25 de agosto de 2014

Chorinho na Virada Cultural 2014. Confira a programação.



Vinte e quatro horas, ininterruptas, de programação artística e cultural nas diversas áreas: música, teatro, dança, circo, audiovisual, literatura, artes plásticas, moda, gastronomia. Esta é a proposta da Virada Cultural de Belo Horizonte, um circuito que irá reunir o melhor dos artistas de Belo Horizonte a partir das 19h00 do dia 30 até às 19h00 do dia 31 de agosto de 2014.
Em sua segunda edição, a Virada traz à tona conceitos discutidos e apropriados pela cidade, como o uso do espaço público, sustentabilidade, mobilidade e novas vivências. Ações descentralizadas irão ocorrer em várias regiões da cidade, nos 15 centros culturais e demais equipamentos da Fundação Municipal de Cultura.
A programação contempla artistas selecionados, artistas convidados, projetos aprovados da Lei Municipal de Incentivo à Cultura. As apresentações oficiais serão gratuitas e realizadas em vários palcos pela cidade, além da programação associada em teatros, museus, centros culturais e outros espaços. Seguindo a proposta da Lei 10.446/2012, que cria a Virada Cultural, e associada a uma diretriz da política de atuação da Fundação Municipal de Cultura e do Conselho Municipal de Cultura, a Virada Cultural de Belo Horizonte valoriza os artistas locais e sua pluralidade de expressões e gêneros artísticos. Dentre eles, o gênero Choro que estará presente com shows da melhor qualidade.

Confira abaixo a programação que o blog do Clube do Choro de BH selecionou para você.

Quinto do Choro - Choro em Contextos
O espetáculo Choro em Contextos consiste na apresentação de composições de choro que datam desde a segunda metade do século XIX até composições mais recente e autorais. Durante a apresentação, o grupo faz explanações sobre o contexto da época das composições e seus compositores, situando o choro na transformação sócio-político-cultural do Brasil.

Acir Antão e Grupo Sarau Brasileiro.

Acir Antão e o Sarau Brasileiro é um show com destaque para o samba e o choro, com canções que remontam à década de 30, de Noel Rosa à compositores da atualidade como Zeca Pagodinho. O choro com destaque para Pixinguinha, Jacob do Bandolin e também Geraldinho Alvarenga e Paulinho Pedra Azul.


Grupo Naquele Tempo

Criado na década de 70, o Grupo Naquele Tempo foi um dos primeiros grupos de choro de expressão surgidos em Belo Horizonte. Influenciado pelo reconhecimento e sucesso de músicos como Jacob do Bandolim, Waldir Azevedo, do mineiro Abel Ferreira e principalmente do grande mestre Pixinguinha.

Programe-se e não perca o melhor do Choro na Virada Cultural 2014.