SEJA VOCÊ TAMBÉM UM ASSOCIADO DO CLUBE DO CHORO DE BH. MAIORES INFORMAÇÕES LIGUE (31)3422-4433.

17 de maio de 2022

O cavaquinista Marcos Soares comemora hoje seu aniversário com Roda de Choro.

Nesta terça-feira (17/05) vai ter muito Samba e Choro no Boteco D'Avenidinha para comemorar o aniversário do cavaquinista Marcos Soares. 
A roda começa às 18h30 e se reúnem a ele, os comparsas: Pedro Alvarez na flauta, Daniel Toledo no Violão 7 cordas e Ronaldo Emereciano no pandeiro, garantindo um repertório de primeiríssima grandeza.  Programe-se e não perca a festa.

SERVIÇO
Roda de Choro e Samba - Aniversário do Cavaquinista Marcos Soares
Data: 17/05 (terça-feira)
Horário: 18h30
Local: Buteco D'Avenidinha - Av. Alphonsus Guimarães,349 - Santa Efigênia - BH
Informações e reservas (31) 3140-0783/ butecodavenidinha@gmail.com

16 de maio de 2022

Conservatório UFMG lança sua nova série "Roda de Choro". A estreia acontece nessa terça-feira.

Abre a Roda Mulheres no Choro - Foto: Actionbhz

Nesta terça-feira (17), às 20 horas, o Conexões Musicais do Conservatório UFMG abre a temporada 2022 com o lançamento de uma nova série – Roda de Choro, que ocorrerá uma vez por mês com a apresentação de grupos de Choro, sobretudo de Belo Horizonte. Nesta primeira edição, o show é com o grupo “Abre a Roda - Mulheres no Choro”, que contará com participações especiais e músicos presentes serão convidados para tocar nessa noite de estreia.

O Projeto Conexões Musicais / Roda de Choro é uma produção do Conservatório UFMG e tem o apoio consultivo do prof. Marcos Flávio Aguiar, diretor da Orquestra de Choro da Escola de Música da UFMG. 

O grupo apresentará um repertório autoral das integrantes Raissa Anastásia e Thamiris Cunha com arranjos do violonista mineiro Lucas Carvalhais, além de composições de antigas integrantes do grupo como a pianista Luisa Mitre e a flautista Mariana Bruekers. 
Apresentará, também, músicas de grandes compositoras brasileiras como Chiquinha Gonzaga, Daniela Spielmann e Luciana Rabello. Como convidada especial, o coletivo terá a violonista Bia Nascimento, além das musicistas do grupo Alice Valle, Claudia Sampaio, Marina Gomes, Maria Elisa Pompeu, Raissa Anastásia, Shari Simpson, Tauini Mauê e Thamiris Cunha.

Repertório 
• Tio Taco - Thamiris Cunha 
• Gaúcho – Chiquinha Gonzaga 
• Atraente – Chiquinha Gonzaga 
• Ian no balanço da rede - Raissa Anastásia 
• Tamoyo – Chiquinha Gonzaga 
• Anatilda - Daniela Spielmann 
• Velhos Chorões - Luciana Rabello 
• Rodeando - Luisa Mitre 
• Saideira -Elizabeth Fadel Mariana Bruekers

No segundo bloco da apresentação o grupo abrirá a roda para todos os músicos que quiserem tocar Choro nesta noite especial! Leve seu instrumento e junte-se ao Abre a Roda Mulheres no Choro!

Sobre o Grupo
Surgiu em 2017, com o objetivo de reconhecer e incentivar toda a cadeia em torno da participação da mulher na música. O grupo lança um olhar para as instrumentistas de Belo Horizonte, através da criação de uma roda de choro aberta e democrática, na qual as mulheres se apresentam como protagonistas. Apresenta shows com repertório autoral e de compositoras brasileiras em eventos e festivais. 

O Abre a Roda foi um dos convidados do Clube do Choro de BH na programação  Semana Nacional do Choro 2022. Foto: Actionbhz

O  Abre a Roda é composto por musicistas expoentes da capital mineira: Alice Valle, Bárbara Veronez, Claudia Sampaio, Fernanda Vasconcelos, Luciana Alvarenga, Maria Bragança, Maria Elisa Pompeu, Marina Gomes, Raíssa Anastasia, Shari Simpson, Thamiris Cunha. O grupo já apresentou em diversos espaços de Minas Gerais, entre bares e palcos de festivais. Participou de programas televisivos (Globo Horizonte, TV UFMG e TV Horizonte), esteve no curta metragem “Sigo Viva” de Letícia Ferreira e Luciana Brandão, além de participar de programas de rádio e entrevistas para jornais da cidade como O Tempo, Revista do Choro e Jornal do Clube do Choro de BH. Em 2019, foi convidado para compor a programação do primeiro Festival Circuito do Choro BH. No mesmo ano, iniciou o Projeto Roda Didática, voltado principalmente às instrumentistas iniciantes no gênero. Assim, a roda era organizada de forma que qualquer musicista pudesse apresentar seu repertório de forma acolhedora e segura, com o apoio e representatividade de outras mulheres. 
Em 2022, o grupo participou do Minas ao Luar Especial Semana do Choro, realizado pelo Clube do Choro de BH e pelo Sesc MG.  Atualmente, o grupo mantém uma roda aberta às terças-feiras em um bar da capital mineira. 


SERVIÇO
Conexões Musicais - Abre a Roda Mulheres no Choro Choro 
Data: 17 de maio de 2022 – Terça-feira 
Horário: 20h 
Local: Conservatório UFMG – Av. Afonso Pena, 1534 – Centro BH/ MG 
Entrada franca 
Info: 3409-8300 

14 de maio de 2022

Chorinho de Domingo: roda de Choro solidária apoia entidade esportiva em BH.


Amanhã tem Chorinho de Domingo, um evento beneficente promovido pela ABESC Associação Buritis de Esporte e Cultura, entidade sem fins lucrativos voltada para amparo e formação de atletas. O grupo de instrumentistas que se reuniu para apoiar essa causa é formado por André Milagres no violão, Marcelo Pereira na flauta, Rafael Zavagli no cavaquinho e Camargo no pandeiro.

A ONG ABESC atua em Minas Gerais e visa ampliar as possibilidades de prática esportiva e cultural para a população. Atualmente possui mais de 600 beneficiários, nos municípios de Pompeu, João Monlevade e Belo Horizonte.

A roda de Choro que acontece neste domingo (15) é aberta, com entrada gratuita e acontece a partir das 12h30 no Centro Esportivo localizado no Horto Florestal, um local em meio à natureza com espaço para as crianças se divertirem. Além de um repertório musical de primeiríssima, o evento irá oferecer também um cardápio de opções gastronômicas que incluem uma deliciosa feijoada e variedades de tira gosto.

Programe-se. Convide os amigos, leve a família e entre vocês também nessa roda de solidariedade.

SERVIÇO
Chorinho de Domingo -
Data: 15/05/2022 - Domingo
Horário: A partir das 12:30
Local: R. Sete, 322 - Horto Florestal (Centro Esportivo) - Belo Horizonte
Informações: https://www.instagram.com/abescesportes/

13 de maio de 2022

Clube do Choro de Betim é uma das atrações em evento promovido pelo Salão do Encontro neste sábado.


O Clube do Choro de Betim é uma das atrações do Salão do Encontro neste sábado (14/05). Com um repertório dançante e variado, que vai das gafieiras e marchinhas à bossa nova e música regional, o grupo conta com músicos gabaritados, que carregam em seus currículos apresentações no Brasil e no exterior. É formado por Ramon Braga (pandeirista), Juninho Braga (voz), Dudu Braga (solo e cavaco), Cleidiano Machado (cavaco base), Henrique Martins (violão de sete cordas), Marcos Flávio (trombone) e Pedro Mota (trompete).

Todo segundo sábado do mês, o Clube do Choro de Betim realiza um evento especial naquele local e amanhã será mais uma oportunidade para você e sua família curtirem tudo de bom que a programação oferecerá das 11h às 17h, no Centro Cultural do Salão do Encontro Matriz (Rua João da Silva Santos, 34, no bairro Angola). 

Além da programação musical haverá venda de bebidas e alimentos típicos, com parte da renda revertida para manutenção dos trabalhos na instituição. A entrada é gratuita. Programe-se.

Orapranois no Iracema trazendo Choro e Samba da melhor qualidade.


O fim de semana promete maravilhas musicais no Iracema Gastro Bar. E entre as atrações programadas para este sábado (14/05) está o Conjunto Orapranóis que se apresenta com Geraldo Magela no violão 7 cordas,  Rodrigo Alonso no cavaquinho, Robson Pretim no tantan e Sirlene Salvador no pandeiro e vocal. O grupo traz a experiência de instrumentistas de grande peso no cenário do Choro belo-horizontino e um repertório de alegrar o corpo e a alma. Não perca. A roda começa às 19 horas. 

E para sentir o clima gostoso da apresentação de sábado, escuta aí essa participação do grupo (em sua formação original) em  uma das edições do programa "Hora do Coroa" comandado pelo comunicador e Presidente do Clube do Choro de BH, Acir Antão.

SERVIÇO
Chorinho no Iracema com Grupo Orapranois
Data: 14 de maio 2022 (sábado)
Horário: 19 horas
Local: Iracema Bistrô Bar - Rua Almandina, 56 - Santa Tereza.
Informações: @iracemabh 

Aqui o Texto da Coluna da Direita

Regional do Iracema se apresenta neste sábado.

"Naquele Tempo": obra de Ariel Guerra.

O Regional do Iracema se apresenta neste sábado (14/05) e promove mais uma tarde musical daquelas de deixar qualquer fim de semana muito mais gostoso. A programação começa às 13 horas para você poder curtir o melhor do Chorinho, as delícias do cardápio que a casa oferece, nas melhores companhias. Programe-se e convide os amigos.

SERVIÇO
Chorinho com Regional do Iracema
Data: 14/05/2022 (Sábado)
Horário: 13horas
Local: Iracema Bistrô Bar - Rua Almandina, 56 - Santa Tereza.

Hoje é dia de Chorar com a Roda do Padreco.

A Roda do Padreco reúne um grupo eclético e talentoso formado por acadêmicos da UEMG e outros instrumentistas de valor. O coletivo existe há 8 anos e, desde janeiro de 2019, os encontros tem acontecido todas as sextas-feiras, a partir das 19 horas, no Butiquim Vila Rica. O repertório é sempre maravilhoso e a turma se desdobra para tornar imperdíveis esses encontros. E nesta sexta tem mais uma roda aberta. Programe-se e chame os amigos. 
E para esquentar, assista aí uma palinha do que lhe espera logo mais:




Roda do Padreco
Data: 13/05/2022 (sexta)
Horário: 19 horas
Local: Botequim Vila Rica (Antigo Bar do Bolão) - Rua Vila Rica, 637 – Padre Eustáquio – BH
Couvert: contribuição espontânea
Informações: https://www.instagram.com/rodadopadreco/

12 de maio de 2022

Samba e Choro instrumental na harmonia do Terno Mineiro.

O Terno Mineiro formado pelos instrumentistas Gelson Luiz (violão), Fábio Miudinho (cavaquinho 5 cordas) e Samir Valente (pandeiro) se apresenta logo mais, a partir das 19 horas, na Cervejaria Cultura. 

Para o repertório, o grupo selecionou o melhor do Choro e do Samba instrumental que harmonizam perfeitamente com o cardápio especial de cervejas artesanais que a casa oferece. Prepare-se para o brinde e não perca.

SERVIÇO
Samba e Choro instrumental, com Terno Mineiro
Data: 12/05/2022 - quinta feira
Horário: 19 horas
Local: Cervejaria Cultura - Rua Itapeva, 115 - Bairro Concórdia
Couvert artístico: R$10,00
Informações e reservas: (31)998904539

Acontece hoje mais uma edição do Baticum - Roda de Choro.


Acontece nesta quinta (12/05) mais uma edição do Baticum - Roda de Choro. O grupo formado por Artur Pádua (violão), Gustavo Monteiro (violão 7 cordas), Daniel Capu (cavaquinho), Daniel Nogueira (pandeiro), Marcos Flávio (trombone), Thiago Balbino (bandolim), Ciro Cordeiro (ritmo), Pedro Mota (trompete) se apresenta a partir das 19 horas no Baticum - Tendinha Cultural, espaço localizado no bairro Concórdia.  A noite promete. Programe-se e chame os amigos.

SERVIÇO
Baticum - Roda de Choro
Data: 12/05/2022 - Quinta-feira
Horário: 19 horas 
Local: Baticum - Tendinha Cultura - Rua Itararé, 566 - Bairro Concórdia - BH
Entrada: gratuita até as 20h30
É obrigatório apresentação de comprovante de vacinação contra COVID.

Entre na roda com a Confraria do Choro

Nixon Fonseca do cavaquinho, Ronaldo Emerenciano no pandeiro, Cícero Gonzaga no acordeon, Marcelo Jiran no saxofone e Wagner Andrade no violão 7 cordas formam a Confraria do Choro. O grupo se reúne sempre às quintas-feiras para uma tradicional roda de Choro no Bar do Salomão, reduto conhecido no bairro da Serra.
E hoje não será diferente. Logo mais, a partir das 19 horas, acordes vão soar... e o grupo convida a todos para mais uma noite animada ao som dos melhores Chorinhos.

SERVIÇO
Roda com a Confraria do Choro
Data: 12/05/2022 - Quinta-feira
Horário: 19 horas
Local: Bar do Salomão - Rua do Ouro, 895 - Serra - BH
Informações: (31)3221-5677

Hoje é dia de Choro Nosso no O Muringueiro.


A tradição do chorinho da quinta continua no O Muringueiro. O clima é o de sempre: Choro Nosso comandando a roda, músicos chegando com seus instrumentos e a roda girando... E hoje não vai ser diferente. Silvio Carlos no violão de 7 cordas, Marcela Nunes na flauta, Renato Muringa no cavaquinho e Daniel Guedes no pandeiro se apresentam a partir das 19 horas, com muita alegria e um repertório de primeira grandeza. Programe-se e chame os amigos.

SERVIÇO
Choro Nosso - Roda de Choro
Data: 12/05 (quinta-feira)
Horário: 19 horas
Local: O Muringueiro - Rua Juacema, 416
Bairro da Graça - BH
Couvert artístico: R$15,00
Informações e reservas: (31)99319-5525 ou contato@muringa.com.br

11 de maio de 2022

"Acerta o Passo" servindo o Choro instrumental no Café com Letras.

Quarta-feira é dia em que o Acerta o Passo está na regência da programação cultural do Café com Letras. 

A noite é especialmente dedicada ao Choro Instrumental e comandada pelos instrumentistas Tulio Araújo, Marcelo Jiran, Yan Vasconcellos e Evan Megaro. 

A apresentação tem início às 19 horas. Programe-se para curtir grandes surpresas musicais.

SERVIÇO
Chorinho no Café
Data: 11/05/2022 (quarta-feira)
Horário: a partir das 19 horas
Local: Café com Letras Savassi - Rua Antônio de Albuquerque, 781- Savassi
Informações:(31) 9842-44285 / 3225- 9973

10 de maio de 2022

O Sonoroso se apresenta nesta terça e chega trazendo o melhor do Choro e Samba instrumental.

O Sonoroso se apresenta hoje (10/05) no Bolota's Bar e chega trazendo na bagagem, o melhor do Choro e Samba instrumental. O grupo vem com Henrique Chaves no bandolim, Alexandre Bacalhau no violão 7 cordas, Rafael Leite no pandeiro e Robson no cavaquinho, instrumentistas conhecidos na cena musical de BH.

O Bolota´s fica localizado no bairro da Serra e se auto define como um "legítimo boteco raiz". O local é conhecido pelo excelente cardápio que oferece grande variedade de tira gostos e petiscos muito elogiados. Então... Junte tudo isso às melhores companhias e tenha uma noite de terça-feira com ares de fim de semana. Programe-se e chame os amigos.

SERVIÇO
Grupo Sonoroso - Choro e Samba instrumental
Data: 10/05/2022 - terça-feira
Horário: 18 horas
Local: Bolota's Bar - Rua Capivari, 439 - Bairro Serra - BH
Informações: (31) 981059355




9 de maio de 2022

"O Estilo de Zé da Velha no CD Só Gafieira!: práticas de performance do trombone no choro", pesquisa assinada por Marcos Flávio Aguiar está disponível para download gratuito.


A importância do estudo e pesquisa do Choro como gênero musical pautam a carreira do trombonista Marcos Flávio Aguiar. Foto: Actionbhz


A importância do estudo e pesquisa do Choro como gênero musical é pauta cotidiana na vida do trombonista Marcos Flávio Aguiar Freitas, que acumula importantes cargos e títulos na área da música e no âmbito acadêmico. Atual Presidente da Associação Brasileira de Trombonistas, Professor de Trombone da EM/UFMG, Coordenador do Coral de Trombones e Tubas da UFMG, Regente da Orquestra de Choro da UFMG entre outras funções, Marcos Flávio continua dedicando parte do seu concorrido tempo, à pesquisa musical.

Zé da Velha. Foto: divulgação
Entre os títulos conquistados por Marcos Flávio está o de Doutor pela UFMG - Universidade Federal de Minas Gerais. A tese defendida para obtenção desse elevado grau acadêmico, que comprova a capacidade de desenvolver investigação ou docência num determinado campo da ciência, aconteceu em dezembro de 2017 e recebeu o título "O estilo de Zé da Velha no CD Só Gafieira!: práticas de performance do trombone no choro". 

A Banca Examinadora foi composta pelos professores doutores: Fausto Borém de Oliveira – UFMG (orientador). Lélio Eduardo Alves da Silva – UFBA, Sérgio de Figueiredo Rocha – UFSJ, Leonardo Barreto Linhares – UFSJ e Antônio Lincoln Campos de Andrade – UFMG.  
Como ilustre convidado esteve presente o próprio Zé da Velha que acompanhou Marcos Flávio em performance musical, quando foram executadas as obras: Bebê (Hermeto Paschoal), Trenzinho do Caipira (Villa Lobos), Ária da 4ª Corda ( J.S. Bach), Paraquedista/Brasileirinho (José Leocádio /Waldir Azevedo) e Transcrições do CD "Só Gafieira" (1995): Acariciando; Flor de Abacate, Cinco Companheiros, Doce de Coco, Eu hein?, Sonoroso e Chorinho da Gafieira.


UM PRESENTE PARA OS ASSOCIADOS
No dia 18 de dezembro de 2017, um dia após o sucesso da defesa da tese, o Clube do Choro de BH promoveu um grande festa de confraternização de fim de ano nos salões do Automóvel Clube. Na ocasião, o Clube festejou o sucesso e a obtenção do título de Doutor pelo seu ilustre associado, e todos os sócios presentes receberam uma edição completa e encadernada da dissertação "O estilo e Zé da Velha no CD Só Gafieira!: práticas de performance do trombone no choro", além dos CDs "Choro Bone" (2015) e "Coletânea" (2013) ambos do trombonista Marcos Flávio Aguiar.

A pesquisa teve edição impressa para distribuição
exclusiva aos associados do Clube do Choro de BH.
O PREFÁCIO  da versão publicada pelo Clube do Choro de BH  foi assinada por Paulo Ramos, Diretor Cultural do Clube do Choro de BH

Nele, Ramos traduz em palavras a satisfação pessoal e do Clube do Choro em poder divulgar uma pesquisa de tamanha importância e que torna-se uma referência para todos os  apreciadores e estudiosos do Choro, mundo afora.

"Ao ser convidado a prefaciar a publicação da tese de doutorado "O Estilo de Zé da Velha no CD Só Gafieira!: práticas de performance do trombone no choro", de autoria do Professor Marcos Flávio de Aguiar Freitas, viabilizada pelo Clube do Choro de Belo Horizonte, me deparei com duas grandes satisfações.
A primeira, é que este trabalho versa sobre o CHORO, paixão de todos nós, sócios do Clube. 

A segunda, é que o pesquisador, o Marcão, e o objeto do estudo, o Zé da Velha, são meus amigos de longa data e parceiros de várias jornadas musicais. Desta forma, estamos, como felizmente ainda acontece em Minas, todos em casa. O primeiro é sócio efetivo do Clube do Choro de Belo Horizonte e o segundo, é um sócio afetivo do Clube.

Esta pesquisa, versa sobre a característica e a inconfundível forma interpretativa do Zé no Choro e, mais particularmente, sobre as interpretações contidas no CD Só Gafeira, lançado em 1995. Com a sua competência, experiência e prática, o autor vai discorrendo sobre a trajetória musical e pessoal do músico que, dentre outras coisas, é um dos últimos remanescentes que tiveram o privilégio de tocar com o Alfredo da Rocha Viana. Pixinguinha, para os íntimos.

Com certeza este estudo será de grande valia para os apreciadores do choro, aos músicos, dos mais experientes aos iniciantes, e se constituirá, também, em importante obra de referência sobre a matéria.

Em que pese a formalidade acadêmica do trabalho, sua leitura é agradável e flui de forma saborosa, também, para os não acadêmicos. Isto permite o seu alcance a um número maior de pessoas, conferindo a obra uma valiosa amplitude.

Considero, e não é de hoje, o Zé da Velha um gênio na interpretação do Choro. E, o Marcos Flávio, músico, está a caminho deste mesmo patamar.

Ao se decidir por realização esta publicação, o Clube do Choro de Belo Horizonte, procurou manter fiel aos objetivos delineados na sua fundação, qual sejam: a divulgação, preservação e execução do gênero musical Choro. Temos aí, então, mais vitória de todos os abnegados sócios do clube, que mensalmente contribuem para a sua manutenção e existência. É mais uma verdadeira prova que cultura pode e deve ser realizada por pessoas anônimas, desinteressadas em promoção pessoal e voltadas para o bem comum.

Sucesso e vida longa aos três personagens: o Autor, o Músico objeto do estudo e ao conjunto de sócios do Clube do Choro de Belo Horizonte.

Finalizando, permito-me parafrasear o grande sambista Ismael Silva, no seu CD 'Se Você Jurar', RCA Victor, 1973: 'Esta é a minha música, espero que vocês gostem!' "


Agora,  a versão digital da tese está disponível para todos que desejarem apreciar esse importante trabalho de pesquisa. Basta acessar este LINK e fazer o download.  Boa leitura!

Choro Sambado se apresenta hoje marcando o ritmo das rodas da semana.


O Grupo Choro Sambado é quem abre a agenda musical desta semana, com uma super apresentação que acontece hoje, a partir das 19 horas, no Odara.
Formado durante a pandemia, o Choro Sambado é a reunião de 4 músicos amantes do Choro que buscam executar grandes clássicos e novas obras do gênero. São eles: o trompetista Dairan Jhordan, graduado em música pela UFOP; o violonista Rafael Salomão, graduando em música popular e licenciatura pela UFMG, o pandeirista Marcos Alves, graduando em percussão pela UFMG e a cavaquinista Cecília Correia, autodidata e estudante da Escola Portátil de Música. O grupo faz parte da nova geração de chorões da capital mineira, trazendo uma linguagem tradicional e contemporânea ao Choro no seu jeito de tocar. Programe-se e convide os amigos 

SERVIÇO
Choro Sambado no ODARA
Data: 09/05/2022 - Segunda Feira
Horário: 19:00
Local: Odara - Rua Arthur de Sá, 380, Bairro: União
Couvert: R$ 5,00 adulto/por pessoa
Informações: https://linktr.ee/odara.bh

6 de maio de 2022

Orapranois apresentando Samba e Choro em programação imperdível.

Neste sábado (07/05) tem Orapranois em uma programação imperdível. O grupo é formado por Fred Lazarini no pandeiro, Rodrigo Alonso no cavaquinho, Geraldo Magela no Violão 7 cordas e Juliana D'Avilla na flauta. Eles se apresentam a partir das 13 horas, na Casa Monti, executando uma seleção impecável de Choro Instrumental e Sambas da Velha Guarda. Programe-se.

SERVIÇO
Orapranois apresentando Samba e Choro
Data: 07/05/2022 - Sábado
Horário: 13 horas
Local: Casa Monti Açougue e Empório - Rua Luiz Soares da Rocha,40 -Bairro Luxemburgo - BH
Couvert artístico: R$12,00
Informações e reservas : 3789-4880/ 97178-1599

Sexta é dia de ouvir e aplaudir o Regional da Serra no Buteco D'Avenidinha.

A roda das sextas-feiras, no Buteco D'Avenidinha continua firme e forte, graças ao prestígio e acolhimento do público. E hoje, a partir das 19 horas, os músicos do Regional da Serra prometem repetir a dose de boa música com o melhor do Chorinho.

Daniel Toledo no violão 7 cordas, Pedro Alvarez na flauta transversal, Pablo Dias no cavaquinho e  Daniel Nogueira no pandeiro formam o Regional. 
Nas rodas eles  seus recebem convidados especiais que sempre somam na boa música. E hoje tem participação do cavaquinista Marcos Soares. 
Convide também seus amigos e aproveite a noite nas melhores companhias.

SERVIÇO
Roda de Choro com Regional da Serra
Data: 06/05 (sexta)
Horário: 19 horas
Local: Buteco D'Avenidinha - Av. Alphonsus Guimarães,349 - Santa Efigênia - BH
Couvert: R$10,00
Informações e reservas (31) 3140-0783/ butecodavenidinha@gmail.com

CHORO COM ELAS NA LIVARIA DA RUA.

O Choro com Elas chega com tudo nesse fim de semana e reúne Raissa Anastásia (cavaquinho), Alice Valle (flauta), Mari Carvalho (pandeiro), Luísa Mitre (piano) e Thamiris Cunha (clarinete) em uma super apresentação que acontece neste sábado (07/06), a partir das 13 horas, na Livraria da Rua.

As componentes do Choro com Elas trazem consigo trajetórias individuais de muito sucesso no território da música popular e são também presenças importantes no universo do Choro belo-horizontino, atuando como instrumentistas e também como compositoras. 

Agora reunidas, nos trazem novas oportunidades de ouvi-las executando um repertório impecável de clássicos dos grandes mestres e também composições autorais. Não perca.

SERVIÇO
Choro com Elas
Data: 07/06/2022 - Sábado
Horário: 13 horas
Local: Livraria da Rua - Rua Antônio de Albuquerque, 913 - Funcionários
Informações: (31) 3500-6750

O projeto Sexta na Feira está de volta e traz o grupo "Chora Com Elas" na programação.


Hoje (6/5), das 18 às 23 horas, tem muita alegria, música, lazer, gastronomia e arte no retorno do projeto Sexta na Feira, um evento promovido pela Prefeitura Municipal de Nova Lima. Entre outras atrações imperdíveis, destacamos o show do grupo CHORA COM ELAS formado pelas instrumentistas mineiras, Raissa Anastásia (cavaquinho), Alice Valle (flauta), Alcione Oliveira e Thamiris Cunha (clarineta).

O evento tem entrada franca e acontece no Espaço de Caminhada da Anglo Gold, localizado à Rua Amélia de Magalhaes Pessoa, no Centro de Nova Lima. Confira a programação completa aqui:https://www.instagram.com/prefeituradenovalimaoficial/.
 

Vivas para Ian Zadorosny com muito Choro na Roda do Padreco!

A Roda do Padreco se reúne nesta sexta feira (06/05), a partir das 19 horas, para mais uma roda festiva. Hoje é dia de comemorar o aniversário do bandolinista Ian Zadorosny. 

Ian Zadorosny é professor de bandolim, violão e teoria musical. Além de integrante do coletivo que lhe acolhe nesta celebração ele também é integrante do grupo Choro Veredas.

O coletivo "Roda do Padreco" foi formado há 8 anos pelos alunos oriundos do curso de música da UEMG e, ao longo desse período, tornou-se uma roda aberta que recebe em suas apresentações importantes nomes do Choro de BH e outras localidades. Semanalmente, a roda se forma e desde janeiro de 2019, os encontros do grupo tem acontecido no Butiquim Vila Rica (antigo Bar do Bolão) e vem assim mantendo a tradição daquele reduto do Choro da capital mineira.

Então, fica o convite: programe-se e chame os amigos músicos profissionais e amadores para entrarem na roda que acontece logo mais.


SERVIÇO
Roda do Padreco celebrando o aniversário do bandolinista Ian Zadorosny
Data: 06/05/2022 (sexta)
Horário: 19 horas
Local: Botequim Vila Rica (Antigo Bar do Bolão) - Rua Vila Rica, 637 – Padre Eustáquio – BH
Couvert: contribuição espontânea

I Roda de Choro de Amantes e Aprendizes acontece neste sábado. O evento aberto e gratuito celebra o aniversário de Pixinguinha.


Ao longo do mês de abril, a população de BH desfrutou de  uma agenda cultural repleta de celebrações ligadas ao Dia Nacional do Choro, comemorado no último dia 23. Em diferentes locais de BH, as rodas e vários shows reuniram músicos profissionais de Minas e de outros Estados participando de apresentações em todas as regiões da cidade. Eventos como esses, que promovem a divulgação e difusão do Choro, também despertaram muita vontade de tocar entre aqueles que estão adentrando agora neste mundo musical encantado. E a hora é agora, chegou o momento de abrir  a roda especialmente para os entusiastas e músicos iniciantes. A data oficial do aniversário de Pixinguinha é 4 de maio e por esse motivo, neste sábado (7), a partir das 18 horas, na Praça Duque de Caxias (Santa Tereza) acontece a I Roda de Choro de Amantes e Aprendizes.

Se você nunca tocou numa roda e quer começar, este é o lugar certo! A roda é voltada para o compartilhamento e aprendizagem conjunta do Choro. É aberta a todos, mas especialmente para entusiastas que estão aprendendo ou querendo iniciar seus estudos deste gênero musical. 

Programe-se e convide os amigos e alunos. Leve suas partituras, sua estante, um banquinho e claro, seu instrumento. Participe desse momento descontraído que promete ser cheio de trocas e aprendizado.

SERVIÇO
I Roda de Choro de Amantes e Aprendizes 
Data: 7 de maio (sábado)
Horário: 18 horas
Local: Praça Duque de Caxias - Bairro Santa Tereza- BH

5 de maio de 2022

Quinta é dia de colocar o coração para bater no ritmo do Terno Mineiro.

Quinta é dia de colocar o coração para bater no ritmo do Terno Mineiro, grupo formado pelos instrumentistas Gelson Luiz (violão), Fábio Miudinho (cavaquinho 5 cordas) e Samir Valente (pandeiro).
Com um repertório de Samba e Choro instrumental, composto por clássicos do Choro e composições de Ernesto Nazareth, Jacob do Bandolim, Pixinguinha, Waldir Azevedo, entre outros mestres da música brasileira, o trio espera por você na Cervejaria Cultura, a partir das 19 horas. Programe-se.

SERVIÇO
Samba e Choro instrumental, ao vivo, com o grupo Terno Mineiro
Data: 05/95/2022 - quinta feira
Horário: 19 horas
Local: Cervejaria Cultura - Rua Itapeva, 115 - Bairro Concórdia
Couvert artístico: R$10,00
Informações e reservas: (31)998904539


Grupo Sonoroso abrilhantando a noite com o melhor do chorinho.

Hoje (05/05) o Grupo Sonoroso volta a abrilhantar a sua noite com os clássicos do Choro e outras composições de grandes mestres da música brasileira.
A partir das 19 horas, Alexandre Bacalhau no violão 7 cordas, Toinzinho no cavaquinho, Rafael Leite no pandeiro e Henrique Chaves no bandolim armam a roda no Fátima Botequim. Prestigie.

SERVIÇO
Grupo Sonoroso - Roda de Choro e Samba
Data: 05/05/2022
Horário: 19 horas
Local: Fatima Botequim - Rua Ceará, 1548
Informações: (31) 3282-2343

Confraria do Choro mantendo a tradição...

O Confraria do Choro é um dos grupos que mantem a tradição do choro belo-horizontino. Trazendo Nixon Fonseca do cavaquinho, Cícero Gonzaga no acordeon, Marcelo Jiran no saxofone, Ronaldo Emerenciano no pandeiro e Wagner Andrade no violão 7 cordas em sua formação, o grupo se reúne sempre às quintas-feiras, para uma  roda animada.  
E hoje não será diferente. Logo mais, a partir das 19 horas, a tradição continua no Bar do Salomão, reduto conhecido no bairro da Serra. Programe-se.

SERVIÇO
Roda com a Confraria do Choro
Data: 05/05/2022 - Quinta-feira
Horário: 19 horas
Local: Bar do Salomão - Rua do Ouro, 895 - Serra - BH
Informações: (31)3221-5677

Hoje tem Chorare no Bocaiúva.

O Quarteto Chorare se apresenta neste quinta (05) no Bar Bocaiúva, espaço localizado em ponto tradicional do bairro Santa Tereza.
Com Daniel Christófaro no Violão 7 cordas, Mateus Porto no Bandolim, Vicente Siluzio no Pandeiro e Chico Alves no Sax, a roda de Choro está garantida com o melhor repertório e começa a partir das 19 horas.
Programe-se e convide os amigos para curtir o clima desta noite em um ótimo programa musical.

SERVIÇO
Quarteto Chorare - Choro instrumental
Data: 05/05/2022 (quinta-feira)
Horário: 19h00
Local: Bar Bocaiuva - Rua Paraisópolis, 550 - Bairro Santa Tereza - BH
Informações: (31) 3463-2812

3 de maio de 2022

Encerramento da Semana Nacional do Choro movimentou os chorões e amantes do Choro de BH. O evento especial, com participação do grupo Orapranois, homenageou o acordeonista Cícero Gonzaga.

Orapranois foi o grupo convidado para apresentação no encerramento da Semana Nacional do Choro. Foto Actionbhz

O encerramento da Semana Nacional do Choro 2022 aconteceu no último domingo (1/5) e fechou com chave de ouro a programação que movimentou a cidade. A apresentação musical contou com a participação especial do grupo Orapranois e  muitos outros músicos que participaram da homenagem realizada ao acordeonista associado ao Clube do Choro de BH, Cícero Gonzaga.

Entre outros músicos, a cantora associada,
Clélia Santos também compareceu à festa de encerramento

A  Semana Nacional do Choro 2022, promovida pelo Clube do Choro de Belo Horizonte em parceria com o Sesc MG, iniciou no domingo (24/04) com um show, mobilizando um grande público que ocupou todo o espaço da Praça Duque de Caxias para ver e ouvir de perto músicos de renome nacional e internacional. Os eventos que deram sequência à programação aconteceram em bares que  frequentemente acolhem as rodas de Choro em BH. Foram mais três apresentações especiais, em diferentes regiões da cidade e o encerramento aconteceu na zona Sul,  com a  tradicional roda domingueira no Tua Pizza Mangabeiras. 

O Tua Pizza promove encontros semanais que reúnem, além do grupo Orapranois (formado pelos músicos associados Geraldo Magela no Violão, Rodrigo Alonso no cavaquinho, Frederico Lazarini no pandeiro e vocal e Juliana D'Avila na flauta), outros músicos convidados. Entre eles, o querido acordeonista associado ao Clube do Choro de BH, José Cícero Gonzaga, também homenageado nesta edição em que seu instrumento foi o grande destaque.


Cícero do Acordeon, o grande homenageado na
 festa de encerramento. Foto: Actionbhz
JOSÉ CÍCERO GONZAGA é natural de Belo Horizonte. Mais especificamente, como ele diz, é do “Mato da Lenha”, atual bairro Salgado Filho. Desde cedo, por influência familiar, participou de todo tipo de festa na sua casa e bairro. 

Festa dali, festa daqui, instrumento na mão, o autodidata Cícero, e sua sanfona, se transformou no maior animador de festas da região. Sanfona atraí o forró, na mesma proporção que o forró atrai a sanfona. Então, tocar em festas juninas foi uma coisa natural e gratificante. 

Posteriormente, Cícero começou a tocar outros gêneros musicais, inclusive tango, para animar bailes e o Choro para encantar os amantes desse gênero. Ele participou e integra diferentes grupos de Choro de Belo Horizonte, frequentando assiduamente as rodas pela cidade. De tanto tocar e encantar por onde passa, Cícero se tornou, merecidamente, o acordeonista homenageado desta edição da Semana Nacional do Choro.




Tua Pizza Mangabeiras, local de frequentes rodas de Choro de BH, recepcionou o evento de encerramento da Semana Nacional do Choro 2022 - Foto: Actionbhz

o Presidente do Clube do Choro, Acir Antão e outros membros da Direção do Clube do Choro de BH estiveram presentes, recepcionando os convidados que prestigiaram  aquele evento e os demais durante toda a semana. O público animado ocupou a todo o "Beco do Choro" como carinhosamente ficou conhecido o local em frente ao Tua Pizza. 

O público lotou o "Beco do Choro" no último domingo, na festa de encerramento. Foto: Actionbhz

Para conferir um pouquinho do clima desse encerramento, confira o vídeo a seguir e também a cobertura fotográfica do evento.




CONFIRA O ÁLBUM DE FOTOS DA SEMANA NACIONAL DO CHORO 2022. Crédito das Fotos: Actionbhz


2 de maio de 2022

A Semana Nacional do Choro 2022 promoveu atrações em diferentes locais de Belo Horizonte. Com o Grupo Regional da Serra, o evento chegou à região leste da cidade.

Regional da Serra no Boteco D'Avenidinha: mais uma das atrações da Semana Nacional do Choro 2022 - Foto: Actionbhz

A Semana Nacional do Choro 2022 promoveu eventos em diferentes regiões da cidade. Na última quinta-feira, (29) foi a vez do Regional da Serra tocar como convidado do Clube do Choro de BH. O grupo se apresentou no Boteco D'Avenidinha, localizado no bairro Pompéia, região leste da capital.

Semana Nacional do Choro: uma parceria entre o
Clube do Choro de BH e o Sesc MG. Foto: Actionbhz
O Conjunto formado pelos instrumentistas Daniel Nogueira (pandeiro), Pedro Alvarez (flauta),  Pablo Dias (cavaquinho) e Daniel Toledo (violão 7 cordas) também prestou sua homenagem ao trombonista Marcelo Batista, executando um repertório que incluiu obras dos mestres Pixinguinha, Altamiro Carrilho, Waldir Azevedo, Jacob do Bandolim, dentre vários outros renomados compositores.

O Presidente do Clube do Choro de BH, Acir Antão e os Diretores Paulo Ramos e Amilton Faria compareceram ao evento, recepcionando um público seleto, em um ambiente aconchegante e ao maravilhoso som de um grupo que se tornou-se uma das referências da nova geração de chorões da capital mineira. 



CONFIRA O ÁLBUM DE FOTOS DA SEMANA NACIONAL DO CHORO 2022. Crédito das Fotos: Actionbhz



30 de abril de 2022

Clubes do Choro de BH e Betim se encontraram em noite de homenagens no Fátima Botequim. O show marcou o segundo dia de apresentações da Semana Nacional do Choro 2022.

O Clube do Choro de Betim foi a grande atração da noite. Foto: Actionbhz

O segundo dia de apresentações da Semana Nacional do Choro 2022 promoveu um encontro muito especial entre os Clubes do Choro de Belo Horizonte e de Betim. O show aconteceu no Fátima Botequim e foi inteiramente concebido para homenagear três grandes instrumentistas mineiros que, por longo período, foram associados ao Clube do Choro de BH: a acordeonista Elisa Behrens, o clarinetista Luiz de Souza e o trombonista Marcelo Batista, este também fundador e músico permanente do Clube do Choro de Betim. Ambos faleceram em 2021 deixando um grande legado ao Choro de Minas Gerais, o que os tornou merecedores de tributos como o ocorrido na noite da última quinta-feira (28/04).

Além dos instrumentistas do Clube do Choro de Betim, a apresentação contou com as participações especiais do trompetista Silvério Pontes e da flautista Raissa Anastásia. Foto: Actionbhz

A apresentação do Clube do Choro de Betim contou com a participação dos músicos Marcos Flávio (trombone) Dudu Braga (cavaquinho), Juninho Braga (voz), Ramon Braga (pandeiro), Henrique Martins (violão 7 Cordas), Cleidiano Machado (cavaquinho) e Pedro Mota (trompete). Além desse super elenco, a plateia teve o prazer de ouvir o trompetista carioca Silvério Pontes, especialmente convidado pelo Clube do Choro de BH para esta apresentação.

Paulo Ramos, Diretor Cultural do Clube do Choro e Produtor do Evento 
Foto: Actionbhz
Além do Presidente, Diretores e vários associados do Clube do Choro de BH, também compareceram ao evento parentes e amigos próximos dos músicos homenageados, assim como um público seleto e apreciador do chorinho que ocupou toda a área externa do Fátima Botequim, sentados confortavelmente ao ar livre, sob as árvores.
O repertório escolhido contou com vários Choros de predileção dos homenageados e fez lembrar momentos muito especiais, compartilhados com Elisa, Luiz e Marcelo.

HOMENAGEADOS

Eliza Beherns - Foto: arquivo pessoal

A acordeonista Maria Elisa Andrade Behrens era mineira de Januária. Passou a infância em Diamantina e ali começou sua história musical. Adolescente mudou-se com a família para BH onde passou a residir e estudar piano. Mas foi o acordeom que lhe tocou o coração e passou a ser seu instrumento principal. 
Ela admirava e se inspirava em compositores e instrumentistas como Sivuca, Orlando Silveira, Hermeto Paschoal e Dominguinhos. 
Nos palcos dos teatros, em bares tradicionais de encontros de compositores e apreciadores da boa música, espaços culturais, festas, bailes e projetos como o “Minas ao Luar”, ela tocava Chorinho, Seresta e MPB. 
Elisa fez história atuando como integrante ou convidada especial de diversos grupos como “Regional Feitiço da Vila”, “Sarau Brasileiro”, “Sereno da Madrugada”, “Aconchego”, “Regional Arco da Velha”, “Sindicato do Forró”, “Vinicius Tiso e seus violinos” e em inúmeras apresentações do Clube do Choro de Belo Horizonte, do qual também foi membro efetivo. Elisa faleceu em BH, onde foi sepultada no dia 6 de março de 2021.

Luiz de Souza - Foto: Actionbhz
Luiz de Souza, faleceu aos 79 anos de idade em 29 de março de 2021, vitimado pela COVID-19. Era compositor e clarinetista respeitado nas rodas de Choro de BH e muito querido entre seus companheiros de música. Ele teve composições autorais registradas em álbuns como o "Engolindo o Choro" do grupo Off-Sina e participações em várias gravações fonográficas de outros músicos.
Ele pertenceu por vários anos ao quadro de associados do Clube do Choro de BH e sua passagem pela instituição foi marcada pela competência como instrumentista, mas também pela simpatia e camaradagem. No Clube e nas rodas de Choro da cidade, ele deixou grandes amizades e saudade.

O trombonista Marcelo Ribeiro Batista faleceu em 24 de janeiro de 2021, aos 74 anos, acometido por uma parada cardiorrespiratória decorrente de um quadro agravado da da COVID-19. Além de associado ao Clube do Choro de BH foi um dos fundadores do Clube do Choro de Betim. Marcelão do Trombone, como era conhecido, formou-se em Engenharia pela UFMG e exerceu esta profissão ao logo da vida, sem nunca se afastar da esfera musical.
Marcelo Batista, o Marcelão . Foto: Actionbhz
A música estava em seu DNA. Ele era filho de João Careca, fundador da banda de mesmo nome na década de 1960, em Betim (MG). Marcelão "seguiu o baile" e participou de vários eventos e Carnavais em sua cidade, além de ter feito parte da Banda Nossa Senhora do Carmo da qual foi presidente. Sua presença também era marcante nas rodas de Choro e sempre pautada pela extrema alegria. Ele mudava o clima sempre para melhor, "balançava o coreto" e botava a boca no trombone, literalmente.



A SEMANA NACIONAL DO CHORO CONTINUA -  A próxima apresentação será no Tua Pizza Mangabeiras no domingo (01/05). Continue acompanhando por aqui todas os detalhes sobre a programação da SEMANA NACIONAL DO CHORO 2022, uma parceria entre o Clube do Choro de BH e Sesc MG.

CONFIRA O ÁLBUM DE FOTOS DA SEMANA NACIONAL DO CHORO 2022. Crédito das Fotos: Actionbhz

29 de abril de 2022

Conjunto Regional da Serra é a atração de hoje da programação da Semana Nacional do Choro 2022.

O Regional da Serra é a próxima atração da Semana Nacional do Choro 2022. A apresentação acontece nesta sexta (29) a partir das 19 horas, no Buteco D'Avenidinha. Também nesta noite, o trombonista Marcelo Batista será homenageado com um repertório dedicado e presenças muito especiais.

Formado por amigos músicos residentes da cidade de Belo Horizonte e que se conheceram nas tradicionais rodas de choro da cidade, o grupo alcança seu sétimo ano de existência e continua atuando assiduamente na cena do choro belo horizontino.

O conjunto Regional da Serra vem se destacando no cenário do gênero na capital mineira por cultivar uma forma de executar o Choro que atualmente é muito rara de se encontrar, qual seja, o estilo “Regional”. O grupo tem uma pesquisa dedicada ao Choro, primeiro gênero musical genuinamente brasileira. No repertório, encontram-se obras dos mestres Pixinguinha, Altamiro Carrilho, Waldir Azevedo, Jacob do Bandolim, dentre vários outros renomados compositores. Desde sua formação o conjunto já participou, e participa, de diversos eventos públicos e particulares como: festivais; apresentações em praças, bares, restaurantes, teatros, residências; editais municipais e estaduais; rodas de choro e samba realizados semanalmente que movimentam a agenda cultural da cidade de Belo Horizonte.

A apresentação desta sexta acontece no Boteco D'Avedinhha Foto: Divulgação
O Regional é formado pelo pandeirista carioca radicado em BH, Daniel Nogueira; pelo flautista Pedro Alvarez que sempre teve o Choro como principal referência; pelo cavaquinista e compositor mineiro Pablo Dias e por Daniel Toledo que ficou conhecido por ocupar o acento do violão 7 cordas na tradicional roda de Choro do Bar do Salomão, no bairro da Serra, onde o regional começou sua trajetória.

A noite promete ser da melhores. Programe-se, convide os amigos para desfrutarem de mais uma atração da Semana Nacional do Choro 2022.

SERVIÇO
Clube do Choro de BH convida Regional da Serra
Data: 29/04 - Sexta-feira
Horário: 19 horas
Local: Buteco D'Avenidinha- Av. Alphonsus de Guimarães, 349 - Bairro Pompeia
Couvert: R$10,00
Informações: (31) 99542-4651