"NELSON, O ETERNO BOÊMIO" - SHOW COM ACIR ANTÃO E CLUBE DO CHORO DE BH - 13 DE MARÇO - TEATRO DO MINAS TENIS CLUBE - INGRESSOS À VENDA: BILHETERIA DO TEATRO E SITE EVENTIM.

23 de outubro de 2015

Seminário de Violão de Ponte Nova com participação de associados do Clube do Choro de BH.


Os violonistas associados ao Clube do Choro de BH, Carlos Walter e Silvio Carlos  realizam recital neste fim de semana, durante o 2º Seminário de Violão de Ponte Nova, no interior de Minas Gerais. Realizado pela Escola de Música Percepção Musical, o evento ocorre sempre às 19 horas na seda da escola (Rua Marechal Deodoro, 79, no bairro Palmeiras). 

Gilvan de Oliveira- Foto: divulgação
O evento teve abertura ontem (22), com a oficina do violonista e compositor Gilvan de Oliveira . Além da oficina, Gilvan faz show hoje, acompanhado do parceiro e percussionista Serginho Silva. O repertório abrange temas autorias, como Samba do Neném, Saudades do Led Zep, Renascimento, Agente 00Silva e Astor (Homenagem a Astor Piazzolla).
Gilvan também apresenta arranjos de clássicos do cancioneiro brasileiro e internacional, a exemplo de Asa Branca (Luiz Gonzaga e Humberto Teixeira), O Trenzinho Caipira (Villa-Lobos), Eleanor Ribgy (Lennon/McCartney), Lamento Sertanejo (Dominguinhos/Gilberto Gil), Para Lennon e McCartney (Lô Borges/Márcio Borges e Fernando Brant), Berimbau (Baden Powell/Vinícius) e Arrastão (Edu Lobo/Vinícius).


Carlos Walter - Foto: Divulgação
A programação de amanhã, sábado (24) começa com o recital solo de Carlos Walter, que lançará o CD Calendário do Afeto, composto de uma suíte de nove peças, que serão apresentada no show. As músicas Uh!... Beraba, Sinos e Afins e Acrobata, que fazem parte a suíte, podem ser ouvidas na Discografia do Acervo, clicando aqui.
Sílvio Carlos - Foto: Divulgação
Em seguida, Carlos convida ao palco o violonista Silvio Carlos, herdeiro do estilo de Dino Sete Cordas e integrante do regional Flor de Abacate. O duo vai fazer um panorama da nossa história musical interpretando alguns cânones, como João Pernambuco (Brasileirinho e Interrogando), Garoto (Jorge da Fusa), Tom Jobim (Garoto), Pixinguinha (Já Te Digo) e Tantos Anos Sem Ele, de Silvio Carlos.
Elodie Bouny - Foto: divulgação
No último show do festival, a violonista Elodie Bouny que também compõe o elenco, vai intercalar peças de sua autoria, como Abraços dos Sul, Duas Almas, Conversa das Flores e La Desconfiada, com os clássicos Gotas de Ouro (Ernesto Nazareth), em arranjo da própria Elodie, Mazurka Apassionata (Agustin Barrios) e Saudade (Radamés Gnattali), além das peças contemporâneas La Antuquera(Juan Falu), Adentro (Yamandu Costa / Guto Wirtti) e Remembrance (Sérgio Assad). No encerramento, Elodie chama novamente Carlos Walter e Silvio Carlos para formarem um trio e tocarem dois temas de Juarez Moreira: Valsa Para Maria e Baião Barroco.

De acordo como idealizador e produtor do seminário, o professor e violonista Wesley Costa Melo, o violão sempre esteve presente de forma muito caracterísitca em Ponte Nova, com ótimos violonistas, como o cantor João Bosco, que tem um dos estilos mais originais de violão na MPB. “A proposta do seminário é tentar resgatar e contar um pouco mais a história desse inistrumento. A escola Percepção Musical está completando 10 anos este ano. E vamos manter o seminário como um evento anual”, promete.