30 de janeiro de 2014

"QUATRO NA RODA" LANÇA SEU PRIMEIRO CD.



IRREVERSÍVEL é o nome ao álbum de estréia do quarteto "Quatro na roda"  que reúne gêneros como samba, choro, maxixe e frevo-canção. O CD é composto por canções inéditas dos autores Agostinho Paolucci, Cristiano Vianna, Eduardo Macedo, Amadeu Carlo Penzin, Mauricio Carrilho, Paulo Cesar Pinheiro, Pedro Amorim e Cassius Jardim. A única faixa não-inédita é o samba "Meu barracão", de Noel Rosa.
A direção musical e os arranjos do projeto são assinados pelo instrumentista, compositor e arranjador carioca Jayme Vignoli. Além dos músicos que formam o quarteto: Cristiano Vianna (violão de 7 cordas e voz), Juliana Perdigão (clarinete, clarone, flauta e voz), Eduardo Macedo (cavaquinho e voz) e Analu Braga (percussão e voz), O CD conta com a participação especial de Toninho Horta (violão), Juventino Dias (trumpete e flugelhorn), Alaécio Martins (trombone), Marcela Nunes (flauta), Lucas Viotti (acordeon), Jonas Vitor (saxofone alto), Lu Braga e Celinha Braga (vocais).
Agende: o Lançamento do CD acontece neste domingo, 02 de fevereiro, com roda de samba e choro.
Até lá, clique aqui e ouça faixas do CD.

SERVIÇO
Lançamento CD "Irreversível" - Quatro na Roda
Data: 02 de fevereiro de 2014 (domingo)
Horário: 16h
Local: Celinha Braga Oficina de Música - Av. Alfredo Camarate, 279 - Pampulha - BH/MG
Entrada + CD : R$10,00
Info: (31) 3441-3465

27 de janeiro de 2014

PROJETO LEVA MÚSICA AOS PONTOS DE ÔNIBUS DE BH.


De 13 a 31 de janeiro a população de Belo Horizonte está podendo assistir gratuitamente a apresentações ao vivo de flauta, violino, saxofone, oboé, fagote, viola e clarinete em diversos pontos de ônibus. É o Projeto Música no Ponto que leva a música para as ruas na região central e oferece entretenimento para os usuários de ônibus, além de contribuir para a formação de novas plateias.
O projeto é realizado com os benefícios da Lei Municipal de Incentivo à Cultura da Fundação Municipal de Cultura, Prefeitura de Belo Horizonte com produção da Capra Produções Culturais.

Confira no link a agenda com locais e músicos:



Marcela Nunes (flauta) em ponto da Praça Afonso Arinos.


Entre os vários músicos, se apresentam Juliana Rodrigues (flauta), Joicemara Amaral (oboé), Jurandir de Carvalho (saxofone), Andressa Santiago (violino), Tiago Orbe (fagote), Samara Almeida (trompete), Gilmar de Souza (viola), Kézia Azevedo (flauta), Ravi Shankar (oboé), Rafael Marcenes (violino), Brunea Reis (violino),  César Baracho (saxofone), Andre Marques (clarinete) e também a flautista Marcela Nunes - Diretora Cultural do Clube do Choro de Belo Horizonte. 


 
  

Fotos (Divulgação) 
1- Samara Almeida (trompete) - ponto da Av. Afonso Pena em frente ao Conservatório UFMG.
2- Ravi Shankar (oboé) - ponto da Praça da Liberdade.
3-Tiago Orbe (fagote) - ponto da Av Afonso Pena em frente aos Correios.
4- Bruna Reis (viola) - ponto da Av Alfredo Balena em frente ao Teatro Marília .

23 de janeiro de 2014

Choros de Câmara neste fim de semana, em duas apresentações.

Choros de Câmara - Foto: Alberto Rocha

No próximo fim de semana, sábado 25 e domingo 26 de janeiro o Grupo Choros de Câmara se apresenta no palco do Teatro de Bolso Júlio Mackenzie (Sesc Palladium) com o show "Quadrilhas Brasileiras". As apresentações acontecem às 20hs. 
Choros de Câmara é um projeto idealizado por Victor de Mello Lopes e tem como principal objetivo pesquisar, divulgar e produzir obras que se relacionem com a cultura brasileira. 
Neste trabalho Agostinho Paolucci (Violão de Sete Cordas) Eduardo Macedo (Cavaquinho), Marina Cyrino (Flauta) e Victor de Mello Lopes (Oboé) direcionam os olhares para as "Quadrilhas", uma dança de salão europeia originada no século 18 e muito popularizada no século 19, tendo se espalhado por toda a Europa e colônias, servindo de entretenimento nos salões cariocas. A quadrilha é um gênero musical praticamente extinto em sua forma original e é tido como um pilares fundadores do Choro.
No espetáculo serão apresentadas obras dos compositores: Henrique Alves de Mesquita, Saturnino, Anacleto de Medeiros, Maurício Carrilho e Agostinho Paolucci.

SERVIÇO
Choros de Câmara em "Quadrilhas Brasileiras".
Data: 25 (sábado) e 26 (domingo) de janeiro de 2014.
Horário: 20h
Local:Teatro de Bolso Júlio Mackenzie (Sesc Palladium) Rua Rio de Janeiro,1046 - .Centro BH/MG
Entrada: R$16 – inteira 
Info: 31 3279-1500

8 de janeiro de 2014

O VIOLONISTA HUMBERTO JUNQUEIRA LANÇA SEU SITE.



Humberto Junqueira - Foto: Divulgação
O violonista Humberto Junqueira, associado ao Clube do Choro de Belo Horizonte, acaba de lançar seu site. No endereço http://www.humbertojunqueira.com/ os fãs e apreciadores de seu trabalho poderão conferir detalhes de sua carreira como musicista, professor e pesquisador. Além de seu trabalho registrado no CD "Latina Levada", lançado em 2012.
Humberto  iniciou seus estudos em música em 1998, na Fundação de Educação Artística, escola onde atualmente é professor de violão e outras disciplinas. Em 2001 ingressou na UEMG no curso de bacharelado em violão, concluindo-o em 2006. Durante essa fase, além dos estudos acadêmicos, o músico se envolveu profundamente com a música popular, mais especificamente o Choro, tornando-se uma das referências no violão de sete cordas no estado de Minas Gerais.

Neste mês em que o blog do Clube do Choro de Belo Horizonte dá destaque ao grande músico e compositor Anibal Augusto Sardinha, o Garoto, convidamos a todos a também apreciar seu perfil e conhecer mais sobre sua trajetória lendo "A obra de Garoto para violão: o resultado de um processo de mediação cultural",  tese de mestrado de Humberto Junqueira .


Clique na capa e leia a tese de Humberto Junqueira, sobre a obra de Garoto.