27 de dezembro de 2017

Warley Henrique encerra as rodas de Choro 2017 do O Muringueiro.


Nesta quinta (28), a partir das 19 horas, o cavaquinista Warley Henrique comanda a última roda de Choro de 2017 no "O Murigueiro".

SERVIÇO
Roda de Choro no o Muringueiro recebe: Trio Bola Preta
Data: 28 de dezembro 2017 (quinta)
Horário: 19 horas
Local: O Muringueiro - Rua Juacema, 416 - Bairro da Graça
Informações: (31) 99319-5525

21 de dezembro de 2017

O Muringueiro recebe o Trio Bola Preta para mais uma roda de Choro.


Nesta quinta, a partir das 19 horas O Muringueiro recebe o Trio Bola Preta para mais uma noite com roda de Choro.  
O Trio Bola Preta surgiu na Holanda a partir do encontro de três músicos com diferentes formações, mas que cultivavam uma mesma paixão pelo Choro e pela música brasileira. Depois de passar por algumas formações, atualmente o Trio é composto por Mariana Bruekers (BH/MG) na flauta transversal, Francisco Medina (Lisboa/Portugal) no violão de 7 cordas e Natália Mitre (BH/MG) no pandeiro. O som do trio combina as diferentes influências dos músicos com outros ritmos e estilos como o Fado, Salsa, Tango, Maracatu, Frevo e Baião em arranjos de choros tradicionais, contemporâneos e composições próprias. Programe-se.

SERVIÇO
Roda de Choro no o Muringueiro recebe: Trio Bola Preta
Data: 21 de dezembro 2017 (quinta)
Horário: 19 horas
Local: O Muringueiro - Rua Juacema, 416 - Bairro da Graça 
Informações: (31) 99319-5525

19 de dezembro de 2017

Clube do Choro de BH celebra 2017 com seus associados e muitos convidados em grande festa no Automóvel Clube.

Músicos associados durante as apresentações no domingo. Foto: Valdez Maranhão
O Clube do Choro de Belo Horizonte promoveu no último domingo (17) sua tradicional festa de congraçamento de final de ano, que aconteceu como celebração de mais um período de grandes acontecimentos e projetos de sucesso promovidos por todo o Estado. O evento ocupou os salões do Automóvel Clube de Minas Gerais e contou com a presença estimada de 300 pessoas, entre sócios, familiares e convidados, que participaram de um delicioso almoço, ao som do melhor do Chorinho, em sua mais perfeita tradução.

Os salões do Automóvel Clube foram ocupados por 300 convidados . Fotos Action BHZ e Valdez Maranhão


Coronel Jonas Cruz no momento da homenagem - Foto: ActionBHZ
A festividade, além de promover a confraternização de associados do Clube e amigos presentes, entre eles o Secretário Estadual de Cultura, o Jornalista Ângelo Osvaldo, também teve o propósito especial de celebrar os 70 anos do Coronel Jonas Cruz, aniversariante deste domingo. Jonas é sócio fundador do Clube do Choro de Belo Horizonte e o presidiu nos primeiros 10 anos de sua existência. Atualmente, como presidente do Conselho Fiscal, permanece atuante em todos os momentos do clube.

Para marcar este momento, o compositor mineiro Gervásio Horta compôs especialmente o "Samba do Coronel", tema cantado em coro comandado pelo radialista e atual presidente do clube, Acir Antão, quando o homenageado entrou pelo salão, acompanhado por familiares. 
A letra "Faço continência pro coronel antes de comer a feijoada/Faço continência pro coronel que comanda o choro da rapaziada/faço continência pro coronel Jonas Cruz/Faço continência, mas só canto a primeira/A segunda parte eu não sei onde pus" faz referência ao prato tradicional de muitos eventos do Clube: a deliciosa feijoada completa, tantas vezes presente nos eventos realizados pelo Coronel Jonas, e cujo sabor inigualável é também uma patente.

O homenageado Marcos Flávio tocando ao lado de seus companheiros de Clube.
Foto: Action BHZ
A importância do estudo e pesquisa do Choro como gênero musical, também pautou as homenagens deste domingo. O Professor e trombonista Marcos Flávio Aguiar, cuja tese de doutorado defendida no dia anterior, sob o título "O estilo de Zé da Velha no CD Só Gafieira!: práticas de performance do trombone no choro", esteve presente para receber a homenagem preparada pelo Clube em reverência à importância do trabalho acadêmico e de difusão do Choro realizado por este associado. 

Paulinho Pedra Azul, sócio do Clube cantou em homenagem aos 120 anos de BH
Foto: Valdez Maranhão
Se unindo ao homenageado Marcos Flávio, vários outros músicos ocuparam o palco durante toda a tarde. O músico carioca Silvério Pontes, parceiro de Zé da Velha por mais de 30 anos, foi o convidado especial do evento, tendo também integrando o grupo que se apresentou no dia anterior, ocasião da defesa de tese de Marcos Flávio. Também marcaram presença, dentre vários outros, os violonistas Silvio Carlos e Magela, a flautista Juliana D`Ávila, o clarinetista Leonardo Barreto e os cavaquinhistas José Carlos Choairy, Dudu Braga, Luiz Guilherme e Warley Henrique, além do acordeonista Cícero Gonzaga e a brilhante presença de Marcelo Batista –Marcelão- ao trombone, Na percussão tivemos o revezamento dos pandeiristas Oszenclever Camargo, Luiz Otávio Savassi, Ramon Braga, Frederico Lazarini e Maury Fischer. Ainda na percussão presença de Dr. Ivan Cunha Melo e Assis. 
No comando do microfone, além do Presidente Acir Antão, as cantoras Lígia Jacques, Clélia Santos, Maria Luiza e o cantor associado Paulinho Pedra Azul que cantou em homenagem à cidade de Belo Horizonte que acaba de completar 120 anos.

Silvério Pontes , convidado especial, no palco com os músicos associados.
Foto: Valdez Maranhão.
Para elevar o clima natalino, o Clube promoveu o sorteio de variados brindes entre os associados presentes. Os contemplados levaram consigo eletroeletrônicos, utilitários e acessórios como lindos Chapéus Panamá e também algumas unidades da produção especial e limitada da Cachaça do Cel. Jonas, produzida pela Fazenda Córrego das Almas, em Peçanha-MG.

Todos os sócios presentes receberam um presente do clube, contendo uma edição completa e encadernada da dissertação "O estilo e Zé da Velha no CD Só Gafieira!: práticas de performance do trombone no choro", além dos CDs "Choro Bone" (2015) e "Coletânea" (2013) ambos do trombonista Marcos Flávio Aguiar.

Acir Antão e o Secretário Estadual de Cultura, Ângelo Osvaldo .
Foto Valdez Maranhão
Complementando o kit, o CD "Clube do Choro ao Vivo" que traz o registro de faixas do show comemorativo de 10 anos do Clube do Choro de BH (Palácio das Artes), além de faixas gravadas durante turnê realizada neste ano, em projeto itinerante por Minas Gerais, entre outras composições registradas no Programa Hora do Coroa (Acir Antão). Aqueles sócios que não puderam comparecer receberão este presente em casa.

Dissertação e CDs recebidos por todos os sócios.




O evento contou com a produção artística do Diretor Cultural, Paulo Ramos. Patrocínio de “Rei da Feijoada” (Mercado Central), “Frigorifico Imperatriz”, empresa de transportes “Transimão” e a loja de instrumentos musicais a “Serenata- O Shopping do Músico”. Apoio Cultural do Automóvel Clube de Minas Gerais, “Action BHZ Produções Fotográficas” e repórter fotográfico “Valdez Maranhão”.
Realização da Diretoria do Clube de Belo Horizonte: Acir Antão, Presidente; Paulo Ramos, Diretor Cultural; Oszenclever Camargo, Diretor Adm-Financeiro e Amilton Faria, Diretor de Comunicação.





Veja abaixo alguns flashes do evento e visualize AQUI a galeria com a  cobertura fotográfica completa.






18 de dezembro de 2017

Roda de Choro da Boa Vizinhança.


Nesta terça feira, 19 de dezembro, a partir das 19 horas, a Mercearia Maria Flor promove mais uma roda de Choro  e promete o melhor do gênero musical para Santa Tereza e toda vizinhança.
Programe-se.

SERVIÇO
Roda de Choro na mercearia Maria Flor
Data: 19 de dezembro 2017
Horário: 19 horas
Local: Rua Dores do Indaiá, 114 - Bairro Santa Tereza - BH
Couvert: R5,00

15 de dezembro de 2017

Marcos Flávio Aguiar defende tese de doutorado neste sábado, no Conservatório UFMG.

Marcos Flávio Aguiar - Foto: Divulgação

O Professor  Marcos Flávio Aguiar Freitas defende neste sábado (16), às 15 horas, no Conservatório UFMG, sua tese de Doutorado sob o títul O estilo de Zé da Velha no CD Só Gafieira!: práticas de performance do trombone no choro.
A Banca Examinadora será composta pelos professores doutores: Fausto Borém de Oliveira – UFMG (orientador). Lélio Eduardo Alves da Silva – UFBA, Sérgio de Figueiredo Rocha – UFSJ, Leonardo Barreto Linhares – UFSJ e Antônio Lincoln Campos de Andrade – UFMG.

Como convidados  estarão presentes a dupla Zé da Velha e Silvério Pontes que acompanham Marcos Flávio em performance musical, quando serão executadas as seguintes obras: Bebê (Hermeto Paschoal), Trenzinho do Caipira (Villa Lobos), Ária da 4ª Corda ( J.S. Bach), Paraquedista/Brasileirinho (José Leocádio /Waldir Azevedo) e Transcrições do CD "Só Gafieira" (1995): Acariciando; Flor de Abacate, Cinco Companheiros, Doce de Coco, Eu hein?, Sonoroso e Chorinho da Gafieira.

SERVIÇO
Defesa de Tese de Doutorado: O estilo de Zé da Velha no CD Só Gafieira!: práticas de performance do trombone no choro. - Marcos Flávio Aguiar
Data: 16/12/17 (sábado)
Horário: 15:00 h
Local: Conservatório UFMG – Av. Afonso Pena, 1534 – Centro BH/MG

Espaço Lona se despede de 2017 com muito Chorinho.


Acontece hoje, a partir das 19 horas, no Espaço Lona, o Chorinho de 2017. A programação que pretende promover a despedida do ano com muita alegria e irá trazer show com o Chorinho Regional da Serra , intervenções circenses com Esmeralda e Lorota, malabares de foco e luz com sufoco, pole burlesco com Débora Mozzeli, e muito mais alegrias.
Programe-se.

SERVIÇO
Chorinho de 2017 no Espaço Lona
Data: 15 de dezembro
Horário: 19 horas
Local: Espaço Lona - Rua Genoveva de Souza, 236 Sagrada Família - BH/MG
Ingressos:R$10,00 (na bilheteria do evento, somente em dinheiro) - Bar e cozinha aceitam cartão de débito.
Informações: (31) 2535-0236


12 de dezembro de 2017

MGS dá início às comemorações dos seus 64 anos com show do Saulo Laranjeira.

O show é gratuito e acontecerá na Praça Afonso Arinos,dia 15 dezembro.


Para dar início às comemorações dos seus 64 anos, que é celebrado dia 18 de janeiro, a MGS apresenta o show “Palco Arrumação” com Saulo Laranjeira e convidados. O festejo acontece na próxima sexta feira (15) e terá além do show cênico-musical do menestrel Saulo Laranjeira e banda, espetáculo de dança com a companhia Garcia e Lorca Multiart, a dupla Romano e Rocerí, a cantora Dona Jandira, e um convidado especial da MGS. O Apresentador Maitre é Gonzaga Medeiros. A ação acontece através de recursos da Lei Rouanet de incentivo à cultura.

SAULO LARANJEIRA é apresentador do Programa Arrumação/Rede Minas, desde 1987, e colunista da rádio CBN BH. Está no elenco do programa “A Praça é Nossa”/SBT há mais de 20 anos. Na Rede Globo, em 2017 esteve no elenco da novela as 21h, Velho Chico, e na minissérie Filhos da Pátria. Em 2018, seu personagem Kelé Metaleira, está na 3° temporada do “Treme Treme” na Multishow.
O evento também é patrocinado pela Fundação Libertas e além de comemorar o aniversário da MGS, acontece em prol das comemorações dos 40 anos da Fundação, Dia do Aposentado e da revitalização da Praça Afonso Arinos.

SOBRE A MGS
A MGS é uma empresa pública que traz facilidade e eficiência para órgãos públicos há quase 64 anos, por meio de todo o seu conhecimento, experiência e capacidade em prestar os mais diversos tipos de serviços. Atualmente, a Empresa é a maior empregadora de Minas Gerais e conta com quase 20 mil empregados, marcando presença em todo o estado de Minas Gerais e nas principais frentes de atendimento ao cidadão. Os importantes investimentos em gestão, tecnologia e processos tornaram a MGS apta a prestar serviços para órgãos públicos nas esferas municipal, estadual e federal, em todo o território nacional. Conta, ainda, com uma equipe capacitada, orientada para oferecer o melhor atendimento e solução aos clientes e que traz o espírito “deixe com a gente” nas atividades que executa. Conheça mais sobre a MGS no portal da www.mgs.srv.br e nas redes sociais.

SERVIÇO
Palco Horizontes Culturais com Saulo Laranjeira e Convidados
Data: 15 de dezembro (SEXTA-FEIRA)
Horário: 17 horas
Local: Praça Afonso Arinos - Centro BH
Entrada gratuita


7 de dezembro de 2017

Festa de Confraternização do Clube do Choro de BH acontecerá no próximo dia 17 com homenagens e muitas atrações.


O Clube do Choro de BH encerra as atividades de 2017 em grande estilo, promovendo um almoço comemorativo no próximo dia 17 (domingo), quando receberá seus associados e convidados, no Automóvel Clube de Belo Horizonte.
A programação acontecerá nos salões Verde, Privê e Restaurante e será promovida como uma homenagem especial ao fundador e primeiro presidente do Clube do Choro, Sr. Jonas Cruz que completa 70 anos  neste mês e muitos deles dedicados ao crescimento e fortalecimento do Clube.  A homenagem também se estenderá ao sócio e trombonista, Marcos Flávio Aguiar que defenderá perante banca examinadora da UFMG, no dia 16, a tese de doutorado “O estilo de Zé da Velha no CD Só Gafieira - Praticas de Performance do Trombone no Choro". Esta será uma oportunidade de levarmos os cumprimentos a este  grande instrumentista, sócio fundador e acadêmico. Será também uma forma de manifestarmos os agradecimentos pela sua contribuição na divulgação e valorização do gênero musical, o que o torna  merecedor da nossa admiração e aplausos.
Além da tradicional roda de Choro composta por músicos associados, o palco ainda contará com convidados muito especiais como Zé da Velha e Silvério Pontes que tocarão ao lado de Marcos Flávio.
O buffet  oferecerá aos convidados um cardápio bem brasileiro: uma deliciosa e completa feijoada, além de vários petiscos. E completando a festa em clima natalino, os associados receberão o presente anual ofertado pelo Clube , além de participar de sorteios de vários brindes.
Programe-se e esteja conosco em mais este momento de alegria e muito chorinho.

INFORMAÇÕES IMPORTANTES
Data: 17 de dezembro - domingo
Horário: de 12 às 17 horas
Local: Automóvel Clube de Belo Horizonte - 3º andar - Entrada pela pela Av. Álvares Cabral, nº 45 - Centro (Disponível elevador e rampa).
Traje: Esporte fino - Não será permitido o acesso ao convidado trajando bermuda e camiseta.
Voucher: cada associado receberá, em tempo hábil, um voucher, que deverá ser entregue na portaria do restaurante, representando a liberação do custo do buffet.
Buffet: O associado em dia com as mensalidades e um acompanhante, terão acesso gratuito ao buffet de feijoada. 
Acompanhantes extras: O sócio que desejar levar mais de um acompanhante, pagará por cada um acompanhante extra, o valor de R$50,00, diretamente ao restaurante.
Crianças: menores de 10 anos estarão isentos de pagamento de custo de buffet de feijoada.
Bebidas: serão pagas a parte, por cada consumidor, cujo controle será realizado em comandas individuais. Os preços serão os usuais do cardápio do local.
O restaurante poderá atender a “la-carte” aos que desejarem, estando este atendimento sujeito a  valores estipulados pelo cardápio do local a serem pagos pelo usuário do serviço.

Outras informações ou dúvidas ligue: (31) 3422-4659



Missas de Sétimo dia em BH e Abaeté reunirão parentes e amigos em mais uma despedida ao mestre Belini de Andrade.


O falecimento do maestro e compositor Belini de Andrade, ocorrido no último sábado, deixou uma grande saudade naqueles que puderam conviver de perto com sua genialidade ou ainda, mesmo que à distância, aprecia-la pelo mundo. 
Belini é autor de uma vasta e valiosa obra musical e também de muitas lembranças que serão um eterno legado.

MISSAS DE SÉTIMO DIA
Nas celebrações de duas missas que acontecem nesta sexta-feira (8), parentes, amigos e apreciadores de obra musical poderão se encontrar para dedicar suas preces ao saudoso mestre e manisfestar seus sentimentos à família.

Em Belo Horizonte, a missa acontece às 9 horas, na Igreja Santíssima Trindade, localizada na Praça Leonardo Gutierrez, 125 - Bairro Gutierrez.

Em Abaeté, cidade onde o Belini morava, a celebração ocorrerá às 19 horas, na Igreja Matriz Nossa Senhora do Patrocínio, na Praça Manoel Saint Cler, S/N - Centro.


5 de dezembro de 2017

Logo mais o Choro Do Chef é com o Conjunto Isto é Nosso.


Logo mais, a partir das 19 horas, o Conjunto Isto é Nosso comanda mais uma Terça do Chorinho, no Do Chef Espetos. Thiago Balbino (bandolim), Gustavo Monteiro (violão 7 cordas), Artur Padua (violão), Daniel Nogueira (cavaquinho), Ronaldo Pereira (pandeiro) e Pedro Alvarez (flauta) comandam a roda.
Programe-se e prestigie.

SERVIÇO
Roda de Choro com o Conjunto "Isto é Nosso"
Datas: 05 de dezembro (terça-feira)
Horário: 19 horas
Local: Do Chef Espetos São Bento
Endreço: Av. Cônsul Antônio Cadar, 122 - Lj 1 - São Bento -Belo Horizonte
Informações: (31)8496-1060

Projeto Cavaquinho Batuta apresenta espetáculo natalino.

Alunos do Projeto Cavaquinho Batuta - Foto: Divulgação
Acontece no próximo dia 16, no Teatro de Bolso do Mercado Municipal em Uberlândia, o show "Natal de Cavaquinho", um espetáculo do projeto Cavaquinho Batuta. 
O Cavaquinho Batuta, propicia oficinas musicais de forma prática e lúdica, por meio do cavaquinho, para crianças das mais variadas etnias, crenças religiosas e classes sociais. Este trabalho, idealizado por Thiago Santos, possui uma metodologia própria que visa aprimorar a sensibilidade humana, e é uma iniciativa singular que acontece na cidade de Uberlândia - MG.
Este é o terceiro ano do espetáculo, inspirado no CD intitulado "Natal com Cavaquinho", que traz um repertório de músicas natalinas executadas com o instrumento.

SERVIÇO
Projeto Cavaquinho Batuta apresenta: "Natal de Cavaquinho" 
Data: 16 de dezembro 2017
Horário: 20 horas, 
Local: Teatro de Bolso do Mercado Municipal - Rua Olegário Maciel,255  - Centro. Uberlândia - MG
Entrada: R$5,00
Maiores informações: (34) 9 8803-2057

4 de dezembro de 2017

Com tristreza, o Choro mineiro se despede do mestre Belini de Andrade.

O compositor e maestro Belini Andrade que deu nova dimensão ao Choro mineiro.

O dom e a genialidade musical do maestro continuavam intactos, como se ainda fosse o menino de oito anos que ganhara o primeiro instrumento do pai: um cavaquinho. Mas ele já contava 97 anos quando, no último sábado (2), ao badalar da hora do Angelus nos sinos de sua amada Abaeté, o mestre Belini Andrade faleceu, nos deixando a saudade e a influência da prática de uma nova escola de chorinho, modificado em sua estrutura melódica e artística. Dessa forma, ele conferiu uma dimensão mais didática e musical, com mais dificuldade de execução e deixou sua marca como mestre, grande compositor e multi-instrumentista.

Influenciado por Pixinguinha, Benedito Lacerda e Luiz Americano, Belini Andrade compôs – mais de 400 chorinhos, divididos em músicas escritas para flauta doce, flauta transversal, saxofone, clarineta e outros instrumentos. Três dessas composições do maestro foram tema da dissertação de mestrado da flautista mineira Marcela Nunes, defendida na Escola de Música da UFMG, em dezembro de 2013. O estudo se chama Choros para flauta de Belini Andrade: um olhar sobre ‘Morena Marta’, ‘Estrambótico’ e ‘Uma flauta doce’. O maestro também foi tema da tese de doutorado "Os Choros de Belini Andrade:estilo composicional e suas implicações na performance musical" defendida em 2016 pelo saxofonista Leonardo Barreto Linhares, também na Escola de Música da UFMG.

O início de sua carreira no Exército se deu quando se alistou com o intuito de tirar a carteira de reservista, que era pré requisito para trabalhar em um banco do qual recebera proposta. Porém, quando o jovem músico se deparou com uma banda com grande variedade de instrumentos encantou-se, e para integrar-se ao grupo de oitenta músicos teve que perder duas patentes e voltar a ser soldado para participar da banda. Ao longo de sua carreira no exército, Belini foi promovido a sargento e transferido para a Academia Militar das Agulhas Negras, em Resende (RJ). Posteriormente, foi aprovado no concurso para regente e voltou para Belo Horizonte como tenente e maestro do 12º Regimento de Infantaria. Depois disso, foi promovido a capitão e aposentou-se como major.


A trajetória de Belini Andrade no Choro se mistura com o desenvolvimento do gênero na capital mineira. Além de tocar no exército, o músico tocava em várias orquestras de dança na cidade. Depois que voltou para Abaeté, o maestro fundou a Escola de Música Geraldo Andrade, em homenagem ao pai, e passou a coordenar um grupo vocal de serestas. Ele também deixou sua obra registrada em CDs com o Grupo Flor de Abacate e Lúcia Pereira.
Para sempre, o Choro mineiro terá a marca do mestre Belini.


Programa Estado da Música, Especial Belini Andrade -  apresentado por Acir Antão , atual Presidente do Clube do Choro de BH - Programa exibido no dia 03/10/1996 na REDE MINAS

29 de novembro de 2017

Choro Nosso traz muito chorinho para esta quinta.


As rodas de Choro da semana continuam nesta quinta, com mais um encontro de primeira no "O Muringueiro". A roda "Choro Nosso" traz Marcela Nunes na flauta, Renato Muringa no bandolim, Sílvio Carlos no violão e Camargo no pandeiro. O evento começa às 19 horas.

SERVIÇO
Roda de Choro "Choro Nosso"
Data: 30 de novembro (quinta)
Horário: 19 horas
Local: O Muringueiro - Rua Juacema, 416 - Bairro da Graça
Informações e reservas: (31) 99319-5525

Hoje tem Roda de Choro no "Comé que chama?"


Acontece nesta quarta (29), mais uma Roda de Choro no "Comé que chama?".
Raissa Anastásia na flauta, Lucas Ladeia no cavaquinho, Dani Machado no pandeiro e André Milagres no violão promovem a roda que começa às 18 horas. O melhor do chorinho e no maior capricho. Programe-se.

SERVIÇO
Roda de Choro "Comé que chama?"
Data: 29 de novembro - quarta
Horário: 18 horas
Local: Comé que chama? Rua Santa Catarina, 1147 - Bairro de Lourdes
Informações: (31) 98118-7979

28 de novembro de 2017

Isto é Nosso na Terça do Chorinho Do Chef


O Conjunto Isto é Nosso comanda mais uma Terça do Chorinho, no Do Chef Espetos. Hoje, a partir das 19 horas, os músicos Thiago Balbino (bandolim), Gustavo Monteiro (violão 7 cordas), Artur Padua (violão), Daniel Nogueira (cavaquinho), Ronaldo Pereira (pandeiro) e Pedro Alvarez (flauta) comandam a roda.
O grupo vem se destacando no cenário de Belo Horizonte por cultivar a maneira peculiar de executar o Choro, em que os violões de sete e seis cordas dialogam em contrapontos e, junto ao ritmo do cavaquinho e do pandeiro, formam a base perfeita para que o bandolim e a flauta solem a melodia.
Programe-se e prestigie.

SERVIÇO
Roda de Choro com o Conjunto "Isto é Nosso"
Datas: 28 de novembro (terça-feira)
Horário: 19 horas
Local: Do Chef Espetos São Bento
Endreço: Av. Cônsul Antônio Cadar, 122 - Lj 1 - São Bento -Belo Horizonte
Informações: (31)8496-1060

Chorinho da Maria Flor acontece logo mais, em Santa Tereza.


Como tem ocorrido todas as terças feiras, hoje acontece mais uma roda de Choro na Mercearia Maria Flor, espaço localizado no tradicional bairro de Santa Tereza.
Hoje em sexteto, o grupo será formado por Raissa Anastasia, Marcos Ruffato, Silvio Carlos, Anderson Costa, Du Macedo e Dani Machado. Programe-se. A roda começa às 19 horas.

SERVIÇO
Roda de Choro na mercearia Maria Flor
Data: 28 de novembro 2017
Horário: 19 horas
Local: Rua Dores do Indaiá, 114 - Bairro Santa Tereza - BH
Couvert artístico: R$5,00

27 de novembro de 2017

Silvério Pontes e Antonio Guerra trazem o "Duo Coração Brasileiro" neste sábado, na Funarte MG.

Silvério Pontes e Antonio Guerra - Foto: Divulgação
O encontro entre Silvério Pontes e Antonio Guerra nasce da maneira mais natural e brasileira possível. Véspera de lançamento do CD Reencontro, de Silvério, Antonio chega para suprir uma carência de última hora. O entrosamento acontece de imediato! Entre choros, maxixes, valsas e jazz, esses dois craques, de gerações e formações distintas, descobrem uma afinidade musical inesgotável. 

Silvério, que há 30 anos toca com o lendário trombonista Zé da Velha, agora desenvolve com Antonio Guerra uma outra versão musical. Esse já era um sonho antigo de Silvério, um duo com piano. Se procurarmos, iremos descobrir várias versões neste formato. Mas o que encontramos no duo Pontes e Guerra é a mistura harmoniosa de sensibilidade; o exagero do primor, do fazer bem feito; o toque de humor e alegria contagiante e uma brasilidade refinada! 

Daí a riqueza desse duo: Silvério que sempre bebeu na fonte da música genuinamente carioca, o choro e o samba, se une a Antonio, um concertista com a música negra no sangue, que pensa no trompete em todos os arranjos que desenvolve para suas própias composições. 

Esta união de diferentes estilos faz pulsar o “Coração Brasileiro”, projeto que pretende disseminar a riqueza da música instrumental brasileira dentro e fora do país. 
O duo fez uma cuidadosa curadoria musical escolhendo grandes compositores brasileiros como: Pixinguinha, Radamés Gnattali, Guinga, Chico Buarque e composições próprias para compor o primeiro álbum “Coração Brasileiro”, com lançamento agendado no Teatro Ipanema no Rio de Janeiro e na Funarte, em Belo Horizonte. 

O público dessas duas gerações poderá desfrutar desse novo e belo trabalho que nasce para tocar a alma dos amantes da boa música do Brasil.

Silvério Pontes 
Silvério Pontes é um trompetista que se dedica exclusivamente à música Brasileira e ao Choro. 
Filho de trompetista, nasceu e cresceu no interior do estado do Rio de Janeiro. Com oito anos ganhou seu primeiro trompete, recebendo a influência musical das bandas de sua cidade, onde forjou para sempre a sua característica musical. Tornando-se quase que um autodidata no instrumento. 
Aos 18 anos, entrou na Escola de Música Villa Lobos e teve uma breve passagem pela Escola Nacional de Música. 
Com uma carreira sólida e marcante, tocou e gravou com músicos e cantores importantes da MPB, tais como: Tim Maia (com quem tocou por 12 anos, participando da Banda Vitória Régia), Luíz Melodia, Paulinho da Viola, Elza Soares, Francis Hime, Bete Carvalho, Yamandú Costa, Trio Madeira Brasil entre outros. 
Participou do lançamento, junto com seu parceiro Zé da Velha, do documentário Brasileirinho, no festival de Cannes, na França e em outros países como Itália, Alemanha, Áustria juntamente com o seu parceiro Zé da Velha.
Já se apresentou em todas as expressivas cidades e festivais, tais como: Festival de Música de Teresina (Artes de Março), Festival Internacional de Música de São Luis do Maranhão, Bienal Internacional de Música de Belém do Pará, Festival de Choro do MIS-RJ, Clube do Choro em Brasília, Selo Instrumental, entre outros. 

DIscografia 
Só Gafieira (1995)  - Indicado ao 9º Prêmio Sharp de Música, na categoria instrumental; 
Tudo dança (1998) - Um dos melhores da série instrumental, jornal O Globo, em 1999; 
Ele e Eu (2000) - Permaneceu por sete semanas recomendado pelo jornal O Globo. Recebendo a indicação de um dos melhores CDs instrumental daquele ano. 
Samba Instrumental (2004) - O primeiro ao vivo da dupla, gravado no Teatro Municipal de Niterói com a participação de Luiz Melodia, Dona. Ivone Lara, Rildo Hora e Zé Paulo Becker. 
Só Pixinguinha (2006) - A dupla recria temas de Pixinguinha, com participações de Yamandu Costa, Joel Nascimento e Cristóvão Bastos. 
Ouro e Prata (2010) - Neste álbum, a dupla amplia, frente a outros álbuns, as participações dos amigos musicais, tais como: Dominguinhos, Carlos Malta, Bebe Kramer, Guto Wirti, Márcio Baia. A base, neste CD, foge do estilo regional de choro, buscando um som de gafieira dançante. 
Reencontro (2016) - Primeiro CD autoral do compositor que com os seus parceiros mostra a riqueza de variados estilos musicais como: polka, choro, maxixe, valsa, bolero, bossa nova e jazz.

Antonio Guerra 
Criado em um meio familiar muito musical, o carioca Antonio Guerra tem uma trajetória dividida entre a música de concerto e popular. Suas composições expressam espontaneidade pela improvisação e elaboração em seus arranjos. Iniciou seu trabalho autoral com o Grupo Zanzibar, em 2010. No mesmo ano, atuou como pianista e ator no filme “As Mãos de meu Filho”, da TV Record, executando obras de Chopin, Bach e Beethoven. Bacharel em Arranjo pela Unirio, foi premiado com uma bolsa para estudar na Örebro Universitet, na Suécia, onde aprofundou-se na arte de improvisar e compor, em 2011. 

A partir 2012, integrando o grupo Bondesom, apresentou-se pelos principais festivais de jazz da cidade do Rio de Janeiro, como o CopaFest e o Leblon Jazz Festival. Entre 2012 e 2014, integrou a turnê do disco “Não Tente Compreender”, com a cantora e compositora Mart’nália, realizando shows no Brasil e no exterior. Em 2014, participou da gravação do disco do consagrado bandolinista Rodrigo Lessa (como pianista), e de “Três”, terceiro álbum do Bondesom (como pianista e compositor). Com a diva Elza Soares, atua como pianista no show "Elza canta Lupcínio", no Teatro Rival no Rio de Janeiro e se apresentou com ela em sua turnê pelo Brasil. Acompanha também Martinho da Vila em sua turnê de lançamento do CD “De bem com a Vida”, ganhador do Grammy Latino e é pianista e arranjador do novo CD do compositor e cantor Rubel, que será lançado em novembro de 2017.

Antonio Guerra lançou, em setembro de 2015, no Teatro “Oi Futuro“ de Ipanema (RJ) seu primeiro álbum, "Movimentos", com dez composições autorais de música instrumental, todas inéditas. Com inúmeras participações especiais como Mart'nália, Ricardo Silveira e Kiko Horta, este trabalho foi selecionado pelo Prêmio MIMO INSTRUMENTAL para integrar a programação do festival na edição de 2015, no Rio de Janeiro. No mesmo ano, foi convidado também para participar do Dia da Música, no Rio. Ao longo da turnê se apresentou nos Teatros Café Pequeno, Rival, Sérgio Porto e Triboz no Rio de Janeiro, Festival Savassi de música instrumental, em Belo Horizonte, Clube do Choro de Brasília e apresentou seu show na Embaixada do Brasil, em Londres. 

Nos últimos dois meses Antonio se apresentou no Sesc Quitandinha, em Petrópolis e no Centro Cultural BNDES. Para o ano que vem, Antonio já está produzindo seu novo álbum ” Paz na Terra“, com novas composições. 

Discografia 
Movimentos (2015) Selecionado entre os lançamentos do ano pelo Prêmio MIMO Instrumental de 2105.

Um panorama da diversidade musical brasileira
Este mês, a Fundação Nacional de Artes (Funarte) segue com a intensa programação do projeto Funarte Musical, iniciado em agosto com a finalidade de mostrar, até dezembro, um panorama da diversidade musical brasileira para os públicos do Rio de Janeiro (Teatro Glauce Rocha, no Centro), São Paulo (Sala Guiomar Novaes, da Funarte SP em Campos Elíseos), Rio de Janeiro e Belo Horizonte (Funarte MG, também no Centro). 
A agenda contempla quatro eixos temáticos: o Funarte em Concerto, que apresenta as várias formações instrumentais e corais característicos dessa linguagem; o Funarte Plural, com grupos da cena independente e contemporânea; o Funarte de Ritmos, que exibe a grande variedade rítmica brasileira; e o Funarte para Crianças, que incentiva a criação direcionada ao público infantil, para formar novos públicos.

SERVIÇO:.
Silvério Pontes e Antônio Guerra - Duo Coração Brasileiro
Data: 02 de dezembro
Horário: 19h
Ingressos: R$ 10, com meia entrada a R$ 5
Local: Funarte MG – Rua Januária, 68, Centro, Belo Horizonte. 
Telefone: (31) 3213.3084. 


24 de novembro de 2017

1º Encontro Samba, Choro e Cachaça acontece amanhã com entrada franca.


Deliciosas harmonizações chegam à quarta edição do Feito em Casa Centerminas ao som do chorinho e do samba de roda. No dia 25 de novembro o Power Shopping Centerminas receberá além das tradicionais cervejas artesanais e dos diversos sabores, um grande encontro, o Festival da Cachaça mineira e shows dos famosos grupos de chorinho Assanhados do Choro, de samba BH Samba Clube e Escola Ponto de Aumento. Terá também espaço Kids. É diversão garantida para toda a família. Entrada franca.

SERVIÇO
1º Encontro Samba, Choro e Cachaça: Shows com Assanhados do Choro, BH Samba Clube e Escola Ponto de Aumento.
Data: 25 de novembro 2017
Horário: 11 às 19 horas
Local: Power Shopping Centerminas - Av. Pastor Anselmo Silvestre, 1495 - Bairro União - BH

Sábado com Roda de Choro na Savassi.


Neste sábado, 25, a partir das 17 horas, o quarteto formado por Du Macedo, Sílvio Carlos, Analu Braga e Marcos Ruffato comandam a Roda de Choro no Address Savassi Mall. O espaço fica localizado à rua Alagoas, à Rua lagoas 601 - Savassi. Maiores informações: (31) 2112-1111. Programe-se.

23 de novembro de 2017

Roda de Choro e Samba comemoram o mês da consciência negra.


No mês em que a Consciência Negra é celebrada, Alaécio Martins e Juventino Dias promovem uma roda de Choro e Samba para sonorizar esta data tão importante. Dia 25, sábado, o Diginane Hiorranna Ateliê se prepara para ver desfilar as composições de grandes nomes como Chiquinha Gonzaga, Pinxinguinha, Anacleto, Astor Silva, Raul de Barros, Jovelina Perola Negra, Clementina de Jesus, Dona Ivone Lara e Leci Brandão na  linda voz de Andrezza Duarte.

SERVIÇO
Roda de Choro e Samba com Juventino Dias e Alaécio Martins
Data: 14 de outubro 2017 (sábado)
Horário: 16 horas
Local: Diginane Hiorranna Ateliê - Rua Leopoldina, 626 - Santo Antônio, Belo Horizonte
Couvert: R$10,00
Informações: (31) 99292-0340 contato@diginanehiorrannablog.com.br

21 de novembro de 2017

Conservatório UFMG abre inscrições para seleção de projetos que comporão a série Palco Livre no primeiro semestre de 2018.


O Conservatório UFMG realiza chamada para a seleção de músicos e grupos musicais que tenham interesse em participar de sua programação cultural durante o primeiro semestre de 2018.
As inscrições poderão ser feitas até o dia 31 de janeiro de 2018, mediante preenchimento e envio do formulário-proposta disponibilizado na página do Conservatório UFMG. Os projetos selecionados irão compor a programação da série Palco Livre no primeiro semestre de 2018.
As propostas serão avaliadas por comissão julgadora interna e o resultado estará disponível para consulta no site do Conservatório UFMG a partir do dia 06 de fevereiro de 2018.
As apresentações serão gratuitas ao público e os dias oferecidos são as quintas-feiras, às 19h30, de março a junho de 2018.

Informações completas no site do Conservatório UFMG: https://goo.gl/DyV7u1

Roda de Choro na Mercearia Maria Flor esquenta a noite de terça


Hoje acontece mais uma roda de Choro na Mercearia Maria Flor. Logo mais, às 19 horas, o associado Silvio Carlos se une à Dani Machado, Marcos Ruffato, Du Macedo e Guizé Medeiros para garantir o melhor e mais quente  chorinho de Santa Tereza. Programe-se.

SERVIÇO
Roda de Choro na mercearia Maria Flor
Data: 21 de novembro 2017
Horário: 19 horas
Local: Rua Dores do Indaiá, 114 - Bairro Santa Tereza - BH

15 de novembro de 2017

Choro Nosso nesta quinta.


A roda "Choro Nosso" acontece novamente nesta quinta (16) e com um time de primeira. Marcela Nunes na flauta, Renato Muringa no bandolim, Camargo no pandeiro e Silvio Carlos no violão fazem o convite e oferecem um repertório mais que especial. Não perca.

SERVIÇO

Roda de Choro - Choro Nosso
Data: 16/11 (quinta)
Horário: 19 horas
Local: O Muringueiro - Rua Juacema, 416 - Bairro da Graça - Belo Horizonte
Informações e reservas:(31) 99319-5525

14 de novembro de 2017

Hoje tem Choro bem temperado na Mercearia Maria Flor.


A Roda de Choro na Mercearia Maria Flor acontece logo mais a partir das 19 horas. Hoje, além do grupo tradicional formado por Silvio Carlos, Raissa Anastásia, Marcos Ruffato e Dani Machado, a roda ganha um tempero à mais com o convidado Rafael Pimenta. Não perca.

SERVIÇO
Roda de Choro na Mercearia Maria Flor
Data: 14 de novembro 2017
Horário: 19 horas
Local: Rua Dores do Indaiá, 114 - Bairro Santa Tereza - BH

13 de novembro de 2017

Botequim Sapucai proclama o chorinho neste feriado.


Nesta quarta (15), feriado da Proclamação da República, o Botequim Sapucaí promove uma tarde com o melhor do chorinho e proclama a alegria dos chorões. A roda começa às 13 horas e oferece ainda muitas opções de comidinhas e drinks. Programe-se.

SERVIÇO
Choro na Sapucaí
Data: 15 de novembro - quarta
Horário: 13 horas
Local: Rua Sapucaí, 523 - Floresta 
Informações: (31) 2516-8801

10 de novembro de 2017

Duo Treze Cordas inaugura a série de homenagens aos 90 anos de Paulinho Nogueira.

Os associados Carlos Walter e Sílvio Carlos, que juntos formam o Duo 13 Cordas, inauguram a série de homenagens que o Acervo Digital do Violão Brasileiro, promove aos 90 anos de nascimento do fabuloso Paulinho Nogueira (1927-2003).
Neste vídeo, a dupla interpreta, com a sempre impecável execução do instrumento, a peça Bachianinha N. 1,   um choro antológico de Paulinho Nogueira e nos fala sobre a importância da obra do grande homenageado e as influências que ela traz para a música brasileira.
Gravado em duas locações, as cenas deste vídeo foram registradas no MIS Cine Santa Tereza e na "Discoteca Pública" do empreendedor cultural Edu Pampani, em Belo Horizonte. O vídeo conta com apoio cultural do Estúdio Muzak e da NIG Music. e tradução de Romina Harrison . 




9 de novembro de 2017

Com a "Roda do Padreco" jovens chorões mantêm a tradição do Chorinho no bairro Padre Eustáquio.

"Roda do Padreco" - Jovens instrumentistas mantendo a tradição do Chorinho no bairro Padre Eustáquio

Belo Horizonte continua como um grande reduto do Choro e a cada momento novas rodas surgem ou ressurgem pela cidade. O bairro Padre Eustáquio, localizado na região noroeste, tem longa história  com o chorinho da capital. Foi exatamente lá que  há 11 anos, nas tradicionais rodas do Bar do Bolão surgiu o Clube do Choro de BH. E o bairro permanece atraindo antigos e jovens chorões. Há 3 anos, alunos da Escola de Música da UEMG se reúnem em bares da região para tocar e manter a tradição. Assim, nasceu a Roda de Choro do Eustáquio que agora ressurge depois de um pequeno hiato.
Além de homenagear o Choro, o objetivo da "Roda do Padreco" é reunir os amigos em torno da música, amigos que se veem pouco durante a semana, mas que têm na roda aberta uma oportunidade de se encontrar, tocar juntos e confraternizar. 
Nesta sexta, 10 de novembro a roda acontece a partir das 19 horas no Taberna, espaço localizado à Rua Ingaí, 651 - Padre Eustáquio. Programe-se.

SERVIÇO
RODA DO PADRECO 
Data: 10 de novembro (sexta)
Horário: 19 horas
Local: Taberna - Rua Ingaí, 651- Bairro Padre Eustáquio
Maiores informações: https://www.facebook.com/rodapadreco/


Samba, Choro e Feijoada em homenagem ao Mestre Cartola.



A Feijoaria promove no próximo domingo, 12 de novembro, uma homenagem memorável ao Mestre Cartola. Um evento para você passar a tarde ouvindo um samba de primeira e um chorinho memorável e ainda aproveitar uma deliciosa feijoada .

SERVIÇO:
Choro e Samba na Feijoaria: Homenagem ao Mestre Cartola
Data: 12 de novembro 2017 - domingo
Horário: programação a partir das 12h. 
Local: Feijoaria - Rua Desembargador Fernando Bhering, 244 - Dona Clara - BH.
Valor: 69,00 por adulto (Crianças entre 5 e 12 anos pagam metade do valor - Crianças menores de 5 anos não pagam)
O que está incluído no valor? além do show, está incluso no valor da entrada o buffet de feijoada servida com pertences separados, guarnições, petiscos, saladas e várias sobremesas. Bebidas e itens a la carte serão cobrados à parte.
RESERVAS : (31) 2526-5253 ou reservas@feijoaria.com.br



Abre a Roda Mulheres no Choro em edição Dalva Botequim.


O Projeto Abre a Roda Mulheres no Choro retorna em mais uma edição que acontece nesta sexta, 10 de novembro, no Dalva Botequim Musical. Buscando valorizar, reconhecer e incentivar a participação de mulheres nas rodas de choro o projeto lança o olhar para as mulheres instrumentistas da capital mineira. A roda estará aberta a partir das 19 horas e convida todos a experimentar este autêntico ritmo brasileiro.

SERVIÇO
Projeto Abre a Roda Mulheres no Choro - Edição Dalva Botequim Musical
Data: 10 de novembro 2017
Horário: 19 horas
Local: Dalava Botequim Musical - Rua Ceará, 1568 - Funcionários
Couvert artístico: R$10,00

8 de novembro de 2017

Clube do Choro de BH e Clube do Choro de Betim juntos no Circuito Mineiro do Choro.

No último sábado, 04 de novembro, o quintal da Casa da Cultura Josephina Bento, em Betim recebeu o "Circuito Mineiro de Choro" unindo no mesmo palco o Clube do Choro de BH e o Clube do Choro de Betim.
Músicos da mais alta competência promoveram um espetáculo com entrada gratuita e que marcou a noite com o melhor da autêntica música brasileira. Um repertório que incluiu clássicos do Chorinho e composições dos instrumentistas presentes. No comando do microfone mais uma vez esteve o radialista Acir Antão, um dos fundadores e atual presidente do Clube de Choro de BH. 

O projeto "Circuito Mineiro do Choro", é viabilizado por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura - Fundo Estadual de Cultura. 

Regional da Serra leva o Chorinho para o Quarta e Vinte do Growers.


O Conjunto Regional da Serra é a atração do Quarta e Vinte do Growers que acontece hoje a partir das 20 horas. 
O Regional da Serra é um conjunto dedicado a execução e propagação de um dos ritmos mais marcantes desse Brasil: o Chorinho, a música popular brasileira em sua origem mais pura. O Conjunto composto por Pedro Alvarez na Flauta, Pablo Dias no Cavaquinho, Daniel Toledo no violão de 7 cordas e Daniel Nogueira no pandeiro atua a 4 anos na cena musical de Belo Horizonte e até mesmo em outras cidades a fora por Minas Gerais. Passam em seu repertório: Ernesto Nazareth e Pixinguinha até Jacob do Bandolim, Altamiro Carrilho dentre grandes outros artistas que marcaram esse Brasil com o choro. Programe-se

SERVIÇO
Quarta e Vinte do Growers apresenta: Conjunto Regional da Serra.
Data: 8 de novembro
Horário: 20 horas
Local: Growers Espaço de Cultura - Rua Vitório Marçola, 43 - Anchieta - BH
Entrada Gratuita
Classificação: 18 anos - Necessária apresentação de documento de identidade válido e original na portaria. Proibida a entrada de mochilas e bebidas no evento.

7 de novembro de 2017

Terça do Chorinho acontece logo mais com o conjunto Isto é Nosso.


Hoje é terça e, como acontece semanalmente, é dia de Chorinho com o "Isto é Nosso".  Formado por Thiago Balbino (bandolim), Gustavo Monteiro (violão de 7 cordas), Artur Pádua (violão), Daniel Nogueira (cavaquinho) e Ronaldo Pereira (pandeiro), o grupo apresenta um repertório com o melhor do chorinho, propondo um modo regional muito especial de tocar este autêntico gênero musical brasileiro. Programe-se.

SERVIÇO
Roda de Choro com o Conjunto "Isto é Nosso"
Datas: 07 de novembro (terça-feira)
Horário: 19 horas
Local: Do Chef Espetos São Bento
Endreço: Av. Cônsul Antônio Cadar, 122 - Lj 1 - São Bento -Belo Horizonte
Informações: (31)8496-1060

EXCELENTE PROGRAMAÇÃO COM CHORINHO ANALÓGICO.


O sinal analógico de TV deixa de operar amanhã em BH e região metropolitana, mas antes disso, nesta terça, a roda de choro da Mercearia Maria Flor convida para a melhor programação analógica e ao vivo com um repertório de sucessos do autêntico chorinho brasileiro. Fique ligado e sintoniza a partir das 19 horas com Dani Machado, Du Macedo, Marcos Ruffato, Raíssa Anastásia e Sílvio Carlos.

SERVIÇO
Roda de Choro na Mercearia Maria Flor
Data: 7 de novebro 2017
Horário: 19 horas
Local: Rua Dores do Indaiá, 114 - Bairro Santa Tereza - BH

BH se torna a capital nacional do violão sediando a 9ª Edição do FIV.


Ao reunir grandes mestres e admiradores do instrumento, em encontros inusitados, shows, concertos, oficinas e master classes, Belo Horizonte se tornará a capital nacional do violão nos dias 10 e 11 de novembro, quando acontece a  9° edição do FIV - Festival Internacional do Violão. As atividades didáticas acontecerão no Conservatório da UFMG (Av. Afonso Pena, 1534 -Centro) e os concertos no Teatro Bradesco- Centro Cultural Minas Tênis Clube (Rua da Bahia, 2244 - Lourdes).

Idealizado e coordenado pelos violonistas Alieksey Vianna, Fernando Araújo e Juarez Moreira, o FIV reúne, desde 2005, alguns dos melhores violonistas da atualidade - de jovens virtuoses a verdadeiros ícones da música brasileira e do violão mundial. Mais de 100 nomes do violão nacional e internacional já passaram pelo FIV e neste ano a programação inclui master class com Goran Krivokapic, Fernando Araújo e Celso Faria, além de oficinas com Marcello Gonçalves, Anat Cohen e André Geraissati. 

A programação completa e outras informações, você confere no site http://www.festivaldeviolao.com.br/

4 de novembro de 2017

Abre a Roda Mulheres no Choro em mais uma edição neste domingo.


O Abre a Roda Mulheres no Choro está de volta em mais uma edição que acontece neste domingo, 5 de novembro, no Bar Brasil 41. A roda começa às 15 horas e segue recebendo as instrumentistas mais talentosas da cidade e um repertório com o melhor do chorinho. Programe-se.

SERVIÇO
Abre a Roda Mulheres no Choro Edição Bar Brasil 41
Data: 5 de novembro
Horário: 15 horas
Local: Bar Brasil 41 - Av. Brasil, 41 - Santa Efigênia
Couvert: R$8,00

1 de novembro de 2017

Clube do Choro de BH prossegue com o projeto "Circuito Mineiro do Choro" e se apresenta em Nova Lima.


O Clube do Choro de Belo Horizonte prossegue com o projeto "Circuito Mineiro do Choro" e promove mais um show que acontece nesta sexta feira, 3 de novembro. A apresentação acontece em Nova Lima, na Praça Bernardino de Lima, a partir das 18 horas, como parte da programação do projeto "Sexta na Feira".
O show terá apresentação e participação do radialista e presidente do clube, Acir Antão que estará acompanhado por um grupo formado por instrumentistas associados. Além do melhor chorinho, o público ainda poderá aproveitar para experimentar os sabores da culinária local e apreciar o artesanato produzido por artistas da cidade. A programação tem entrada franca.

SERVIÇO
Fundo Estadual de Cultura e Clube do Choro de BH apresentam: "Circuito Mineiro do Choro"
Data: 3 de novembro - sexta feira
Horário: 18 horas
Local: Praça Bernardino de Lima - Nova Lima - MG
Entrada: franca

FERIADO COM CHORO NOSSO.


O "Choro Nosso" acontece nesta quinta, reunindo grandes instrumentistas no "O Muringueiro". Marcela Nunes na flauta, Renato Muringa no bandolim, Camargos no pandeiro e Sílvio Carlos no violão promovem a roda  e prometem um repertório de primeira. Programe-se.

SERVIÇO
Roda de Choro - Choro Nosso
Data: 02/11 (quinta)
Horário: 19 horas
Local: O Muringueiro - Rua Juacema, 416 - Bairro da Graça - Belo Horizonte
Informações e reservas:(31) 99319-5525

27 de outubro de 2017

CLUBE DO CHORO SE APRESENTA HOJE NO CONSERVATÓRIO UFMG

O Show faz parte dos Concertos de Primavera OAP e acontece sob comando do comunicador Acir Antão.



"A SIMBIOSE ENTRE O SAMBA E O CHORO" é o espetáculo com entrada franca que o CLUBE DO CHORO DE BELO HORIZONTE apresenta hoje, sob o comando do comunicador e presidente do Clube, ACIR ANTÃO. O show que começa às 19h30, no Conservatório UFMG, é parte do programa "CONCERTOS DA PRIMAVERA, uma promoção da OAP/UFMG - Organização dos Aposentados da UFMG.

SERVIÇO:
Concerto de Primavera 2017 OAP/UFMG: "A SIMBIOSE DO CHORO COM O SAMBA” com Acir Antão e Banda.
Data: 27 de outubro de 2017
Horário: 19h30
Local: Conservatório UFMG – Av. Afonso Pena, 1534 – Centro BH/MG
Entrada: A entrada é gratuita e aberta ao público em geral, mas é preciso reservar o lugar pelo telefone 3409-4505.
A apresentação faz parte da programação CONCERTOS DA PRIMAVERA, que tem supervisão da professora e maestrina Marilene Gangana.