31 de maio de 2016

Regional do Muringueiro em roda de Choro nesta quarta.

Com clássicos do gênero e composições autorias dos seus componentes, o "Regional do Muringueiro" toca amanhã, a partir das 19 horas, em sua tradicional roda de Choro que acontece sempre às quartas feiras. Programe-se.


SERVIÇO
Roda de Choro com Regional do Muringueiro
Data: 01/06/2016 (quarta)
Horário: 19 horas
Local: O Muringueiro - R. Juacema, 416 - Bairro da Graça - BH
Entrada: R$10,00

30 de maio de 2016

Noite de terça com "Esquina do Choro".

Amanhã acontece mais uma terça com chorinho do projeto "Esquina do Choro". O show no Contemporâneo Gastrô Show começa às 19 horas e no palco estarão: Marcos Flávio no trombone, Silvio Carlos no violão, Warley Henrique no cavaquinho e Ricardo Acácio no pandeiro. Programe-se.

SERVIÇO:
Projeto Esquina do Choro
Data: 31 de maio 2016 (terça)
Horário: 19h00
Local: Contemporâneo Gastro Show
Av. Pasteur, 4. Bairro Santa Efigênia
BH/MG.
Couvert: R$15,00

27 de maio de 2016

Conjunto Isto é Nosso abre amanhã o Projeto Dia de Feira 2016.


O show de lançamento do projeto "Dia de Feira" na Feira Silva Lobo já tem data marcada: amanhã, sábado, 28 de maio, às 13h30, o conjunto Isto é Nosso abrirá a programação homenageando grandes mestres do Choro e incluindo composições autorais.
O conjunto de jovens músicos já participou de importantes festivais como o Circuito de Música Acústica, o BH Instrumental e o Festival Choro Livre, neste último tiveram a honra de se apresentar ao lado do grande Hamilton de Holanda.
Programe-se. Não dá pra perder! 

SERVIÇO
Projeto Dia de Feira apresenta: Conjunto Isto é Nosso
Data: 28 de maio 2016
Horário: 13h30
Local: Feira de Artes e Artesanato da Avenida Silva Lobo
Endereço: Avenida Silva Lobo, s/nº ( entre as ruas Cururipe e Canaân) - Bairro Nova Granada - BH
Entrada Franca
Emoticon smile

26 de maio de 2016

Zé da Velha e Silvério Pontes sacudindo o Pedacinhos do Céu.

Zé da Velha e Silvério Pontes - Foto: divulgação
Na próxima sexta,27 de maio tem um programa imperdível no Pedacinhos do Céu. O palco do reduto do Choro da cidade  ficará mais estrelado com a presença da dupla Zé da Velha e Silvério Pontes, que promete sacudir BH com o melhor do Choro e da gafieira. O show começa às 21 horas. Programe-se.

SERVIÇO
Zé da Velha e Silvério Pontes no "Pedacinhos do Céu"
Data: 27 de maio 2016 (sexta)
Horário: 21h00
Local: Pedacinhos do Céu - Rua Belmiro Braga, 774- Bairro Alto Caiçara. BH
Couvert artístico: R$20,00 (A casa não aceita cartões de crédito. Somente dinheiro ou cheque)
Informações: (31) 3462-2260 e (31) 8899-6624

25 de maio de 2016

MUITO CHORINHO NA DESPEDIDA DO FESTIVAL BOTECAR 2016.

A festa resenha será realizada no próximo sábado, com a presença de vários grupos de Choro.

Quem não teve tempo de se deliciar com os tira-gostos do festival Botecar 2016, que contou com 50 bares e botecos de Belo Horizonte, ainda terá chance de provar muitos quitutes na festa de encerramento. A Resenha Botecar será realizada no sábado, dia 28 de maio, das 12 às 22 horas, no estacionamento do Parque das Mangabeiras. O evento reunirá 40 barraquinhas à disposição do público que, além do cardápio que fez parte do festival, ainda vai poder se divertir ao som de samba e chorinho.

Cerca de 4 mil pessoas compareceram à festa de encerrramento em 2015.  Foto: André Correia

PROGRAMAÇÃO 
A programação musical  reserva um cardápio de primeira com as seguintes apresentações:

Clube do Choro de Belo Horizonte convida Ausier Vinícius (MG)
Grupo Flor de Abacate – Juninho Braga e Gisele Couto (MG)
Banda do Marcão (MG)
Banda Zé da Velha e Silvério Pontes (RJ)
Banda Cordão do Boi Tatá (RJ)

Palestras  e exposição fotográfica
O público ainda poderá participar de palestras:  sobre o Choro às 15h30 com André Diniz e às 16h sobre samba, com Acir Antão. 
A Exposição fotográfica 100 Anos de Samba e Choro (coletânea do trabalho de diversos fotógrafos) acontece no mesmo local.

SERVIÇO
Resenha Botecar 2016
Data: 28 de maio (sábado)
Horário: das 12 às 22 horas
Local: Estacionamento do Parque das Mangabeiras - BH
Ingressos: 1 convite será trocado por 2KG de arroz ou 2KG de feijão. (Troca limitada a 4 convites por pessoa) 
Local de troca dos ingressos: Central dos Eventos - Rua Fernandes Tourinho, 470, loja 16, Savassi.
De segunda a sexta, das 10h às 19h, e sábado, das 10h às 16h.  
Não haverá troca de ingressos no local do evento. 
Classificação: 18 anos. Menores podem entrar acompanhados dos responsáveis. 

Grupo Choro de Varanda em noite de chorinho no Espaço Suricato.

Grupo Choro de Vranda - Foto: divulgação

O grupo Choro de Varanda se apresenta na próxima sexta, no Espaço Cultural Suricato. Para promover mais uma bela noite com chorinho, o grupo formado por Daniel Rosa (7 cordas), Guizé Medeiros (flauta), Marcos Ruffato (bandolim), Rafael Pimenta (cavaquinho) e Rubens Costa (pandeiro) fez uma escolha de primeira: clássicos de Pixinguinha, Jacob do Bandolim, Altamiro Carrilho, K-Ximbinho e de compositores contemporâneos como Paulinho da Viola e Toninho Ferraguti. 
O evento acontece a partir das 19 horas. Programe-se.

SERVIÇO
Grupo Choro de Varanda no Espaço Cultural Suricato
Data: 20 de maio de 2016 (Sexta)
Horário: 19h00
Local: Espaço Cultural Suricato - Rua Souza Bastos, 175, Bairro Floresta - BH
Couvert artístico: R$12,00

24 de maio de 2016

Chega mais que a Terça do Choro com o Conjunto Isto é Nosso é hoje.



Hoje, a partir das 19 horas, o grupo "Isto é Nosso", formado pelos músicos Thiago Balbino, Pedro Alvarez, Gustavo Monteiro, Artur Padua, Daniel Nogueira e Ronaldo Emerenciano Pereira, faz sua primiera roda de choro do ano. O evento acontece no "Do Chef Espetos" e promete um repertório de primeira. Programe-se.

SERVIÇO
Roda de Choro com o Conjunto "Isto é Nosso"
Datas: 24 de maio (terça-feira)
Horário: 19 horas
Local: Do Chef Espetos  
Endereço: Av. Cônsul Antônio Cadar, 122 - Lj 1 - São Bento -Belo Horizonte
Informações: (31)8496-1060

Logo mais, no Contemporâneo, tem "Projeto Esquina do Choro".


O projeto "Esquina do Choro" continua com o melhor repertório, na interpretação de grandes instrumentistas. E hoje tem mais, no palco do Restaurante Contemporâneo.
Os associados do Clube Marcos Flávio (trombone) e Silvio Carlos (violão de 7 cordas), além de Warley Henrique (cavaquinho) e Ricardo Acácio (pandeiro) tocam a partir das 19 horas.
Programe-se.

SERVIÇO:
Projeto Esquina do Choro
Data: 24 de maio 2016 (terça)
Horário: 19h00
Local: Contemporâneo Gastro Show
Av. Pasteur, 4. Bairro Santa Efigênia
Belo Horizonte/MG.
Couvert: R$15,00

20 de maio de 2016

Trio Bola Preta se apresenta hoje, no Espaço Cultural Suricato.


Logo mais, às 19 horas , o Trio Bola Preta sobe ao palco do Espaço Cultural Suricato promovendo uma bela noite com Chorinho. 
O grupo nasceu em 2011 na Holanda. Atualmente radicado no Brasil é formado por Mariana Bruekers (MG/Brasil) na flauta, Francisco Medina (Lisboa/Portugal) no violão de 7 cordas e Natália Mitre (MG/Brasil) no pandeiro.
O som do Trio combina a multiculturalidade e as diferentes influências dos músicos com outros rítmos e estilos como o Fado, Salsa, Maracatú, Frevo e Baião em arranjos dos melhores choros do repertório brasileiro e composições próprias e de amigos.

SERVIÇO
Trio Bola Preta no Espaço Cultural Suricato
Data: 20 de maio de 2016 (Sexta)
Horário: 19h00
Local: Espaço Cultural Suricato - Rua Souza Bastos, 175, Bairro Floresta - BH
Couvert artístico: R$12,00

19 de maio de 2016

CLUBE DO CHORO DE BH ENCERRA AS COMEMORAÇÕES DOS SEUS 10 ANOS DE FUNDAÇÃO, PROMOVENDO UM GRANDE ESPETÁCULO.

Com plateia lotada, o show "Clube do Choro de BH convida Hélio Pereira, Hamilton de Holanda e Ian Coury" foi a grande atração da noite do último sábado , no Palácio das Artes.

Clube do Choro de BH em festa. Foto: ACTIONBHZ
O encerramento dos eventos comemorativos dos 10 anos de fundação do Clube do Choro de Belo Horizonte aconteceu com um super espetáculo musical, na noite do último sábado, 14 de maio, no Grande Teatro do Palácio das Artes.
A abertura do evento foi realizada pelo Presidente do Clube do Choro de BH, Acir Antão e promovida através da execução do Hino Nacional Brasileiro, pelos músicos associados, com arranjo original de Silvio Carlos. A execução foi fortemente aplaudida, deixando claro que aquela seria mesmo uma noite bastante especial.
Com casa lotada, o show contou com a presença de centenas de pessoas que prestigiaram e aplaudiram esta noite de gala do Choro. Entre elas, o Excelentíssimo Sr. Secretário de Estado de Cultura de MG, Angelo Oswaldo, o renomado músico húngaro Ian Guest, precursor no Brasil do ensino da música popular, o vereador Arnaldo Godoy, manifesto apreciador do Chorinho e frequentemente presente aos eventos do Clube, entre outras figuras de destaque.

Com plateia lotada, o Clube do Choro de BH comemorou seus 10 anos de fundação - Foto: ACTION BHZ

DO BAR DO BOLÃO AO PALÁCIO DAS ARTES
O Clube do Choro de Belo Horizonte tem as suas origens nas reuniões semanais das quintas-feiras, no tradicional Bar do Bolão (atual Butiquim Vila Rica), no bairro Padre Eustáquio, onde vários músicos, amadores e profissionais, se reúnem, desde 1993 até hoje, em maravilhosas rodas de Choro, abertas a todos os apreciadores de boa música, bom papo e agradável convivência. Dessas reuniões, há dez anos, surgiu o Clube do Choro. Nesta década de existência, a instituição conquistou seu lugar no cenário cultural e musical da cidade. 
Uma década do melhor do Chorinho e de muita amizade estava sendo comemorada no último sábado e, para tanto, o palco foi compartilhado pelos músicos fundadores e os novos associados, numa reverência musical a este gênero que agrada a diferentes gerações.
O público pode assistir a um grupo formado pelos músicos associados Sílvio Carlos (violão 7 cordas e direção musical), Carlos Walter (violão), Luiz Guilherme (cavaquinho), Oszenclever Camargo (pandeiro) e Marcos Flávio Aguiar (trombone), além dos sócios que atuaram como solistas convidados, Mário de Castro, Geraldo Felipe Prates, Marcelo Ribeiro, José Carlos Choairy, Lucas Telles, Ausier Vinicius, Warley Henrique e a voz do presidente do Clube, Acir Antão, na homenagem prestada ao nosso saudoso sócio Mozart Secundino, falecido no ano passado.


(Para rever as fotos aperte a tecla F5)

Na primeira parte do espetáculo este grupo interpretou clássicos como: "Amigo Velho" (C. de Alencar/Hélio Nascimento), "Na Glória" (Raul de Barros), "Chorinho Antigo" (Waldir Azevedo), "Chorando baixinho" (Abel Ferreira), "Segura ele" (Pixinguinha), "Cinema mudo" e "Delicado" (Waldir Azevedo) , além da composição de "Naquela mesa" (Sérgio Bittencourt) que foi executada como um tributo a Mozart Secundino de Oliveira.

TRÊS GERAÇÕES NO BANDOLIM
A segunda parte do espetáculo teve como atração principal, três ilustres bandolinistas convidados: o sócio fundador do Clube do Choro de BH, Hélio Pereira; o jovem talento brasiliense, Ian Coury e Hamilton de Holanda, considerado hoje um dos maiores bandolinistas do mundo e criador da técnica pioneira do bandolim de 10 cordas.

Hamilton de Holanda, Hélio Pereira e Ian Coury. três gerações de bandolinsitas  no palco .

Contagiando a plateia, Hamilton de Holanda ofereceu um show à parte, com sua música focada na beleza e na espontaneidade, unindo tradição e modernidade. Hamilton carrega no DNA a fusão do incentivo familiar, do Bacharelado em Composição pela Universidade de Brasília e da pratica das rodas de choro. Essa identidade o permite transitar com tranquilidade pelas mais diferentes formações (solo, duo, quarteto, quinteto, orquestra), consolidando, assim, uma maneira de expor ideias musicais e impressões sobre a vida com “o coração na ponta dos dedos”.



E tudo isto ele compartilhou, dividindo solos com Ian Coury, este jovem virtuoso que escolheu o Choro como gênero favorito e mantem como principais influências os bandolinistas Jacob do Bandolim e o próprio Hamilton de Holanda. 
Ian prova que talento não tem idade. Aos 14 anos de idade é reconhecido pela Academia Brasileira de Ciências, Artes, História e Literatura com Certificado de Mérito Artístico Cultural e Destaque Musical. Em seu currículo traz participações no Curso Global Strings Intensive, realizado pela Berklee College of Music, Boston/USA, realizado em junho de 2015, além de participações em vários programas de TV e Rádio.

Hélio Pereira que um dos sócios fundadores do Clube, foi aplaudido de forma emocionada pela plateia e pelos colegas que dividiram com ele, este momento em que pode mais uma vez, demonstrar toda a técnica e conhecimento musical acumulado ao longo de sua trajetória. Ele que foi um dos homenageados da noite é considerado um dos nossos mais respeitáveis multi-instrumentistas. Com repertório variado, principalmente de Choro, e participação garantida em eventos musicais de primeira linha, Hélio não esconde de ninguém que aprendeu a tocar violão ainda menino na Pedreira Prado Lopes, em BH, onde nasceu em 1932, e também foi criado. Aos 10 anos de idade, já tocava com a avó e irmãos, todos violonistas. Aos 25 anos, começou a tocar o 2º violão no regional de Waldir Silva, quando teve a oportunidade de se apresentar acompanhando nomes como Nelson Gonçalves, Sílvio Caldas, Orlando Silva, Jorge Veiga e Emilinha Borba. Participou de inúmeras gravações de LPs e CDs consagrados, especialmente com o grupo do próprio Waldir Silva e atuou nos Conjuntos Os Marajós, Autentic Jazz Band e Nova Diex Band. Por muito tempo, Hélio  foi também o 2º trombone da Orquestra Sinfônica de Minas Gerais (OSMG), onde se aposentou. Dono de um sopro inconfundível é também autor de várias composições.

Interpretando composições como "Vibrações", de sua autoria, além de outras que fazem parte do seu novo álbum (com músicas de Chico Buarque), Hamilton de Holanda ainda tocou "Santa Morena" ao lado de Hélio Pereira e "Receita de Samba" com Ian Coury.  Os três bandolinistas brindaram o público com "Noites cariocas", em conjunto com o grupo do Clube do Choro de BH. Muito aplaudidos, os músicos acompanharam a plateia em um grande e emocionado número final. A música "Carinhoso" foi entoada em uníssono, fazendo o encerramento das comemorações dos 10 anos do Clube do Choro de BH em "tom maior".

(Para rever as fotos aperte a tecla F5)

Este evento contou com o patrocínio do SISTEMA FIEMG e apoio cultural do BDMG. Cobertura fotográfica de Nilson Cota e ACTIONBHZ.

Projeto "Dia de Feira" divulga resultado do edital 2016. Entre os selecionados, figuram associados do Clube do Choro de BH.

Saiu a divulgação do resultado do edital do Projeto Dia de Feira. Foram 133 inscrições entre bandas e artistas de 8 Estados e 31 cidades diferentes. Um número expressivo de inscrições, apresentando muita qualidade e diversidade. Fato que tornou, segunda a comissão organizadora, muito difícil a tarefa de selecionar os 26 nomes que integrarão a programação artística do "Dia de Feira!" e que irão movimentar ainda mais a Feira de Arte e Artesanato da Av. Silva Lobo e da Feira Tom Jobim.

Confira aqui a lista completa dos selecionados . 



18 de maio de 2016

Luiz Otávio Savassi Rocha lança a obra "Histórias do Choro - Crônicas Reunidas", em noite de autógrafos no Palácio das Artes.

Foto: ACTION BHZ
O lançamento da obra impressa "Histórias do Choro - Crônicas Reunidas" de autoria de Luiz Otávio Savassi Rocha, no último sábado, 14 de maio, marcou mais um dos momentos especias das comemorações dos 10 anos do Clube do Choro de Belo Horizonte. 
A noite de autógrafos ocorreu no foyer do Palácio das Artes, contando com um público expressivo prestigiando o autor e sua obra, que reúne, com alguns acréscimos e modificações, as 15 crônicas publicadas on-line, entre agosto de 2013 e dezembro de 2015, neste blog/site.

O livro que se destina não apenas aos "chorões", mas também àqueles que apreciam a música brasileira de qualidade e se interessam por sua história,  passou a fazer parte da biblioteca de todos os associados, já que, para marcar a celebração dos 10 anos do clube, um exemplar foi entregue a cada um deles.
Também o acervo literário do Clube do Choro de BH, que se encontra em fase de formação, acaba de ganhar uma obra que traz em seu conteúdo, muito da história do próprio Clube, que é refletida através de vários personagens que transitam pelas páginas deste livro.


Além de todos os membros da Diretoria e Conselho Deliberativo do Clube do Choro de BH, dezenas de associados, vários músicos e muitos outros apreciadores da literatura e do Choro, estiveram presentes a esta noite de festividade e reverência ao gênero musical que se apresenta como personagem principal desta obra.

SOBRE O AUTOR
Luiz Otávio Savassi Rocha é associado do Clube do Choro de Belo Horizonte desde sua fundação, em 2006. Seu pai, Cristóvão Colombo Rocha, cordisburguense, era conterrâneo e amigo do genial escritor João Guimarães Rosa; sua mãe, Neli Savassi Rocha, de ascendência italiana pelo lado paterno, era natural do Rio de Janeiro, o berço do choro – “a essência musical da alma brasileira”, no entendimento de Heitor Villa-Lobos. Graduado pela 53ª turma da Faculdade de Medicina da UFMG, em 1968, continua visceralmente ligado à centenária instituição na condição de Professor Emérito de Clínica Médica, título que lhe foi outorgado em 2010.




A cobertura fotográfica deste evento foi realizado por Nilson Cota e pela ACTION-BHZ .

Os interessados em adquirir o livro "Histórias do Choro - Crônicas reunidas" poderão fazê-lo na Cooperativa de Consumo, Editora e de Cultura Médica (COOPMED), localizada no prédio da Faculdade de Medicina da UFMG - Avenida Alfredo Balena, 190 - BH Tel: (31)3273-1955. 

17 de maio de 2016

Conservatório UFMG lança edital para programação cultural no segundo semestre deste ano.


O Conservatório UFMG lança edital para a seleção de músicos e grupos musicais que tenham interesse em participar de sua programação cultural durante o segundo semestre de 2016.
As inscrições podem ser feitas entres os dias 02 de maio a 19 de junho de 2016, mediante preenchimento e envio do Formulário-proposta disponibilizado pelo Edital 05/Conservatório UFMG na página do Conservatório UFMG http://www.conservatorio.ufmg.br/paginas/edital.html .

Os projetos selecionados irão compor a programação da série Palco Livre no 2º semestre de 2016.  As propostas serão avaliadas por comissão julgadora interna do Conservatório UFMG e o resultado das propostas selecionadas estará disponível para consulta no site do Conservatório a partir do dia 30 de junho de 2016.
Serão admitidas inscrições de propostas que se atenham exclusivamente à área de música e as apresentações serão gratuitas ao público. Os dias oferecidos são as quintas-feiras de agosto a novembro 2016 às 20 horas.

Choro de Varanda com o melhor do chorinho no Pedal & Prosa.

Grupo Choro de Varanda. Foto: divulgação
No próximo sábado, 21 de maio, o grupo Choro de Varanda promove mais tarde com roda de Choro no espaço Pedal & Prosa Café.
Daniel Rosa (7 cordas), Guizé Medeiros (Flauta), Marcos Ruffato (Bandolim), Rafael Pimenta (Cavaquinho) e Rubens (Pandeiro) sobem ao palco às 16 horas e prometem uma tarde com muito chorinho. Programe-se.

Choro de Varanda no Pedal & Prosa - Imagens: Amilton Faria
SERVIÇO
Choro de Varanda no Pedal & Prosa Café
Data: 21 de maio - sábado
Horário: 16 horas
Local: Pedal & Prosa Café
Endereço: Rua Padre Marinho, 21- Santa Efigênia - BH
Informações: (31) 3081-8996 ou contato@pedaleprosacafe.com.br

16 de maio de 2016

Espetáculo promovido pelo Clube do Choro de BH no último sábado ganha destaque na mídia.

A sessão Almanaque do portal Hoje em Dia, de sábado, 14 de maio, trouxe como destaque o show promovido pelo Clube do Choro de BH na mesma data. Na ocasião, como convidado especial, o bandolinista Hamilton de Holanda lançou em BH, o seu novo álbum com músicas de Chico Buarque.
Leia a matéria completa aqui



O Portal Uai trouxe a manchete "Clube do Choro completa 10 anos com lançamento de livro e show no Palácio das Artes", matéria  também publicada no Jornal Estado de Minas, na quinta, 12 de maio. 
Fonte: aqui


"DO BAR DO BOLÃO AO PALÁCIO DAS ARTES"

Uma resenha, ao vivo, sobre o grande espetáculo de encerramento das comemorações dos 10 anos do Clube do Choro de BH.

A transmissão de ontem, do Programa "A Hora do Coroa", comandado pelo comunicador Acir Antão, atual Presidente do Clube do Choro de BH, levou ao público o balanço positivo sobre a festa promovida na noite de sábado (14), no Grande Teatro do Palácio das Artes.
O espetáculo foi o encerramento das comemorações dos 10 anos do Clube do Choro de BH e contou com a presença de um grande público prestigiando show realizado por músicos associados e convidados, como Hamilton de Holanda e Ian Coury. A noite festiva teve também o lançamento do livro "Histórias do Choro-Crônicas Reunidas" de autoria de Luiz Otávio Savassi.
Participaram também da resenha, o Diretor Cultural, Paulo Ramos e o Conselheiro, Hamilton Gangana, que manifestaram grande satisfação com o resultado obtido, fruto do empenho da diretoria e de todos os colaboradores e patrocinadores.

Veja abaixo a resenha, em imagens gravadas por Nilson Cota.

11 de maio de 2016

Grande espetáculo no Palácio das Artes encerra comemorações dos 10 anos do Clube do Choro de BH , no próximo sábado.

Clube do Choro de Belo Horizonte - Foto Junior Conegundes
Completanto 10 anos de existência, o Clube do Choro de Belo Horizonte programou realizar, durante 30 dias, várias atividades culturais para celebrar esta data. Desde o dia 17 de abril,, vários eventos vem acontecendo em diferentes locais da Capital.  E o encerramento dessa série comemorativa acontece no próximo sábado, 14 de maio com um grande show no Teatro do Palácio das Artes e o lançamento da obra literária "Histórias do Choro - Crônicas reunidas".

LANÇAMENTO LITERÁRIO
O espetáculo musical será precedido pelo lançamento do livro "Histórias do Choro - Crônicas reunidas" de autoria do músico associado, o cardiologista e professor hemérito da UFMG, Luís Otávio Savassi Rocha. Com iníco às 19 horas, o lançamento contará com a presença do autor para uma sessão de autógrafos.
Editado como parte das comemorações dos 10 anos do Clube do Choro de Belo Horizonte, o livro reúne, com alguns acréscimos e modificações, as 15 crônicas publicadas on-line, entre agosto de 2013 e dezembro de 2015, na seção Histórias do Choro deste blog/site e se destina não apenas aos “chorões”, mas também a todos aqueles que apreciam a música brasileira de qualidade e se nteressam por sua fascinante história.


GRANDE SHOW
O show especial de encerrramento das comemorações acontece às 20:00 horas, no Grande Teatro do Palácio das Artes, com participação de grupo formado por vários músicos associados e outros convidados especiais. Entre eles, o bandolinista Hamilton de Holanda, reconhecido hoje como um dos maiores, senão o maior, músico solista de Choro no Brasil e exterior. Também convidados, o jovem talento Ian Coury, de Brasília, e o nosso sócio decano, multi-instrumentista, Hélio Pereira.
A presença, no palco, destas três gerações de virtuoses, irá materializar a grande verdade que o Choro não distingue idade e a sua continuidade e amplitude estão asseguradas.  
 
Hamilton de Holanda ( foto: Marcos Portinari) , Ian Coury (foto: Valéria Carvalho) e Hélio Pereira ( foto: Nilson Cota)

GRUPO DE CHORO DO CLUBE DO CHORO DE BELO HORIZONTE
O Clube é composto por músicos, cantores e amantes do Choro. A cada evento é organizado um grupo base, para execução de solos e acompanhamento.
Neste show do Palácio das Artes ele será composto pelos músicos: Hélio Pereira (bandolim), Silvio Carlos (violão sete cordas), Carlos Walter (violão), Luiz Guilherme (cavaquinho), Oszenclever Camargo (pandeiro) e Marcos Flávio (trombone).
Os solistas convidados, todos sócios, são: Mário de Castro, Geraldo Felipe Prates, Marcelo Ribeiro, José Carlos Choairy, Lucas Telles, Ausier Vinicius e a voz do presidente do Clube, Acir Antão, na homenagem que será prestada ao nosso saudoso sócio, Mozart Secundino de Oliveira, falecido em 2015.

HAMILTON DE HOLANDA
Não é a primeira vez que, Hamilton de Holanda e o Grupo de Choro do Clube do Choro de Belo Horizonte se encontram. Esta amizade vem desde 2008, quando no projeto BH CHORO, se apresentaram na praça Santa Tereza, para um surpreendente público em eventos de choro em Belo Horizonte. A formação musical de Hamilton veio do berço. Seu primeiro instrumento foi um presente do avô. Seu primeiro professor, foi o pai. E, seu primeiro parceiro foi o irmão. Desta forma aprendeu a tocar antes mesmo de ser alfabetizado.
Transgressor do instrumento e criador da técnica pioneira do bandolim de 10 cordas, Hamilton de Holanda contagia plateias em turnês por todo o mundo, construindo uma carreira de inúmeros prêmios. Sua música é focada na beleza e na espontaneidade unindo tradição e modernidade. Hamilton carrega no DNA a fusão do incentivo familiar, do Bacharelado em Composição pela Universidade de Brasília e da pratica das rodas de choro. Essa identidade o permite transitar com tranquilidade pelas mais diferentes formações (solo, duo, quarteto, quinteto, orquestra), consolidando, assim, uma maneira de expor ideias musicais e impressões sobre a vida com “o coração na ponta dos dedos.” 
Em constante produção, Hamilton enfileira 28 lançamentos em 35 anos de profissão, 18 destes dedicados ao bandolim de 10 cordas. Ao lado de seu empresário/parceiro, Marcos Portinari, as ideias fervilham, fluem livremente, e os projetos não param. Há pouco mais de três anos, criaram o Baile do Almeidinha, gafieira contemporânea que traz no currículo cerca de 50 edições e mais de uma centena de convidados ilustres. Com 11 indicações ao Latin Grammy, a dupla foi vencedora na 16º edição do prêmio (2015) de Melhor Música Brasileira com “Bossa Negra”, parceria com Diogo Nogueira, com quem Hamilton divide o palco no projeto homônimo. Também em 2015, recebeu o Prêmio da Música Brasileira, nas categorias Melhor Solista e Melhor Disco de Instrumental com o Hamilton de Holanda Trio. 
Em 2016, Hamilton de Holanda comemora 10 anos de seu premiado Quinteto Brasilianos. O bandolinista se apresenta também com o Hamilton de Holanda Trio, formado com Thiago da Serrinha (percussão) e André Vasconcellos (Contrabaixo), com O Trio Mundo, com Guto Wirtti (Contrabaixo) e Marcelo Caldi (acordeon e piano), e em duo com o pianista italiano Stefano Bollani. Em abril, é a vez de estrear Samba de Chico, uma homenagem ao centenário do gênero com sambas de Chico Buarque. O trabalho traz a participação do compositor, da cantora catalã Silvia Perez e do italiano Bollani. E no ano que Hamilton de Holanda comemora seus 40 anos de vida, podem esperar muita música, encontros e produções!

IAN COURY
O bandolinista Ian Coury nasceu em Brasília. Aos sete anos de idade iniciou o aprendizado de cavaquinho e desde os oito dedica-se ao estudo do bandolim. O gênero musical que escolheu é o Choro e suas principais influências são os bandolinistas Jacob do Bandolim, Hamilton de Holanda e Armandinho Macedo.
Ian prova que talento não tem idade. Aos 14 anos de idade é reconhecido pela Academia Brasileira de Ciências, Artes, História e Literatura com Certificado de Mérito Artístico Cultural e Destaque Musical. Em seu currículo traz participações no Curso Global Strings Intensive, realizado pela Berklee College of Music, Boston/USA, realizado em junho de 2015, além de participações em vários programas de entrevistas de TV e Rádio.
Em sua trajetória musical como solista Ian realizou dois grandes shows no Clube do Choro de Brasília-DF, nos anos de 2014 e 2015, e um show no Teatro Brasília - DF em 2015. Ele já tocou com grandes músicos reconhecidos internacionalmente como Paquito de D’Rivera, Cláudio Roditi, Hamilton de Holanda e Armandinho Macêdo, dentre outros.
Em todas as suas apresentações, o bandolinista, com sua musicalidade eclética e repertório variado, transita com desenvoltura por gêneros musicais diversos. Ele interpreta composições próprias e passeia entre os clássicos do choro como Jacob do Bandolim, Pixinguinha, Waldir Azevedo, dentre outros, assim como reverencia músicos consagrados como Dominguinhos, Luís Gonzaga, Sivuca, Baden Power e Armandinho Macedo, Hamilton de Holanda, Eduardo Neves e Rogério Caetano.
A proposta do músico é tocar o instrumento de forma alegre, descontraída e despreocupada. O objetivo é dialogar com a música e “brincar tocando, tocar brincando”. Os admiradores dizem que seu talento é inegável.
  
SERVIÇO
Encerramento das Comemorações dos 10 anos do Clube do Choro de Belo Horizonte
Data: 14 de maio de 2016
Horário: 
19 horas: Lançamento "Histórias do Choro - Crônicas reunidas" de Luiz Otávio Savassi Rocha
20 horas: Show Clube do Choro de BH convida Hamilton de Holanda, Ian Coury e Hélio Pereira 
Local: Grande Teatro do Palácio das Artes . Av. Afonso Pena, 1537 – Centro BH
Ingressos: R$ 20,00 (meia-entrada) / R$ 40,00 (inteira) - Venda na bilheteria e ingresso.com
Informações: (31) 3236.7400 e  palaciodasartes.com.br

10 de maio de 2016

HOMENAGEM AO DIA DAS MÃES. RODA DE CHORO REALIZADA PELO CLUBE DO CHORO DE BH LOTA FEIRA TOM JOBIM.


No ultimo sábado, 7 de maio, centenas de pessoas compareceram à Feira Tom Jobim, prestigiando mais um evento do calendário de celebrações dos 10 anos do Clube do Choro de Belo Horizonte: foi dia de homenagem às mães com em uma bela roda de Choro.


Desfrutando da sombra dos ficus centenários, o público ouviu o melhor do chorinho, executado pelos talentosos músicos associados e muitos convidados.

No palco, o mestre de cerimônia e presidente do Clube, Acir Antão comandou a festa que aconteceu das 11 às 16 horas e contou com a presença de centenas de pessoas.
Homenagens ocorreram durante o evento, com entrega de placas comemorativas a sócios fundadores e rosas a todas as mamães presentes. Uma bela festa que recebeu pedidos de bis.

Veja abaixo o resgistro fotógrafico realizado pelo associado Nilson Cota.

Grupo "Choro de Varanda" prepara surpresas musicais para a próxima quinta.

Na próxima quinta, 12 de maio, a partir das 19 horas, o grupo "Choro de Varanda" se apresenta no Santa Praça, levando ao público música da melhor qualidade. 

Os integrantes do grupo vêm de lugares diferentes e têm interesses diversos: choro e samba, música instrumental, erudita, experimental, moderna e jazz. Acima de tudo, gostam de tocar juntos, interagir entre si e com a música, improvisar e se se divertir. Sendo assim, o repertório conta com pérolas do choro tradicional, temas assim nem tão tradicionais, bem como composições dos próprios integrantes: às vezes choro, às vezes não. Não perca.

SERVIÇO
Show com Grupo "Choro de Varanda"
Data: 12 de maio 2016 (quinta)
Horário: 19h00
Local: Santa Praça Arte e Gastronomia - Rua Adamina, 64 (Praça Duque de Caxias) – Santa Tereza – Belo Horizonte/MG
Informações: (31) 3243-5993 ou contato@santapraca.com.br

Amanhã, quarta-feira, tem chorinho com Regional do Muringueiro.

Amanhã, quarta-feira, a partir das 19 horas, acontece a tradicional roda com o Regional do Muringueiro. Renato Muringa e Marcela Nunes, os anfitriões da casa, recebem músicos convidados e oferecem ao público, o melhor do chorinho. Programe-se.

SERVIÇO
Roda de Choro com Regional do Muringueiro
Data: 11/05 (quarta)
Horário: 19 horas
Local: O Muringueiro - R. Juacema, 416 - Bairro da Graça - BH
Entrada: R$10,00

9 de maio de 2016

Um convite especial do Presidente do Clube do Choro de BH.



O presidente do Clube do Choro de BH, Acir Antão, durante a transmissão ao vivo do seu programa de ontem, 8 de maio, fez um convite especial a todos os ouvintes da Rádio Itatiaia. 
E a você, leitor do blog/site, fica aqui também registrado. Não perca o grande show que acontece no próximo sábado, no Palácio das Artes, em comeoração aos 10 anos do Clube do Choro de BH.

7 de maio de 2016

CLUBE DO CHORO DE BH SE DESPEDE DE SUA ASSOCIADA TÂNIA MARA LOPES CANÇADO, QUE FALECEU NESTE SÁBADO.


Fotos: Foca Lisboa/UFMG
Com grande pesar, o Clube do Choro de Belo Horizonte se despediu hoje de sua associada, a pianista Tânia Mara Lopes Cançado que faleceu neste sábado. Ela foi professora da Escola de Música da UFMG e como musicista venceu vários concursos nacionais. Também foi idealizadora de dois projetos de extensão na Escola de Música que se tornaram referência nacionais – o Centro de Musicalização Infantil (CMI) e o Projeto Cariúnas. Ela lutava nos últimos anos contra um câncer.

Uma homenagem do Clube do Choro de BH
O evento realizado neste sábado pelo Clube do Choro de BH, em celebração ao dia das mães, foi dedicado à Tânia Mara. Sua partida foi registrada através das palavras do Presidente Acir Antão, que comunicando o falecimento da pianista, enfatizou sua trajetória e talento, lavrado através dos muitos trabalhos musicais e também sociais por ela desenvolvidos. 
Durante a roda de Choro, realizada na Feira Tom Jobim, uma homenagem musical foi destinada à saudosa Tânia Mara. Tendo como solista o cavaquinista José Carlos Choairy, os músicos executaram "Minhas mãos, meu cavaquinho" do compositor Waldir Azevedo, que tem a "Ave Maria"(Gounod) como tema incidental. A emoção tomou conta dos músicos e vários outros amigos que se encontravam ali, promovendo mais um momento de saudação ao Choro - uma das paixões da grande musicista, de quem hoje nos despedimos.

Trajetória
Com mestrado e doutorado pela Shenandoah University (EUA), Tânia Cançado fez graduação e especialização na Escola de Música da UFMG, da qual se tornou docente em 1978, tendo sido vice-diretora de 1986 a 1990 e diretora na gestão 1990-1994. Era pesquisadora dos temas ritmos africanos, ritmos haitianos, habanera cubana, choro-tango brasileiro, ragtime americano.
De acordo com o Dicionário Cravo Albin da Música Popular Brasileira, Tânia Cançado começou a destacar-se em 1984 no cenário musical com o show Tributo a Ernesto Nazareth, em homenagem ao cinquentenário de morte do compositor. Em 1991, apresentou-se na Itália, a convite da embaixada brasileira em Roma.

Projetos e voluntariado
Uma de suas mais destacadas contribuições para o ensino de música, o CMI oferece cursos de educação musical para bebês, crianças e adolescentes, contribuindo para a formação de alunos da Escola de Música. Suas instalações abrigam várias disciplinas dos cursos de graduação e Pós-graduação.
Outra iniciativa de extensão por ela idealizada, em 1997, na Escola de Música, o Projeto Cariúnas“ incentiva a vida como obra de arte e ensina a arte como meio de melhorar a qualidade de vida de crianças e adolescentes". O Cariúnas atende 207 alunos, com atividades de musicalização, dança, canto-coral, criação, teclado, violão, aulas de instrumentos de sopro (saxofone, flauta transversal, trompete, trombone, flauta doce) e percussão.
Pela Escola Parque Cariúnas já passaram perto de mil alunos, com formação musical, muitos atuando hoje como profissionais do mercado. A construção da escola só foi possível graças ao trabalho de voluntários e à sensibilidade do então prefeito Célio de Castro e de seu secretário de governo Paulo Lott, que viabilizaram a doação de um amplo terreno no bairro Planalto, através de Lei de Incentivo do BNDS. A construção e a montagem de equipamentos recebeu apoio da Prefeitura, Governo do Estado, Cemig, Usiminas, Petrobras, Eletrobras/Furnas e do BDMG.
A gratidão aos apoiadores sempre foi manifesta pela idealizadora do projeto. O gosto pelo trabalho voluntário era uma característica da pianista, que, no fim da década de 1980, antes de criar o Cariúnas, investiu em projeto de música com crianças em vulnerabilidade social. E até recentemente, acompanhada pela amiga Maria do Carmo Campara, também professora aposentada da Escola de Música, visitava presídios nos quais apresentava recitais de coral e piano.

6 de maio de 2016

Clube do Choro de BH promove amanhã uma roda de Choro em homenagem ao Dia das Mães.


Amanhã, 07 de maio, acontece mais uma atração comemorativa dos 10 anos do Clube do Choro de BH. Homenageando as mães, na véspera do dia dedicado a elas, o Clube do Choro de BH promove uma roda de Choro com os músicos associados e vários convidados. 
O evento acontece a partir das 11 horas, na Feira Tom Jobim de alimentação, que fica ao lado do Colégio Arnaldo, na esquina das Avenidas Brasil e Carandaí. 
Não perca.

4 de maio de 2016

HOJE TEM REGIONAL NA RODA DO MURINGUEIRO.


Como acontece sempre às quartas, hoje é dia de Regional do Muringueiro, em mais uma roda de Choro que começa às 19 horas. No repertório os clássicos do Choro e mais algumas surpresas que ficam por conta da autoria e talento dos músicos convidados.
Programe-se e esquente esta noite com muito chorinho e um cardápio de comidnhas mineiras.

SERVIÇO
Roda de Choro com Regional do Muringueiro
Data: 20/04/2016 (quarta)
Horário: 19 horas
Local: O Muringueiro
 R. Juacema, 416 - Bairro da Graça - BH
Couvert artístico: R$10,00






3 de maio de 2016

Projeto Esquina do Choro continua no Contemporâneo.


Mais uma terça com muito chorinho acontece hoje no Contemporâneo Gastrô Show. A paritr das 19 horas, O Projeto Esquina do Choro continua com Marcos Flávio, Silvio Carlos, Warley Henrique e Ricardo Acácio. 
Programe-se.




SERVIÇO:
Projeto Esquina do Choro
Data: 03 de maio 2016 (terça)
Horário: 19h00
Local: Contemporâneo Gastro Show
Av. Pasteur, 4. Bairro Santa Efigênia
Belo Horizonte/MG.
Couvert: R$15,00

2 de maio de 2016

Saxofone, porque choras?

A saxofonista Maria Bragança apresenta o fino do Choro no Pedacinhos do Céu.

Maria Bragança - Foto: Divulgação
A Saxofonista e compositora, Maria Bragança se apresenta nesta quinta, 5 de abril, no Pedacinhos do Céu. Com o show "Saxofone, por que choras?" ela promete o mais fino Choro a partir das 21 horas.

Mineira de Itabira, Maria Bragança já protagonizou uma série de concertos internacionais. Entre suas parcerias, estão os pianistas Roberto Szidon e Michael Collins, o contrabaixista Eberhard Weber, os percussionistas Mustapha Tettey Addy e Djalma Corrêa e o guitarrista Toninho Horta. Desde o lançamento de seu segundo CD Barro-Oco, Maria Bragança vem conquistando, no Brasil e Europa, um público atraído pela originalidade de seu trabalho autoral.
Seu trabalho pode ser apreciado no site mariabraganca.com.

SERVIÇO
Pedacinhos do Céu apresenta: Maria Bragança no Show "Saxofone, por que choras?"
Data: 5 de abril 2015 ( quinta)
Horário: 21 horas
Local:Pedacinhos do Céu - Rua Belmiro Braga, 774- Bairro Alto Caiçara. BH
Informações: (31) 3462-2260 e (31) 8899-6624
Couvert artístico: R$10,00

Maria Bragança interpreta: "Segura ele"de  Pixinguinha.