam o Choro ao Estado de Minas Gerais. 
Ao completar 11 anos de fundação, no mês de maio deste ano, o Clube do Choro de Belo Horizonte iniciou um grande projeto em parceria com o SESI Minas, para celebrar e levar o Choro a diferentes palcos e localizações do nosso Estado. Até agora, já foram realizadas 6 apresentações do espetáculo "Breve Almanaque do Choro", concebido para disponibilizar, de forma inteiramente gratuita, um verdadeiro valor da cultura nacional que sobrevive a mais de 150 anos: o gênero musical CHORO.

Na sacada do Museu de Artes e Ofício, o Clube do Choro de BH iniciou o projeto itinerância.
Ao lado do SESI/MINAS que tem, entre outros inúmeros objetivos, o de disseminar cultura entre seus associados e às populações das diversas regiões do estado, o Clube do Choro de BH já levou o “Breve Almanaque do Choro”, além da capital, às cidades de Tiradentes, Uberlândia, Ituiutaba, Uberaba e Patos de Minas.  Estruturado em cinco blocos, o espetáculo apresenta além das informações sobre as autorias de cada obra, muitas outras curiosidades sobre as músicas e os compositores, compondo um conteúdo digno de um almanaque.
Na Praça da Estação centenas de pessoas assistiram ao espetáculo.
A primeira apresentação em 20 de maio, foi parte integrante das comemorações da Semana da Indústria de 2017. Da sacada do Museu de Artes e Ofício, na Praça da Estação, em BH, o espetáculo levou ao local um público aproximado de 500 expectadores.
O grupo de choro do clube se apresentou com os seguintes instrumentistas: Sílvio Carlos (violão sete cordas), Marcos Flávio e Marcelo Ribeiro (trombones de vara), Dudu Braga (cavaquinho solo), Luiz Guilherme (cavaquinho centro), Carlos Walter (violão seis cordas) e Ricardo Acácio (Pandeiro).

Projeto Itinerância "Breve Almanaque do Choro" - Uma parceria Clube do Choro de BH e SESI Minas.

27 de agosto de 2017

Grupo Chonoroso promove as segundas com choro e hot dog.

O grupo Sonoroso promove as "Segundas com Choro", no Self Dog, espaço food especializado em hotdog, localizado no bairro Ouro Preto. 
Na roda de Choro estão presentes os músicos Gelson (flauta e bandolim), Fábio Palhares (pandeiro), Miudinho (cavaquinho) e Alexandre Bacalhau (violão 7 cordas). Mas também são bem vindos os músicos que quiserem participar desta roda.
Programe-se.

SERVIÇO
Grupo Sonoroso em "Segundas com Choro"
Data: 28 de agosto 2017 (segunda)
Horário: 19 às 22 horas
Local: Self Dog - Rua José Moura Peçanha, Ouro Preto, Belo Horizonte.


26 de agosto de 2017

O violonista e associado Carlos Walter se apresenta no Festival Fartura, em Tiradentes.


Neste domingo, 27 de agosto, o violonista e associado Carlos Walter será uma das atrações do Festival Fartura, em Tiradentes. O show acontece às 13 horas, no palco Campo das Vertentes e contará com a participação especial dos instrumentistas Silvio Carlos ( violão 7 cordas), Analu Braga (percussão) e Marcelo Jiran (acordeon).

Contemplado pelo prêmio Melhores da Música Brasileira na categoria dos melhores instrumentistas de 2015, em razão do CD/E-songbook Calendário do Afeto: suíte para violão solo com 9 movimentos alusivos aos meses de gestação, Carlos Walter leva ao público uma apresentação temática e vibrante, repleta de temas consagrados da música instrumental brasileira. 

O Projeto Fartura, que inclui o Festival Cultura e Gastronomia Tiradentes, tem como base as pesquisas realizadas durante a Expedição Fartura Gastronomia. Esse conteúdo é a base de informações para a realização dos demais eventos, Festival Fartura BH Festival Fartura Fortaleza, Festival Fartura Porto Alegre e Festival Fartura São Paulo e para composição dos canais de comunicação: web séries, filmes, documentários, programa de rádio, livros e conteúdo para redes sociais, o que o torna o principal projeto de gastronomia em desenvolvimento no país.

Palco Choro do Savassi Festival apresenta: "Assanhado Quarteto".

Assanhado Quarteto- Foto: Bruna Brandão 
Neste sábado, 26 de agosto, o "Palco Choro" do Savassi Festival vai ganhar uma formação pouco convencional. Quem se apresenta, a partir das 20 horas, é o Assanhado Quarteto que leva uma proposta coletiva de execução do repertório de Choro utilizando instrumentos como o baixo acústico, a bateria, a guitarra e o vibrafone, somados aos tradicionais violão de sete cordas e cavaquinho. 
O grupo é formado por Rodrigo "picolé" Heringer, André Milagres, Lucas Ladeia, Rodrigo "boi" Magalhães e contará, nesta apresentação, com a participação especial da cantora Maíra Manga. Imperdível.

SERVIÇO
Palco Choro Savassi Festival apresenta: "Assanhado Quarteto"
Data: 26/08/2017 (sábado)
Horário: das 20 às 23 horas
Local: Mind The Coffee (Av. Cristovão Colombo, 501, Savassi)
Couvert artístico: R$10,00

25 de agosto de 2017

"Histórias do Choro", de Luiz Otávio Savassi Rocha leva um pouco do Clube do Choro de BH para a Discoteca Oneyda Alvarenga.

As Bibliotecas do Centro Cultural São Paulo são os espaços mais conhecidos e frequentados da instituição, seja por conta da qualidade de seus acervos - com cerca de 120 mil livros e documentos - ou do acolhimento oferecido - em disputados espaços públicos destinados ao estudo e ao convívio. Foi para receber este acervo e este movimento que o CCSP começou a ser idealizado há mais de 30 anos. Hoje, o “berço” do Centro Cultural São Paulo recebe cerca de 1000 pessoas diariamente. O Sistema Municipal de Bibliotecas possui um catálogo unificado que permite ao consulente pesquisar o acervo completo e acessar informações sobre diversos espaços. 
Entre eles a Discoteca Oneyda Alvarenga onde já se encontra disponível para consulta a obra "Histórias do Choro - crônicas reunidas", de autoria do associado Luiz Otávio Savassi Rocha.

Luiz Otávio Savassi Rocha na noite de autógrafos da obra Histórias do Choro
O livro, lançado em 2016, por ocasião das comemorações dos 10 anos do Clube do Choro de Belo Horizonte, se destina não apenas aos "chorões", mas também àqueles que apreciam a música brasileira de qualidade e se interessam por sua história. A obra reúne com alguns acréscimos e modificações, as 15 crônicas publicadas on-line, entre agosto de 2013 e dezembro de 2015, neste blog/site.

Reprodução página: http://bibliotecacircula.prefeitura.sp.gov.br/pesquisa/

O acervo da Discoteca Oneyda Alvarenga

Oneyda Alvarenga ,mineira de Varginha. Foto

Somados à esta obra, que contém também um pouco da história do Clube do Choro de Belo Horizonte e muitos de seus associados, o acervo da Discoteca Oneyda Alvarenga, considerada um dos mais importantes acervos especializados em música do mundo, abriga múltiplos gêneros musicais de discos de 78rpm e 33rpm, além de livros de música, periódicos e hemeroteca musical e mais de 60 mil partituras que versam entre o popular e o erudito. Nos últimos dez anos já atendeu mais de 120 mil usuários. Hoje ela vem se adaptando aos novos padrões de difusão e acesso.

Histórico
As principais preocupações de Mário de Andrade como gestor do Departamento de Cultura da Cidade de São Paulo eram a defesa do patrimônio histórico e a implantação de uma rádio escola, uma emissora que serviria para educar a população, atingindo, sobretudo, camadas menos privilegiadas. Espelhando-se em experiências europeias e testemunhando o trabalho de Roquete Pinto com o rádio no Brasil, o escritor criou a Discoteca Pública Municipal em 1935. O acervo da Discoteca serviria para manter a programação da rádio escola.
Para dirigir a Discoteca, Mário de Andrade escolheu sua aluna, a musicista, etnóloga e poetisa Oneyda Alvarenga, que organizou o acervo da Discoteca e os primeiros projetos de Pesquisa do Departamento de Cultura. Infelizmente o projeto da rádio escola não decolou. No entanto, Oneyda aproveitou o acervo para criar audições públicas de discos, os Concertos de Discos, programas didáticos que apresentavam desde o período medieval até a música contemporânea da época.
Depois de sua implantação, a Discoteca Pública Municipal teve seu acervo instalado em locais distintos da cidade, como uma ala no edifício do Theatro Municipal de São Paulo, dois andares do prédio da Associação Paulista de Medicina e uma sala fechada no bairro da Lapa. Em 1982, com a criação do Centro Cultural São Paulo, a Discoteca acabou encampada pela instituição. Em 1987 foi rebatizada com o nome de sua primeira diretora, Oneyda Alvarenga, que ficou no cargo até 1968.
Os serviços oferecidos pela Discoteca são: empréstimo de livros, empréstimos especiais a instituições, atendimento a pesquisas pontuais via telefone e e-mail, audição de discos e CDs, plataforma Paradas Sonoras.

Horário de funcionamento: de terça a sexta, das 10h às 20h; sábados, domingos e feriados (exceto Carnaval e Páscoa), das 10h às 18h. 
Informações: (11) 3397-4071 ou pelo e-mail discoteca@prefeitura.sp.gov.br

Assista ao vídeo, onde a pesquisadora e musicóloga Flávia Toni fala sobre Mário de Andrade, Oneyda Alvarenga, a criação da Discoteca e sua importância na sociedade.


"O Couro acorda o vento" é quem garante hoje o Choro no Savassi Festival.

"O Couro acorda o vento" que se apresenta hoje no Savassi Festival.
Hoje quem sobe ao "Palco Choro" do Savassi Festival é o grupo "O Couro acorda o vento". O show acontece das 19 às 21h, no Mind The Coffee (Av. Cristovão Colombo, 501, Savassi).
O grupo formado pelos Marcos Ruffato (bandolim), Túlio Araújo (pandeiro), André Milagres (violão 7 Cordas), Marcelo Chiaretti (flauta), Rafael Pimenta (cavaco) e Julian Tarragô (acordeom), tem como proposta visitar as fronteiras entre o jazz e a música instrumental contemporânea. O repertório vai do baião ao beebop, da bossa ao reggae, do samba ao ragtime. Composições próprias e releituras de Hermeto, Coltrane, Dominguinhos, Pixinguinha, Django e Jacob e Brubeck também faz parte do show deste grupo que sempre é inusitado e instigante.
Programe-se.

SERVIÇO
Palco Choro Savassi Festival apresenta: "O Couro acorda o vento"
Data: 25/08/2017 (sexta-feira)
Horário: das 19 às 21 horas
Local: Mind The Coffee (Av. Cristovão Colombo, 501, Savassi)
Couvert artístico: R$10,00

24 de agosto de 2017

"Choro Nosso" é programa nesta quinta, para amantes do chorinho.


Logo mais, a partir das 19 horas, o Choro toma conta do espaço  O Muringueiro. No "Choro Nosso" desta quinta estarão os músicos associados Silvio Carlos ao violão e Camargo no pandeiro, além dos companheiros de roda Jonas Vitor (sax) e Warley Henrique (cavaquinho).
Programe-se e vá curtir o melhor do chorinho.

SERVIÇO 
Choro Nosso - Roda de Choro no O Muringueiro

Data: 24/08 (quinta)
Horário: 19 horas
Local: O Muringueiro - Rua Juacema, 416 - Bairro da Graça - Belo Horizonte
Informações e reservas:(31)99319-5525 ou contato@muringa.com.br

Manual do Choro de autoria de Henrique Neto e Dudu Maia será lançado em Brasília.

O método "Manual do Choro", de autoria do bandolinista Dudu Maia e do violonista Henrique Neto será lançado no próximo sábado, às 21h, no Espaço Cultural do Choro (Brasília), com um show que reúne os autores e os instrumentistas Sérgio Moraes (flauta), Pedro Vasconcellos (bandolim), Valério Xavier (pandeiro) e outros convidados.
Desde que, há 20 anos, a Escola Brasileira de Choro inciou suas atividades, o ensinamento prático nos diversos cursos tinha por base o repertório de compositores do gênero. Os professores buscavam focalizar os elementos básicos de cada música: acordes, ritmo e melodia. Em 2014, o violonista Henrique Neto, o atual coordenador da escola, e o bandolinista Dudu Maia passaram a desenvolver estudo, tendo como base a obra de nomes consagrados, como Pixinguinha, Jacob do Bandolim, Waldir Azevedo, Radamés Gnattali, Garoto, e de temas clássicos. Aí perceberam que existia uma conexão entre composições dos mestres, separados no espaço e no tempo. A partir daí, sistematizaram essa constatação e chegaram ao Manual do Choro.  Na elaboração do método, que sai em versão bilingue - português e inglês, os autores contaram com a colaboração de Hamilton de Holanda. 

SERVIÇO
Lançamento do método "Manual do Choro" com show do violonista Henrique Neto, do bandolinista Dudu Maia e músicos convidados.
Data: sábado, 26 de agosto 2017
Horário: 21h
Local: Espaço Cultural do Choro - (Eixo Monumental, ao lado do Centro de Convenções Ulysses Guimarães) em Brasília DF.
Ingressos: R$ 40 e R$ 20 (meia para estudantes). 
Preço do livro: R$ 40. 
Não recomendado para menores de 14 anos. 

23 de agosto de 2017

Toca de Tatu sobe hoje ao Palco Choro do Savassi Festival.


Nesta quarta, 23 de agosto, o grupo Toca de Tatu é a atração do Palco Choro do Savassi Festival. O show acontece das 19 às 21h, no no Mind The Coffee (Av. Cristovão Colombo, 501, Savassi).
O grupo formado pelos instrumentistas Luísa Mitre ao piano, Lucas Telles no violão 7 cordas, Lucas Ladeia no cavaquinho e Abel Borges na percussão,  dedica-se à música instrumental brasileira que tem o choro como referência primária sem deixar de explorar outros gêneros e linguagens. Entre as características do grupo, destacam-se o refinamento timbrístico, o cuidado com os arranjos, a influência da música de câmara de concerto e a brasilidade da música popular. Em 2017, lançou seu segundo disco, “Afinidade”, dedicado à música instrumental mineira contemporânea. Além de shows por BH, o grupo já fez uma turnê Europa passando pela Inglaterra, Holanda e França.

SERVIÇO
Savassi Festival apresenta: Grupo Toca de Tatu
Data: 23/08/2017 (quarta-feira)
Horário: das 19 às 21 horas
Local: Mind The Coffee (Av. Cristovão Colombo, 501, Savassi)
Couvert artístico: R$10,00

22 de agosto de 2017

Conjunto Isto é Nosso se apresenta hoje na Roda de Choro Do Chef


Hoje, a partir das 19 horas, o Conjunto Isto é Nosso promete muito chorinho no Do Chef Espetos São Bento. A roda de Choro, sempre com o melhor do gênero, traz o associado Gustavo Monteiro (violão de 7 cordas), Thiago Balbino (bandolim), Pedro Alvarez (flauta), Ártur Pádua (violão de 6 cordas), Daniel Nogueira (cavaquinho) e Ronaldo Pereira ( pandeiro). Seus integrantes destacam o modo regional de tocar o choro e reforçam a renovação do gênero na capital. Programe-se. 

SERVIÇO
Roda de Choro com o Conjunto "Isto é Nosso"
Datas: 22 de agosto (terça-feira)
Horário: 19 horas
Local: Do Chef Espetos São Bento
Endreço: Av. Cônsul Antônio Cadar, 122 - Lj 1 - São Bento -Belo Horizonte
Informações: (31)8496-1060

17 de agosto de 2017

20º Festival de Cultura e Gastronomia em Tiradentes abre com Roda de Choro.


A Cidade de Tiradentes receberá, entre os dias 18 e 27 de agosto, a 20ª edição do Festival de Cultura e Gastronomia Tiradentes. O evento, que em 2017 comemora 20 anos de história, vai homenagear Minas Gerais com uma programação dedicada exclusivamente à gastronomia e cultura do estado. A cidade será tomada por jantares, restaurantes na praça, aulas teóricas, degustações e apresentações musicais, com destaque para as rodas de Choro nos dias 18 e 19 (sexta e sábado) no restaurante Conto De Reis
A roda será comandada pelo cavaquinista associado José Carlos Corrêa Choairy (Zé Chorão) e seus amigos: Moreirinha [Bandolim], Wellington Duarte (Sete Cordas), Carlos Augusto Barata Boëchat (Pandeiro) e ainda contará com a participação especial da cantora Lígia Jacques e mais algumas surpresas.  Programe-se.

15 de agosto de 2017

"Circuito Pampulha Noturno" promove programação musical com roda de Choro, neste feriado.


O projeto "Circuito Pampulha Noturno"  promove atrações especiais nos principais espaços culturais, esportivos e de lazer do Conjunto Moderno da Pampulha. Oferecendo várias atividades, diferentes espaços arquitetônicos permanecem abertos abertos ao público até 21h. O destaque deste feriado fica por conta da roda de Choro, que acontece na Casa Kubitschek, com Warley Henrique. A entrada é gratuita.
Programação
O evento tem início às 18 horas com uma seresta com a "Confraria Amigos de JK" que reúne seresteiros e o público em geral para tocar e cantar em homenagem à seresta e a Juscelino Kubitschek, o idealizador do Conjunto Moderno da Pampulha. 
Na sequencia, às 19h30, acontecerá o Choro em Roda, com Warley Henrique. Com três CDs gravados (Delicado – 2008, Pra quem não me conhece – 2014 e Memórias – 2016), turnês pelo Brasil e dentro do estado de Minas Gerais, Warley já dividiu e dirigiu vários artistas consagrados como D'Ivone Lara, Elza Soares, Fabiana Cozza, Mestre Monarco da Portela e Nelson Sargento.
Programe-se.

SERVIÇO
"CIRCUITO NOTURNO PAMPULHA" apresente: Choro em Roda com Warley Henrique
Data: 15 de agosto 2015 (terça)
Horário: 19h30 horas
Local: Casa Kubitschek
Endereço: Avenida Otacílio Negrão de Lima, 4188 - Pampulha - BH (Adaptado para portadores de necessidades especiais)
Entrada: gratuita
Informações: 31 3277-1586

10 de agosto de 2017

Hoje tem Choro Nosso - Roda de Choro e Samba no "O Muringueiro".



Hoje é Dia de Choro e Samba no "O Muringueiro", espaço gastronômico e cultural localizado no bairro da Graça.  
Quem comanda a roda nesta quinta, a partir das 19 horas, são os músicos anfitriões Renato Muringa e Marcela Nunes que estarão muito bem acompanhados para promover mais uma edição de uma roda que tem marcado as noites de quinta em BH. 


SERVIÇO
Choro Nosso - Roda de Choro e Samba no O Muringueiro
Data: 10/08 (quinta)
Horário: 19 horas
Local: O Muringueiro - Rua Juacema, 416 - Bairro da Graça - Belo Horizonte
Informações e reservas:(31)99319-5525 ou contato@muringa.com.br


A RODA DE CHORO E SAMBA DA CASINHA ESTÁ DE VOLTA.


A Roda de Choro e Samba da Casinha está de volta. E na edição do próximo sábado, 12 de agosto, quem se apresenta é um dos maiores herdeiros do choro e do samba em Minas Gerais, o premiado cavaquinista Warley Henrique. Ele virá acompanhado pela voz da grande Diza Franco, da viola de Gustavo Monteiro e do pandeiro de Ramon Braga. Programe-se.

SERVIÇO
Roda de Choro e Samba da Casinha convida Warley Henrique.
Data: 12 de agosto 2017
Horário: 17hs ( abertura da casa) - Show a partir das 19 horas
Local: Associação Cultural Casinha - Rua Juiz de Fora, 114 - Barro Preto - BH
Couvert: R$15 (só no dinheiro)
Maiores informações: no facebook ou pelo email: email@casinha.art.br


2 de agosto de 2017

Projeto “Abre a Roda – Mulheres no Choro” recebe a instrumentista Maria Bragança.


O projeto “Abre a Roda – Mulheres no Choro” que busca valorizar, reconhecer e incentivar a participação de mulheres nas rodas de choro, lança o olhar para as mulheres instrumentistas da capital mineira e convida à todos para a próxima edição que acontece no próximo final de semana.
A roda acontecerá no estabelecimento Verde Gaio, no Mercado Distrital do Cruzeiro a convite da musicista e produtora cultural Maria Bragança, que também vem dar uma palhinha com as choronas mineiras. Serão dois dias de muito Chorinho e o programa é imperdível.

SERVIÇO 
Abre a Roda – Mulheres no Choro
Data: 05 (sábado) e 06 (Domingo) de Agosto 2017 
Horário: 12h às 15h
Local: Verde Gaio (Mercado do Cruzeiro) - Rua Ouro Fino, 452. Belo Horizonte, MG
Couvert R$10.

1 de agosto de 2017

Savassi Festival 2017 terá "Palco Choro" com atrações imperdíveis.


De 18 a 27 de agosto, Belo Horizonte irá sediar mais uma edição do Savassi Festival com shows em praças, parques, restaurantes, na rua, shopping e teatro. O festival dedica-se ao jazz e a música instrumental desde 2003. A cada edição seu escopo diversifica-se. Neste ano, o Savassi Festival vai realizar 45 shows em 14 palcos diferentes, concursos, exposições, mesa redonda e receberá muitos artistas nacionais e internacionais em sua programação.

A imagem pode conter: 4 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé e atividades ao ar livre

Chorinho no Festival
Entre as várias atrações, o festival irá atender aos amantes do Chorinho com um palco especial, trazendo shows de grupos que se dedicam à execução e composição deste gênero musical.
No "Palco Choro", instalado no Mind The Coffee (Av. Cristovão Colombo, 501, Savassi), se apresentarão "Toca de Tatu", "O couro acorda o vento" e o "Assanhado Quarteto" trazendo  muito estilo em diferentes formações. Programe-se.

PROGRAMAÇÃO PALCO CHORO:
23 agosto - quarta , das 19 às 21h - Grupo Toca de Tatu
25 agosto - sexta 19h às 21h - O Couro Acorda o Vento
26 agosto- sábado 20h às 23h - Assanhado Quarteto