21 de maio de 2019

Choro de Mercearia se apresenta hoje no Butiquim do Valter

Grupo Choro de Mercearia
Nesta terça (21), o Grupo Choro de Mercearia faz sua tradicional Roda de Choro no Butiquim do Walter, em Santa Tereza.

A partir das 19 horas, Analu Braga na percussão, Marcos Ruffato no bandolim, Silvio Carlos no violão 7 cordas, Eduardo Macedo no cavaquinho e Raissa Anastásia na  flauta esperam por você, e garantem o melhor do chorinho. 
Programe-se.


SERVIÇO
Roda de Choro com "Choro da Mercearia"
Data: 21 de maio 2019 (terça)
Horário: 19 horas
Local: Butiquim do Walter - Rua Mármore, 181- Bairro Santa Tereza - BH

18 de maio de 2019

Beco do Choro. Uma roda matinal para alegrar seu domingo.

Domingo é dia de curtir o Beco do Choro, uma roda matinal que reúne um grupo seleto de instrumentistas.
Luiz Pinheiro na flauta, Du Macedo e Alonso nos cavaquinhos, Daniel Nogueira e Fred Lazarine na percussão, Agostinho e Geraldo Magela nos violões e Thiago Balbino no bandolim se apresentam no espaço "Tua Pizza", das 10h30 às 13h30, oferecendo um cardápio variado de Choros. Programe-se e chame os amigos.


SERVIÇO
Projeto Beco do Choro
Data: 19 de maio 2019
Horário: 10h30 às 13h30
Local: Tua Pizza Mangabeiras - Av. Bandeirantes, 1299 - Mangabeiras - BH
Informações: (31) 2510-4410

17 de maio de 2019

Roda do Padreco completa 5 anos e celebra hoje com Choro e alegria.


Hoje, logo mais a partir das 19 horas, a Roda do Padreco se reúne para festejar seus 5 anos de existência. E como local para esta grande celebração, foi escolhido o Butiquim Vila Rica (antigo bar do Bolão), tradicional reduto do Choro localizado no Padre Eustáquio, bairro de origem e que inspira o nome do grupo.

A roda é formada por alunos da Escola de Música da UEMG e seus convidados. Além de homenagear o Choro, o objetivo do grupo é reunir os amigos em torno da música, amigos que se veem pouco durante a semana, mas que têm na roda aberta uma oportunidade de se encontrar, tocar juntos e confraternizar. E hoje, o convite se estende a todos, para participar desta grande festa de quinto aniversário.
Programe-se, prestigie e chame os amigos.

SERVIÇO
RODA DO PADRECO 
Data: 17 de maio (sexta)
Horário: 19 horas
Local: Butequim Vila Rica (Antigo Bar do Bolão) - Rua Vila Rica, 637 – Padre Eustáquio – BH
Maiores informações: https://www.facebook.com/rodapadreco/

16 de maio de 2019

Prefeitura lança edital CenaPlural 2019 para programação dos teatros municipais no segundo semestre.

O prazo para as inscrições no Edital CenaPlural, lançado pela Prefeitura de Belo Horizonte por meio da Fundação Municipal de Cultura, iniciou na segunda feira (13) e permanece aberto até o dia 30 deste mês. O concurso selecionará espetáculos de música, teatro, dança, contação de histórias e circo destinados ao público infantil e adulto, que irão compor, prioritariamente, as programações artístico-culturais dos teatros municipais durante o segundo semestre do ano de 2019.

As inscrições são gratuitas e as propostas deverão ser inscritas na plataforma online Mapa Cultural BH e os documentos de habilitação entregues na sede da Fundação ainda dentro deste prazo, conforme consta nas instruções do concurso. O edital faz parte do Programa de Requalificação dos Teatros Municipais e está disponível para consulta no portal da Prefeitura. 

O Cena Plural tem como objetivo fortalecer e potencializar a produção artística nos espaços públicos, promover uma programação cultural diversa e qualificada para a população belo-horizontina, além de premiar e difundir o trabalho de artistas, coletivos e grupos locais com comprovado histórico de realizações na área. Podem se inscrever proponentes nas modalidades: Pessoa Física Individual, Coletivo de Artistas de Pessoas Físicas, Microempreendedor Individual e Pessoa Jurídica.

Novidades
Uma das principais mudanças do CenaPlural deste ano é a forma de remuneração das propostas selecionadas. O valor de remuneração seguirá uma lógica de quantidade de artistas em cena, comum a todas as categorias. 

Propostas com apenas um artista em cena terão o valor de R$ 2 mil por apresentação. Já com dois ou três artistas em cena a remuneração será de R$ 3,5 mil, enquanto com quatro ou mais artistas em cena será de R$ 5 mil. A divisão de teto por categoria definiu os valores de R$ 100 mil para dança, R$ 50 mil para circo; R$ 150 mil para teatro; R$ 50 mil para contação de histórias; e R$ 150 mil para música.

As propostas serão avaliadas de acordo com os critérios de relevância artística, clareza, qualidade técnica, adequação aos espaços, exequibilidade e capacidade da equipe profissional. Um novo destaque é a inclusão do critério protagonismo na análise das propostas. Serão pontuados com até cinco pontos projetos que proponham o protagonismo feminino, a igualdade de gêneros e/ou a promoção e a valorização do conteúdo artístico e/ou cultural das culturas negra, indígena, cigana e LGBT.


15 de maio de 2019

Choro e Chopp na Medeiros.


A Roda de Choro da Medeiros continua a esquentar as noites de quinta, no bairro Floresta. O projeto tem início às 19 horas e reúne um super time de instrumentistas. 
Thamiris Cunha no clarinete, Marcos Ruffato no bandolim, Agostinho Paolucci no violão de 7 cordas, Rafael Desidério no cavaquinho e Sandra Leão no pandeiro prometem um repertório de primeira e esperam para brindar com você. Prestigie.

SERVIÇO
Roda de Choro na Medeiros
Data: 16 de maio (quinta)
Horário: 19 horas
Local: Cervejaria Medeiros - Rua Tabaiares, 26 - Floresta
Couvert artístico: R$5,00
Informações: (31) 99127-8386

14 de maio de 2019

Túlio Araújo e o Choro Amoroso se apresentam no A Casa de Cultura.


Nesta quarta (15), o internacionalmente reconhecido percussionista mineiro Túlio Araújo e o espetacular Choro Amoroso se apresentarão, todas as quartas, no A Casa de Cultura, espaço localizado à Rua Padre Marinho, 30 em Santa Efigênia. As apresentações tem entrada gratuita.

Formado por Túlio Araújo no Pandeiro, Pablo Dias no Cavaco, Bruno Teixeira na Flauta, Augusto Cordeiro no Violão, Pedro Gomes no Ukulele Baixo e Pablo Malta no Bandolim, o grupo traz composições próprias de todos os integrantes, além de inteligentes releituras de mestres como Pixinguinha, Jacob do Bandolim, Altamiro Carrilho, Dominguinhos, Eduardo Neves, Rodrigo Lessa, John Coltrane, Villa Lobos, Tom Jobim, Milton Nascimento e Djavan, entre muitos outros. A improvisação e criatividade são as diretivas desse encontro cheio de alegria, amizade e muita musicalidade. Programe-se . O Show começa às 22h30.

SERVIÇO:Túlio Araújo e o Choro Amoroso
Data: 15/05/2019 - Quarta-Feira
Horário: Casa: 21h | Show: 22h30
Local:A Casa de Cultura
Rua Padre Marinho, 30 - Santa Efigênia - BH
ENTRADA GRATUITA

13 de maio de 2019

Prêmio BDMG Instrumental elege os melhores compositores e instrumentistas mineiros.


Em seu 19º ano, o Prêmio BDMG Instrumental chegará a final da premiação no próximo final de semana, dias 17, 18 e 19 de maio. Doze semifinalistas apresentarão para o público e para uma comissão julgadora formada por músicos consagrados, jornalistas e representantes do Sesc SP, parceiro do BDMG Cultural, composições e arranjos inéditos. Os shows vão acontecer no Teatro Sesiminas (Rua Álvares Maciel, 59 – Santa Efigênia) na sexta-feira, às 20h, sábado e domingo, às 18h. 

No domingo, quando serão conhecidos os vencedores do 19º Prêmio BDMG Instrumental, Luísa Mitre, pianista e compositora mineira, realizará um pocket show com o repertório do CD Oferenda, consagrado pelo Prêmio Marco Antônio Araújo, que destaca o melhor CD autoral, instrumental e independente, produzido entre janeiro e dezembro de 2018. Também neste dia, a cantautora Julia Branco receberá o Prêmio Flávio Henrique, de melhor CD de canção, autoral e independente, produzido entre janeiro e dezembro de 2018, pelo álbum Soltar os cavalos.

Entre os semi finalistas desta edição do BDMG Cultural estão dois associados do Clube do Choro de Belo Horizonte: os violonistas Carlos Walter e Lucas Telles.

Carlos Walter. Foto: Alexandre Rezende
Carlos Walter foi eleito um dos melhores instrumentistas do Prêmio Melhores da Música Brasileira em 2015, além de selecionado para se apresentar no 6º Festival de Choro de Paris, em 2010, Carlos Walter é um violonista mineiro de mão cheia. Autodidata, assina o livro “O violão e as linguagens violonísticas do choro” e o CD e songbook “Calendário do Afeto: suíte para violão-solo com 9 movimentos alusivos aos meses de gestação”, uma homenagem ao seu primogênito. Instrumentista requisitado, tocou ao lado de Ian Guest, Juarez Moreira, Yamandu Costa, Gabriel Grossi, Nicolas Krassik, Hamilton de Holanda, entre outros.


Lucas Telles. Foto: Élcio Paraíso
O bacharel e mestre em música pela UFMG,  Lucas Telles é veterano no Prêmio BDMG Instrumental, consagrado em 2013. Especialista quando o assunto é Radamés Gnattali, Lucas atua como professor da UFOP, onde também coordena a Orquestra de Violões. Foi premiado no projeto "Novas 3" de composição para violão solo e classificou-se em 3º lugar no concurso de composição do 1º Festival do Choro Novo. O belo-horizontino se apresentou no Reencontres internationales de la guitare de Antony, na França, e possui dois CDs gravados com o grupo Toca de Tatu, do qual é integrante e um dos fundadores. Suas composições já foram interpretadas por Giselle Couto e Deh Mussulini. Tocou ao lado de Cristóvão Bastos, Toninho Carrasqueira, Nailor Proveta, Zé Nogueira, Célio Balona, entre outros.

PROGRAMAÇÃO COM ENTRADA FRANCA
Na sexta-feira, 17, subirão ao palco os músicos Marcus Abjaud, Gustavo Figueiredo, Marcela Nunes, Lucas Telles, Pedro Gomes e Assanhado Quarteto

No sábado, 18, defenderão as suas composições PC Guimarães, Carlos Walter, Rafael Martini, Rafael Pimenta, Marcelo Fonseca e Caetano Brasil & Grupo.

Nestes dois dias, a comissão julgadora indicará os seis finalistas que se apresentarão no domingo, 19, dia da finalíssima, quando serão conhecidos os quatro vencedores, que receberão R$12 mil e shows em Belo Horizonte, no CCBB-BH, e em São Paulo, no “Instrumental Sesc Brasil”, do Sesc SP, com a participação de um convidado de renome. Também serão premiados os dois finalistas, o melhor arranjo desta edição e os dois melhores instrumentistas das três noites. A premiação é realizada pelo BDMG Cultural, com patrocínio do Ministério da Cidadania e BDMG, via Lei de Incentivo Federal à Cultura.

10 de maio de 2019

Foi tão bom que vai ter mais. Hoje tem show da saideira do BH Choro com o grupo Regional da Serra.





O Projeto BH Choro, aprovado na Lei Municipal de Incentivo à Cultura de Belo Horizonte foi um dos eventos integrantes da Semana Nacional do Choro 2019. O projeto promoveu, no último final de semana,  três super shows gratuitos que levaram um expressivo público às praças da cidade.

O BH Choro, em sua 11ª edição, está repetindo o grande sucesso dos anos anteriores. Sucesso que continua hoje, a partir das 19 horas, com o grupo Regional da Serra que faz o "show da saideira", no Bar Brasil 41, em Santa Efigênia.

O Regional da Serra é integrado pelos jovens músicos Daniel Toledo (violão sete cordas); Pablo Dias (cavaquinho); Daniel Nogueira (pandeiro) e Pedro Alvarez (flauta). No repertório, o grupo traz os clássicos do Choro e do Samba da velha guarda, que na inspirada interpretação destes artistas, vem, cada vez mais, angariando admiradores dos elaborados arranjos criados para as peças escolhidas. Programe-se leve sua alegria e chame os amigos. 

SERVIÇO 
Projeto BH Choro apresenta Grupo  Regional da Serra. 
Data: 10/05/19 (sexta) 
Horário: 19 horas 
Local: Avenida Brasil, 41 - Santa Efigênia - BH

9 de maio de 2019

Choro na Medeiros anima a Floresta.

Nesta quinta (9), a partir das 19 horas, acontece mais uma edição da Roda de Choro na Cervejaria Medeiros, no bairro Floresta. O projeto reúne um super time de instrumentistas com Thamiris Cunha no clarinete, Marcos Ruffato no bandolim, Agostinho Paolucci no violão de 7 cordas, Rafael Desidério no cavaquinho e Sandra Leão no pandeiro. Prestigie.

SERVIÇO
Roda de Choro na Medeiros
Data: 9 de abril (quinta)
Horário: 19 horas
Local: Cervejaria Medeiros - Rua Tabaiares, 26 - Floresta
Couvert artístico: R$5,00
Informações: (31) 99127-8386

8 de maio de 2019

Hoje tem Chorinho na Maloca, em Santa Tereza.

O Santa Maloca está instalado no coração de Santa Tereza, um dos bairros mais tradicionais da cena cultural, musical e boemia de Belo Horizonte. E o lugar escolhido para esse espaço cultural é um casarão construído em 1927, que sintetiza a proposta deste projeto. Diversidade musical é uma das características da casa, priorizando sempre a brasilidade.
Sendo assim,  nesta quarta (8) tem  Roda de Choro com início às 19 horas. 
Não vai perder. Programe-se e chame os amigos.

SERVIÇO
Chorinho na Maloca
Data: 08 de maio 2019 (quarta)
Horário: 19 horas
Local: Santa Maloca - Rua Mármore, 418. Santa Tereza.
Couvert artístico: R$5,00 

6 de maio de 2019

Com três dias de shows e grande público, BH Choro fecha com muito sucesso a Semana Nacional do Choro 2019.

 Orquestra Já Te digo abrindo o show da sexta feira.
A Semana Nacional do Choro 2019 reuniu durante seis dias, dezenas de músicos, em três palcos para doze shows que marcaram o calendário anual do Choro na capital mineira.
O último fim de semana foi novamente de festa para os amantes do Chorinho, que ocuparam as praças Afonso Arinos (Centro) e Duque de Caxias (Santa Tereza) para curtir mais shows da programação da Semana Nacional do Choro 2019.

Clube do Choro de BH marcando presença durante o evento, se apresentou novamente na sexta-feira. 
De sexta a domingo, o projeto BH Choro trouxe aos palcos do evento, a Orquestra Já Te digo, o Conjunto Isto é Nosso, a Orquestra de Choro da UFMG e os grupos formados por músicos associados dos Clubes do Choro de BH, Betim e de Niterói, em um grande encontro que reuniu uma nova e talentosa geração de instrumentistas e músicos consagrados, de reconhecida expressão no cenário nacional e internacional do Choro. Foi bonito de se ver e ouvir.

Sábado:  Clubes do Choro de Betim e Niterói em grande encontro no BH Choro 2019.
Domingo: Conjunto Isto é Nosso abriu o show, dando o tom da alegria do fim de tarde de domingo.
A Orquestra de Choro da UFMG, sob a regência de Marcos Flávio Aguiar, encantou
em sua apresentação de estreia e fez o público dançar.

Através de importantes parcerias com o SESC MG e a Idear Produções,  mais  uma vez o Clube do Choro de Belo Horizonte consegue manter viva a tradição de comemorar, a data máxima dos chorões e celebrar o dia nacional do Choro, em grande estilo. Viva o Choro e viva todos os chorões!

Domingo Chorão: público marcando presença na Praça Duque de Caxias, Santa Tereza.
                                                                                                                                 
CONFIRA AQUI A COBERTURA FOTOGRÁFICA DA SEMANA NACIONAL DO CHORO

5 de maio de 2019

Show de encerramento da Semana Nacional do Choro acontece hoje com Orquestra de Choro da UFMG e Conjunto Isto é Nosso.

A Orquestra de Choro da UFMG e o Conjunto Isto é Nosso são as atrações deste último dia da Semana Nacional do Choro 2019. O show de encerramento acontece através do projeto BH CHORO, em Santa Tereza.

A alegria do domingo está garantida e a animação na Praça Duque de Caxias começa com a apresentação do Conjunto Isto é Nosso, a partir das 16 horas.
O grupo é formado por Thiago Balbino (bandolim), Gustavo Monteiro (violão 7 cordas), Artur Pádua (violão), Daniel Nogueira (cavaquinho), Ronaldo Pereira (pandeiro) e Pedro Alvarez (flauta) que escolhem a dedo, o repertório para uma interpretação que busca uma maneira peculiar de executar o Choro. 
No Isto é Nosso, os violões de sete e seis cordas dialogam em contraponto e, junto ao ritmo do cavaquinho e do pandeiro, formam a base perfeita para que o bandolim e a flauta solem a melodia.

Na sequência, a Orquestra de Choro da UFMG sobe ao palco e leva todos os naipes para um super show de encerramento. O grupo é composto por flautas, saxofones, trompete, trombones, tuba, baixo acústico, violões, cavaquinho, acordeon, xilofone, pandeiro e bateria, todos alunos dos cursos da Escola de Música da UFMG. O repertório reúne basicamente, orquestrações originais feitas pelo grande mestre Pixinguinha, de suas próprias obras, além de arranjos cedidos e feitos especialmente para esta formação. O grupo tem a regência e coordenação do professor Marcos Flávio Aguiar.

Programe-se, chame os amigos e viva o Choro! 

SERVIÇO
SEMANA NACIONAL DO CHORO - BH CHORO
Data: 05 de maio (domingo)
Atrações:
16h00- Grupo Isto é Nosso
17h30 - Orquestra de Choro da UFMG
Local: Praça Duque de Caxias ( Santa Tereza)
Entrada: Gratuita

4 de maio de 2019

Clubes do Choro de Betim e Niterói se encontram em Santa Tereza: a festa da Semana Nacional do Choro 2019 continua neste sábado.

Neste sábado (4) a alegria do Chorinho volta ao bairro Santa Tereza, trazendo um grande encontro entre o Clube do Choro de Betim e o Clube do Choro de Niterói. Renomados instrumentistas se apresentam, a partir das 17 horas, em mais um show que compõe a Semana Nacional do Choro 2019.

O Clube do Choro de Betim chega ao palco com um repertório dançante e variado, que vai das gafeiras e marchinhas à bossa nova e música regional. O grupo é formado por músicos gabaritados que carregam em seus currículos, apresentações por todo o Brasil e no exterior.

O Clube do Choro de Niterói faz seu show a partir das 18h30, também com a participação de importantes instrumentistas que representam a cidade no cenário internacional do Choro. E neste sábado, traz alguns convidados. O grupo se apresenta em BH com Silvério Pontes (trombone). Alexandre Romanazzi (flauta), Charlles Peixoto (violão 7 cordas), Tiago Machado (bandolim), Marcão (trombone) e Ramon Braga (pandeiro).
Juntos e em apresentações individuais, os grupos trarão no repertório clássicos dos grandes compositores do Choro e interpretações que irão agitar a praça Duque de Caxias, e quem por lá estiver, em mais este espetáculo do Projeto BH Choro, uma promoção da Idear Produções.


SERVIÇO
SEMANA NACIONAL DO CHORO - BH CHORO
Data: 04 de maio (sábado)
Atrações:
17h00 - Clube do Choro de Betim
18h30 - Clube do Choro de Niterói
Local: Praça Duque de Caxias ( Santa Tereza)
Entrada: Gratuita



3 de maio de 2019

SHOWS DA SEMANA NACIONAL DO CHORO VOLTAM A AGITAR MAIS UM FIM DE SEMANA EM BH.

A Semana Nacional do Choro 2019 continua com grandes atrações. E o show desta sexta (3) vai agitar o Centro de BH. 

A Orquestra Já Te digo abre a noite trazendo uma performance cheia de alegria, levando para Praça Afonso Arinos, a beleza dos arranjos e composições dos grandes mestres chorões. Ela chega com a sonoridade típica da época das rádios, evocando a memória afetiva dos sons do passado.

Em seguida, a apresentação será do Grupo de Choro do Clube do Choro de Belo Horizonte. Os músicos associados sobem ao palco, garantindo a sequencia desta grande festa do Choro que segue por todo o fim de semana.

Programe-se e chame os amigos. As apresentações tem entrada gratuita e acontecem dentro do Projeto BH Choro, em parceria com a Idear Produções.

SERVIÇO
SEMANA NACIONAL DO CHORO - BH CHORO
Atrações:
-Orquestra Já Te Digo (18 horas)
-Grupo de Choro do Clube do Choro de Belo Horizonte (20 horas)
Data: 03 de maio (sexta)Horário: 18 às 21 horas
Local: Praça Afonso Arinos (Av. João Pinheiro com Av. Augusto de Lima)
Entrada: Gratuita

2 de maio de 2019

Conjunto Isto é Nosso e Orquestra de Choro da UFMG fazem grande show de encerramento da Semana Nacional do Choro 2019.

No próximo domingo (5), a Semana Nacional do Choro 2019 chega ao sexto dia de grandes shows e promove o espetáculo de encerramento, através do Projeto BH Choro.
O grupo "Isto é Nosso" se apresenta a partir das 16 horas, na Praça Duque de Caxias, em Santa Tereza. Como convidada para a grande festa, também sobe ao palco a "Orquestra de Choro da UFMG" que se apresenta às 17h30, em mais um show com entrada franca.



O Conjunto Isto é Nosso é formado por Thiago Balbino (bandolim), Gustavo Monteiro (violão 7 cordas), Artur Pádua (violão), Daniel Nogueira (cavaquinho), Ronaldo Pereira (pandeiro) e Pedro Alvarez (flauta) escolhem a dedo o repertório para uma interpretação que busca uma maneira peculiar de executar o Choro.

No Isto é Nosso, os violões de sete e seis cordas dialogam em contrapontos e, junto ao ritmo do cavaquinho e do pandeiro, formam a base perfeita para que o bandolim e a flauta solem a melodia.




A Orquestra de Choro da UFMG surgiu através da disciplina Práticas Interpretativas do Choro, ministrada pelo Prof. Marcos Flávio Freitas. 
O grupo é composto por flautas, saxofones, trompete, trombones, tuba, baixo acústico, violões, cavaquinho, acordeon, xilofone, pandeiro e bateria, todos alunos dos cursos da Escola de Música da UFMG. O repertório reúne basicamente, orquestrações originais feitas pelo grande mestre Pixinguinha, de suas próprias obras, além de arranjos cedidos e feitos especialmente para esta formação. O grupo tem a regência e coordenação do professor Marcos Flávio.


SERVIÇO
SEMANA NACIONAL DO CHORO - BH CHORO
Data: 05 de maio (domingo)
Horário: a partir das 16 horas
Atrações:
16h00- Grupo Isto é Nosso
17h30 - Orquestra de Choro da UFMG
Local: Praça Duque de Caxias ( Santa Tereza)
Entrada: Gratuita


1 de maio de 2019

SEMANA NACIONAL DO CHORO PROMOVE GRANDE ENCONTRO ENTRE OS CLUBES DO CHORO DE BETIM E DE NITERÓI.

O Chorinho volta às praças no próximo fim de semana, com shows de grandes instrumentistas que ocuparão os palcos do BH Choro, projeto que dá continuidade à Semana Nacional do Choro 2019

Os shows ocorrem nos dias 3 a 5 de maio, em três locais distintos e com a parceria do Clube do Choro de BH com a Idear Produções, produtora do evento. Confira a programação completa.

No sábado (4) o palco montado na Praça Duque de Caxias, em Santa Tereza, receberá o grande encontro do Clube de Choro de Betim com o Clube do Choro de Niterói que se apresentam individualmente e em conjunto, a partir da 17 horas.
Clube do Choro de Betim - Foto: divulgação
O Clube do Choro de Betim é um grupo de Choro e de Samba que há mais de dez anos vem participando ativamente de projetos relacionados à música brasileira.

O grupo realiza um trabalho de formação e difusão da cultura brasileira, através de oficinas, workshops e apresentações na cidade de Betim e região, tendo já formado vários músicos na cidade, que hoje seguem carreira na área artística.

Com um repertório dançante e variado, que vai das gafeiras e marchinhas à bossa nova e música regional, o grupo tem como integrantes músicos gabaritados que carregam em seus currículos, apresentações na  França, Suíça, Nova Zelândia e Argentina.

Clube do Choro de Niterói foi fundado em 28 de janeiro de 2013 com a ideia de pesquisar, divulgar e preservar este que é considerado o primeiro gênero musical urbano brasileiro, reunindo os músicos e criando um ambiente para um constante compartilhamento de informações musicais e troca de ideias que visem aprimorar a difusão do choro na cidade. 

Clube do Choro de Niterói - Foto: divulgação
Promoveu suas primeiras reuniões na Praça da Cantareira, propiciando uma aproximação do Choro como público universitário da Universidade Federal Fluminense e o público em geral. 

Em 2016, o Clube passou a realizar suas atividades no complexo do Teatro Municipal de Niterói, com apresentações mensais na Sala Carlos Couto. 

Nomes como Carlinhos Leite e Jonas do Cavaquinho representaram a cidade no cenário internacional do choro ao participarem da formação original do Conjunto Época de Ouro ao lado de Jacob do Bandolim. Em outro momento surgiram nomes como Ronaldo do Bandolim, Silvério Pontes, Rogério Souza e Márcio Hulk e tantos outros. Recentemente nomes da nova da geração de chorões da cidade, como Paulinho Bandolim e Leo Fernandes, também vêm compondo novas obras mostrando que o choro em Niterói vem se renovando.

Em cada edição, um tema é abordado, seja um autor, um disco, ou algum recorte da história do Choro e do Samba, buscando-se mergulhar no tema no aspecto musical e biográfico.  Além disso, cada edição conta com participações especiais de nomes expressivos da música do eixo Rio-Niterói.

A formação do Clube do Choro de Niterói que se apresenta em BH conta com Silvério Pontes. Alexandre Romanazzi (flauta), Charlles Peixoto (violão 7 cordas) Tiago Machado (bandolim), Marcão (trombone), convidando o pandeirista Ramon Braga.


SERVIÇO
SEMANA NACIONAL DO CHORO - BH CHORO
Data: 04 de maio (sábado)
Horário: a partir das 17 horas
Atrações:
17h00- Clube do Choro de Betim
18h30 - Clube do Choro de Niterói
Local: Praça Duque de Caxias ( Santa Tereza)
Entrada: Gratuita


30 de abril de 2019

A SEMANA NACIONAL DO CHORO CONTINUA COM TUDO E TRAZ MAIS SHOWS GRATUITOS, A PARTIR DA PRÓXIMA SEXTA.


A Semana Nacional do Choro 2019 continua com tudo e traz, a partir da próxima sexta feira, outros 6 shows gratuitos com o melhor do gênero mais original do Brasil. 

A festa agora acontece em parceria com a Idear Produções, dentro do projeto BH CHORO que comemora sua 11ª edição. 

Os shows ocorrem nos dias 3 a 5 de maio, em três locais distintos. Confira a programação completa.

Na sexta, o palco será montado na Praça Afonso Arinos, com shows a partir das 18 horas. 
A Orquestra Já Te Digo abre as apresentações da noite e, na sequenciao Grupo de Choro do Clube do Choro de Belo Horizonte, integrado por seus músicos associados sobe ao palco convidando a flautista Juliana D`Ávila.




Orquestra Já Te Digo faz sua segunda apresentação no evento. E volta na sexta trazendo sua alegria contagiante, em mais um final de semana chorão.


Orquestra Já Te Digo animou o segundo dia da Semana Nacional do Choro e volta com tudo na próxima sexta (3).

A orquestra é um projeto inédito iniciado em 2016 que pretende levar para as ruas a beleza e a alegria dos arranjos e composições  de Pixinguinha, através da sonoridade típica da época das rádios, evocando a memória afetiva dos sons do passado. É uma orquestra de rádio, de baile, de choros, polcas e maxixes, de sambas de antigos carnavais, de música de rua, de praças e coretos.

A obra de Pixinguinha é uma de suas especialidades. Sua proposta é apresentar um trabalho inédito na cidade de Belo Horizonte: tocar arranjos e composições do “pai do choro”, na sua formação original, revelando a sonoridade típica do seu conjunto de amigos, conhecido como «o pessoal da velha guarda» e que só conhecemos muitas vezes com os chiados das antigas gravações.

Formada por músicos de extensa atividade no campo da música brasileira, seja no choro, no samba, como nas fanfarras e gafieiras, na próxima sexta, a Orquestra se apresentará com a seguinte escalação: Artur Pádua (voz e apresentação),  Marcelo Chiaretti (flautim), André Marques (clarinete), Juventino Dias (primeiro trumpete), Gleisson Queiroz (segundo trumpete), Wesley Procópio (bombardino), Aldo Bibiano (Tuba), Agostinho Paolucci (violão), Du Macedo (cavaquinho), Analu Braga ( percussão) e Fernando Monteiro ( bateria).

Presente em toda a programação,  Grupo de Choro do Clube do Choro de BH traz ao palco seus músicos associados e convidados. 



O Clube do Choro de Belo Horizonte tem as suas origens nas reuniões semanais das quintas-feiras, no Bar do Bolão, no bairro Padre Eustáquio, onde vários músicos, amadores e profissionais, se reúnem, desde 1993 até hoje, em maravilhosas rodas de choro, abertas a todos os apreciadores de boa música. Nestas reuniões surgiu a ideia da fundação do Clube do Choro de Belo Horizonte, instituição sem fins lucrativos que, como quadro inicial de 23 fundadores, passou a existir a partir de 31 de maio de 2006.

Desde então, eles se mantém como uma instituição totalmente voltada para o incentivo e a divulgação da música – e em especial, o gênero choro–através de atividades de instrumentistas, compositores e intérpretes, que se dedicam ao estudo e apresentações de audições musicais em casas de espetáculos, bares e espaços culturais.

O grupo de choro é integrado por sócios músicos, profissionais e amadores. Nestes 13 anos de existência a instituição conquistou seu lugar no cenário cultural e musical do Estado de MG.

SERVIÇO
SEMANA NACIONAL DO CHORO - BH CHORO
Atrações:
-Orquestra Já Te Digo (18 horas)
-Grupo de Choro do Clube do Choro de Belo Horizonte (20 horas)
Data: 03 de maio (sexta)
Horário: 18 às 21 horas
Local: Praça Afonso Arinos (Av. João Pinheiro com Av. Augusto de Lima)
Entrada: Gratuita

29 de abril de 2019

Minas ao Luar Especial Semana Nacional do Choro 2019 aconteceu no fim de semana, trazendo grandes shows e muita alegria para BH.

Através da parceria do Clube do Choro de Belo Horizonte e SESC MG, o projeto Minas ao Luar Especial Semana Nacional do Choro teve início da última sexta feira (26) e reuniu grandes instrumentistas em três palcos instalados pela cidade. O evento promoveu espetáculos gratuitos que aconteceram também no sábado e domingo. A programação ofereceu atrações com grandes  artistas locais, além de trazer a BH, outros instrumentistas de renome nacional e internacional.

Na primeira noite do evento, o público prestigiou os shows que aconteceram na Praça ABC, lotando a calçada em frente ao Dalva Butiquim.

Túlio Araújo e o Choro Amoroso convidaram o flautista Bruno Teixeira no show de abertura e surpreenderam aqueles que ainda não conheciam o seu approach moderno. O grupo não se acomoda com o repertório tradicional do Choro, mas vai além e funde influências da música instrumental contemporânea mundial, evoca em suas apresentações artistas e mestres consagrados como Pixinguinha, Jacob do Bandolim e Altamiro Carrilho em releituras inusitadas e interpretações criativas de composições próprias. Foi  puro sucesso.         

Na sequencia, o Clube do Choro de BH se apresentou com seu grupo de instrumentistas associados. 

Na formação estavam Jonas Vitor no Sax, Geraldo Magela no violão, Rodrigo Alonso no cavaquinho, Frederico Lazarini no pandeiro, Hélio Pereira no bandolim e Cícero Gonzaga no acordeon. Os clássicos do Chorinho estavam no roteiro e os solos de flauta ficaram por conta da convidada Mariana Bruekers.
No sábado, a festa do Choro tomou conta da Savassi. A Orquestra Já Te digo se apresentou convidando o flautista Marcelo Chiaretti. A orquestra une o sopro de tuba, bombardino, dois trumpetes, flautim e clarineta à base de violão, cavaquinho, pandeiro, bateria e voz. Trata-se de um trabalho inédito em Minas Gerais e que procura fazer reverberar as pesquisas de reatualização do acervo musical brasileiro de forma autônoma e criativa. O público provou e aplaudiu.

O grupo de Choro do Clube do Choro voltou a se apresentar na segunda noite do evento e veio acompanhado da flautista Raissa Anastásia. O Chorinho seguiu com tudo.


Ontem, das 9 às 13 horas, o  palco montado na Praça Duque de Caxias reuniu músicos de grande expressão no cenário artístico nacional e internacional. O show de encerramento do Minas ao Luar - Especial Semana Nacional do Choro 2019 contou com a o prestígio da população que compareceu a Santa Tereza para apreciar mais este grande evento, com entrada gratuita.


Odette Ernest e Andrea Ernest emocionaram o público
com grandes interpretações dos clássicos do Choro.
Foto: Anderson Costa
A programação de domingo teve início com  o Grupo de Choro do Clube do Choro de Belo Horizonte,  formado por músicos associados, convidando o flautista Pedro Alvarez.

Na sequencia, o Grupo Choro da Mercearia se apresentou com Sílvio Carlos (7 cordas), Raíssa Anastásia (flauta), Marcos Ruffato (bandolim), Du Macedo (cavaquinho), Analu Braga (pandeiro) e seu convidado especial, o flautista carioca Alexandre Romanazzi.

A grande atração do dia ficou por conta da “Família Ernest”, com a presença das flautistas, mãe e filha, Odette Ernest Dias e Andrea Ernest Dias que com toda sua importância no cenário da música brasileira, trouxeram ainda maior destaque e  brilho a esta edição da Semana Nacional do Choro.

Finalizando o terceiro dia do evento, uma grande e emocionante apresentação reuniu os flautistas convidados para a celebração do instrumento destaque deste edição, quando executaram juntos "Carinhoso" do grande mestre, compositor e flautista, Alfredo da Rocha Vianna Filho, o Pixinguinha. A esta apresentação, especialmente, o público aplaudiu de pé e cantou junto, em uníssono.

A Semana Nacional do Choro continua nos dias 3, 4 e 5 de maio, com seis shows também imperdíveis. Desta vez através do BH Choro, em parceria com a Idear Produções. Chame os amigos e continue prestigiando a programação da Semana Nacional do Choro 2019.



Os flautistas Mariana Bruekers, Marcelo Chiaretti, Odette Ernest Dias, Andrea Ernest Dias, Alexandre Romanazzi, Bruno Teixeira, Raissa Anastásia e Pedro Alvarez reunidos para a execução solo de Carinhoso no grande encerramento do Minas ao Luar Especial Semana Nacional do Choro.

28 de abril de 2019

Semana Nacional do Choro: super show em Santa Tereza traz instrumentistas consagrados em uma homenagem especial à flauta.

Nesta edição da Semana Nacional do Choro, a flauta é o destaque. E neste domingo (28), o super show que acontece no palco montado em Santa Tereza trará grandes atrações para reverenciar este instrumento. Entre elas, a flautista Odette Ernest, internacionalmente consagrada, que se apresentada com sua filha e também flautista, Andrea Erneste.

O terceiro dia do evento, que acontece promovido através do Minas ao Luar - Especial Semana Nacional do Choro, trará também ao palco o Grupo Choro de Mercearia, que convida o flautista carioca Alexandre Romanazzi. O Grupo de Choro do Clube do Choro de BH volta a se apresentar e, desta vez,  tendo como convidado o flautista Pedro Alvarez.

O espetáculo deste domingo tem um momento especial quando se reunirão no palco Odete Ernest, Alexandre Romanazzi, Mariana Bruekers, Raissa Anastásia, Andrea Ernest e Pedro Alvarez para uma grande apresentação em conjunto e em homenagem à flauta.  Imperdível.

A semana continua em maio, deste vez dentro da programação do BH Choro, com seis shows, em três dias e dois locais distintos. Continue acompanhando e prestigiando a programação.

SERVIÇO
Data: 28 de abril (domingo)
Local: Praça Duque de Caxias (Santa Tereza)
Horário: a partir das 9 horas
Programação: Com transmissão direta pela Rádio Itatiaia, no programa Hora do Coroa, apresentado pelo comunicador Acir Antão.
9 horas: Grupo de Choro do Clube do Choro de Belo Horizonte, convida o flautista Pedro Alvarez
10 horas: Grupo Choro da Mercearia convida o flautista Alexandre Romanazzi, (RJ).
11 horas: A“Família Ernest”, com a presença das flautistas, mãe e filha, Odete Ernest e Andrea Ernest, acompanhadas por regional com nomes consagrados no choro nacional.
12 horas: Show de encerramento com a homenagem ao instrumento Flauta reunindo Odete Ernest, Alexandre Romanazzi, Mariana Bruekers, Raissa Anastásia, Andrea Ernest e Pedro Alvarez.
Entrada: gratuita

27 de abril de 2019

Neste sábado, o palco da Semana Nacional do Choro estará na Savassi e com shows gratuitos.

Neste sábado (27), o palco da Semana Nacional do Choro 2019 estará na Savassi e vai vibrar ao som da Orquestra Já te Digo,  que faz a abertura deste segundo dia do evento. 

Na sequencia, a apresentação do Grupo de Choro do Clube do Choro de Belo Horizonte, com seus músicos associados, garante ainda mais chorinho para sua noite.

Marcelo ChiarettiRaissa Anastásia são os flautistas solistas convidados de hoje e levam ao palco, o instrumento destaque desta edição.

Programe-se, chame os amigos e prepare-se para uma maratona de Chorinho. A Semana Nacional do Choro acontece nos dias 26, 27 e 28 de abril, dentro do Projeto Minas ao Luar Especial  (SESC MG)  e prossegue nos dias 3,4 e 5 de maio com o Projeto BH Choro (Idear Produções). 

SERVIÇO
SEMANA NACIONAL DO CHORO
- Orquestra Já te Digo convidando o flautista Marcelo Chiaretti
- Grupo de Choro do Clube do Choro de Belo Horizonte convidando a flautista Raissa Anastásia.
Data: 27 de abril (sábado)
Horário: 17 horas
Local: Praça Diogo Vasconcelos (quarteirão fechado da rua Antônio de Albuquerque, entre a praça e a rua Paraíba)
Entrada: gratuita

26 de abril de 2019

SEMANA NACIONAL DO CHORO 2019 COMEÇA HOJE , TRAZENDO SHOWS IMPERDÍVEIS.

A Semana Nacional do Choro 2019 começa hoje com grandes atrações e entrada gratuita. O show de abertura será com com Túlio Araújo e Choro Amoroso que convidam o flautista Bruno Teixeira. Em seguida, a apresentação será do Grupo de Choro do Clube do Choro de Belo Horizonte, integrado por seus músicos associados, convidando a flautista Mariana Bruekers.

Programe-se, chame os amigos e prepare-se para uma maratona de Chorinho. A Semana Nacional do Choro acontece nos dias 26, 27 e 28 de abril, dentro do Projeto Minas ao Luar Especial e prossegue nos dias 3,4 e 5 de maio com o Projeto BH Choro. 

O evento acontece neste ano, através de parcerias do Clube do Choro de BH, SESC/MG e Idear Produções.



SERVIÇO
SEMANA NACIONAL DO CHORO - Show de abertura 
- Túlio Araújo e Choro Amoroso convidando o flautista Bruno Teixeira.
- Grupo de Choro do Clube do Choro de Belo Horizonte convidando a flautista Mariana Bruekers.
Data: 26 de abril (sexta-feira)
Horário: 18h30
Local: Praça ABC (em frente ao Dalva Botequim)

25 de abril de 2019

GRANDE ESPETÁCULO TRAZ INSTRUMENTISTAS CONSAGRADOS A BH E DÁ CONTINUIDADE À SEMANA NACIONAL DO CHORO 2019.


A Semana Nacional do Choro 2019, uma parceria entre o Clube do Choro de BH, SESC MG e Idear Produções, começa amanhã (26) e traz também, no sábado e domingo, diversas atrações gratuitas para os amantes do Chorinho. Neste fim de semana, os shows acontecem dentro do Projeto Minas ao Luar Especial e se estenderão, através do BH Choro que acontece de 3 a 6 de maio. 

Amanhã, o show de abertura , acontece na Praça ABC (em frente ao Dalva Botequim - Rua Ceará, 1548), a partir da 18h30. As atrações serão Túlio Araújo e Choro Amoroso que convidam o flautista Bruno Teixeira. Em seguida, a apresentação será do Grupo de Choro do Clube do Choro de Belo Horizonte, integrado por seus músicos associados, convidando a flautista Mariana Bruekers.

No sábado (27), o show tem início às 17 horas e será com a Orquestra Já Te Digo que se apresenta em grande estilo, convidando o flautista Marcelo Chiaretti. Na sequencia, o Choro continua com máxima alegria. Será a vez do Grupo de Choro do Clube do Choro de Belo Horizonte ocupar o palco, convidando a flautista Raissa Anastásia.

Domingo (28) será o dia de grandes atrações que acontecerão no super palco montado na Praça Duque de Caxias, em Santa Tereza. A programação com início às 9 horas terá transmissão ao vivo pela Rádio Itatiaia, no programa A Hora do Coroa, apresentado pelo radialista e Presidente do Clube do Choro de BH, Acir Antão.

O Grupo de Choro do Clube do Choro de Belo Horizonte, formado por instrumentistas associados abrirá o espetáculo convidando o flautista Pedro Alvarez (Cabral)

Pedro Alvarez (Cabral) - Foto: Maria Cristina Alvarez Leite
Desde 2010, Pedro Alvarez apresenta-se como flautista, sempre tendo o choro como principal referência. Formou-se nas rodas de Choro de Belo Horizonte, dentre as quais se destaca a que acontece no Bar do Salomão desde 2009, no bairro Serra. Participou de vários eventos culturais e apresentações em diversas cidades como: Tiradentes, Ouro Preto, Belo Horizonte, Betim, Contagem, Visconde do Rio Branco, São Luís do Maranhão, Porto Velho, Guajaramirim e Lisboa.

Nesses encontros conheceu vários músicos e passou por diversos grupos de Choro, primeiramente nos conjuntos Canela de Ema e Horas Vagas e, posteriormente, o Conjunto Isto é Nosso, Regional do Salomão e Regional da Serra. Apresentou-se em eventos e rodas de choro com alguns consagrados músicos como Zé da Velha e Silvério Pontes, Paulão 7 cordas, Hamilton de Holanda, João Camarero, Paulinho Pedra Azul, Antônio Rocha, Regional Imperial, Eduardo Neves, Yamandu Costa, dentre outros.

O espetáculo continua com Choro da Mercearia convidando o flautista Alexandre Romanazzi.

Choro da Mercearia - Foto Natália Gomes
O grupo Choro da Mercearia é composto por músicos reconhecidos na cena mineira: Sílvio Carlos (7 cordas), Raissa Anastásia (flauta), Marcos Ruffato (bandolim), Du Macedo (cavaco) e Analu Braga (pandeiro). Surgido em 2017, com apresentações semanais na extinta Mercearia Maria Flor, no bairro Santa Tereza, as rodas sempre foram marcadas por um clima leve e animado, e ainda acontecem semanalmente, às terças-feiras, no Butiquim do Walter, com crescente adesão da classe musical mineira e do público.


Alexandre Romanazzi
Alexandre Romanazzi- Foto: Netinho Albuquerque
Gravou com grandes nomes da MPB, tais como Nelson Sargento, Monarco, Herivelto Martins, Moreira da Silva, Carmem Costa, Jamelão, Mário Lago, Beth Carvalho, Dona Ivone Lara, Zeca Pagodinho, Dudu Nobre, Martinho da Vila, Braguinha, Carlos Poyares, Altamiro Carrilho, Guilherme de Brito, Mestre Marçal, Zeketi, João Nogueira, Délcio Carvalho, Noca da Portela, Ney Lopes, Wilson Moreira, Elton Medeiros e Zezé Gonzaga entre outros. Fez parte da Banda do Luiz Melodia com o show Estação Melodia, do espetáculo Histórias de Um João de Barro da Bia Bedran, do Conjunto Samba Bom e do Conjunto Instrumental Pé de Moleque. Hoje faz parte do Conjunto Forró do Kiko, Grupo Folclórico e Carnavalesco Cordão do Boitatá, Conjunto Gafieirando e do Coletivo Choro Na Rua, que se apresenta em praças e nas ruas do Rio de Janeiro e de todo o Brasil.

FAMÍLIA ERNEST - o grande destaque nesse domingo. 

O grande destaque da programação neste domingo é a flautista Odette Ernest, nome importante da história do choro no Brasil e que tem notória representatividade neste estilo musical prioritariamente masculino. A partir das 11 horas, a atração será a “Família Ernest”, com a presença das flautistas, mãe e filha, Odete Ernest e Andrea Ernest, acompanhadas por regional com nomes consagrados no choro nacional.
Odette Ernest e Andrea Ernest - os destaques neste domingo. Foto: divulgação.

Marie Thérèse Odette Ernest Dias (Paris, 2 de fevereiro de 1929) é uma concertista e flautista francesa que chegou ao Brasil aos 20 anos para integrar a Orquestra Sinfônica Brasileira e a Orquestra Sinfônica Nacional, participou de momentos importantes da história musical do Brasil, e dedica-se até hoje à pesquisa e ensino de música, além das atividades como instrumentista.

Naturalizada brasileira, Odette Ernest estudou flauta transversal, história da música e estética no Conservatoire National Superieur de Paris, onde obteve em 1951 o primeiro prêmio em flauta e a primeira medalha de estética. Conquistou por unanimidade a primeira medalha de flauta no Concurso Internacional de Genebra (Suíça) e, em 1952, a convite do maestro Eleazar de Carvalho, veio para o Brasil para tocar na Orquestra Sinfônica Brasileira, permanecendo até 1969.

Fez parte das orquestras da Rádio Tupi, da Rádio Mayrink Veiga, da Rádio Nacional e da TV Globo. Participou de gravações com inúmeros artistas da música popular, inclusive da histórica gravação, em 1958, de músicas de Tom Jobim por Elizeth Cardoso. Exerceu as funções de solista de orquestra, recitalista e camerista, sendo inclusive fundadora da Camerata do Rio. Atuou como professora do Conservatório Brasileiro de Música e dos Seminários de Música Pró-Arte (RJ).

De 1974 a 1994, residindo em Brasília, foi titular da Universidade Federal de Brasília por notório saber, atuando como professora de flauta, estética e musicologia. Atuou também como professora visitante da Universidade do Texas, em Austin, nos Estados Unidos, em 1982; como professora visitante na Universidade Federal de Minas Gerais em 1992; e como professora convidada pela Fundação de Educação Artística em Belo Horizonte.

Mãe dos instrumentistas Carlos, Jaime, Elizabeth, Cláudia e Andréa Ernest Dias, toca frequentemente em duo com Elza Kazuko Gushikem (piano), com Jaime Ernest Dias (violão), Roberto Rutigliano (bateria) ou Bridget Moura Castro (piano).

Nesse domingo, a "FAMÍLIA ERNEST" estará representada também pela flautista Andrea Ernest.
Durante 28 anos foi flautista solista da Orquestra Sinfônica Nacional–UFF (1991 a 2019). Atualmente integra os grupos Trio 3-63, Abstrai Ensemble, Banda Ouro Negro, Carlos Malta & Pife Muderno e o Duo Andrea Ernest Dias & Elodie Bouny. Fez parte da Orquestra Pixinguinha e Orquestra de Música Brasileira, do Quinteto Pixinguinha e da Banda de Câmara Anacleto de Medeiros. Doutora em flauta pela Universidade Federal da Bahia e autora do livro Moacir Santos, ou os Caminhos de um Músico Brasileiro (Edições Folha Seca/CEPE, 2014/2016). Idealizadora e diretora artística do Festival Moacir Santos.

FLAUTA O INSTRUMENTO EM DESTAQUE.

Na edição 2019 da Semana Nacional do Choro, a flauta será o instrumento de destaque. A programação trará um elenco de flautistas que irão abrilhantar todas as apresentações e o show de encerramento das apresentações no domingo será para referenciar este importante instrumento nas formações e composições do Choro. Para isto, se encontrarão no palco, Odete Ernest, Alexandre Romanazzi, Mariana Bruekers, Raissa Anastásia, Andrea Ernest e Pedro Alvarez.

A semana continua em maio, deste vez dentro da programação do BH CHORO, com seis shows, em três dias e dois locais distintos. Continue acompanhando e prestigiando a programação.