14 de janeiro de 2015

2015 JÁ ESTÁ NO AR. COMECE O ANO RENOVANDO O REPERTÓRIO.

2015 já está no ar e desejamos que ele permaneça afinadíssimo. Pensando assim, o blog do Clube do Choro publica hoje uma lista de links que irão lhe redirecionar para vários acervos digitais. Aproveite as férias e comece o ano renovando e ampliando seu repertório. Confira abaixo.



Idealizado pelos pianistas e pesquisadores Alexandre Dias e Wandrei Braga o site do Acervo Digital Chiquinha Gonzaga dá acesso à obra da compositora para piano solo, canto e piano e outras formações. Chiquinha está entre os compositores mais prolíficos de seu tempo, porém sua obra ainda é em grande parte desconhecida tanto do público quanto dos músicos. 

Durante mais de três anos, os pianistas e pesquisadores Alexandre Dias e Wandrei Braga garimparam partituras em diversas fontes, incluindo acervos de bibliotecas, pesquisadores, colecionadores e, em 2010 em parceria com o Instituto Moreira Salles, completaram as estimativas, um salto considerável, de aproximadamente 12 músicas que estavam disponíveis comercialmente, para mais de 300 partituras de Chiquinha Gonzaga, que estarão disponíveis gratuitamente.


No site do IMMUB (Instituto Memória Musical Brasileira) você encontra um dos maiores arquivos online de informações, sons e imagens da discografia brasileira, disponível na internet para consultas gratuitas. Com mais de 80 mil discos catalogados, é possível realizar pesquisas cruzando o nome do disco, da música, do intérprete, do compositor, o ano de lançamento, o nome da gravadora e o tipo de mídia. Para pesquisar, você pode usar apenas um ou mais campos e ainda pode refinar o resultado. 
Os áudios são disponibilizados para execução no site (não para download) e os áudios estão em baixa qualidade já que o objetivo é auxiliar os pesquisadores a identificarem o fonograma desejado. 
Além da pesquisa discográfica, o Instituto detém um banco de dados com 25 mil partituras da Banda do Corpo de Bombeiros do Estado do Rio de Janeiro. Assim, é possível imprimir gratuitamente milhares de arranjos completos, com notação musical original, incentivando o estudo musical, a perpetuação destas partituras, a formação e incentivo das bandas de música espalhadas pelo Brasil. 


No ano de comemoração dos 150 anos de Ernesto Nazareth, o Instituto Moreira Salles, guardião do acervo do músico, lançou o site Ernesto Nazareth 150 anos. O endereço propõe a ser um alicerce para quem busca saber mais sobre o compositor, que na definição de Heitor Villa-Lobos foi a verdadeira encarnação da alma musical brasileira.
Na página, os pesquisadores e apreciadores da obra do mestre tem acesso à sua obra completa, com ordenamento por título, gênero ou ano. Há também outras sessões incluindo biografia com linha do tempo ilustrada, toda a discografia incluindo ficha técnica e uma especial para discos dedicados. Uma interessante sessão abre espaço para centenas de fotos relacionadas à vida e obra de Ernesto Nazareth, oriundas de diferentes acervos. A parte dinâmica fica por conta do blog que traz posts sobre eventos, shows, lançamentos e atualizações do site.


O portal Acervo Digital do Violão Brasileiro, criado e editado por Alessandro Soares e Elcylene Leocádio, nasceu de um desejo de facilitar a vida de violonistas, pesquisadores, historiadores e pessoas que gostam da música para violão e querem estudar e trabalhar com o tema. Ou simplesmente conhecer a história de nossa música. 
O site disponibiliza um conteúdo vasto, incluindo discografias, partituras, acervo fotográfico, vídeos e, entre outras informações preciosas, uma biblioteca onde é possível acessar obras disponíveis para download gratuito. 


No site dedicado ao compositor, trompetista, organista, regente e professor Henrique Alves de Mesquita (1830-1906) você encontrará um catálogo de obras, dezenas de partituras, discografia completa, letras, vídeos, e bibliografia.
Acesse o Acervo Digital Henrique Alves de Mesquita e conheça mais sobre a vida e obra deste artista que teve entre seus alunos ilustres, Joaquim Antônio da Silva Callado e Anacleto de Medeiros. Um talento admirado e homenageado por diversos compositores, como Chiquinha Gonzaga, cujo tango característico "Só no choro" (1889) é dedicado ao maestro Henrique Alves de Mesquita, e Ernesto Nazareth, que o homenageou postumamente com o tango característico "Mesquitinha" (1914).



Dedicado à memória do compositor brasileiro Marcello Tupynambá (Marcelo Tupinambá 1889-1953), o site oferece informações valiosas incluindo catálogo oficial de suas obras com mais de 200 partituras para download, letras de centenas de canções, extensa discografia, vídeos, filmografia, imagens, e listagem bibliográfica.
Acesse: Acervo Digital Marcello Tupynambá.


E para finalizar, registramos o meritoso trabalho realizado pela dupla Sandor Buys e Alexandre Dias. Eles são colaboradores e responsáveis pelo trabalho de pesquisa e organização de grande parte desses sites acima citados e também do Bibliografia da Música Brasileira, dedicado a fornecer uma listagem abrangente da bibliografia da música brasileira de todas as épocas. Este é um trabalho em permanente atualização, que no momento conta com mais de 2000 referências e onde é possível pesquisar por palavra-chave dentro de cada listagem . No site são disponibilizadas para download publicações que estejam em domínio público. 
Sandor Buys é biólogo e mestre em Ecologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e doutor em Zoologia pelo Museu Nacional-UFRJ e também músico, pesquisador em música e colecionador de discos, livros, revistas e partituras da música brasileira. 
Alexandre Dias é pianista e desenvolve intensa pesquisa sobre a música brasileira da transição do século XIX para o início do século XX, tendo participado da concepção e coordenação de vários sites de acervos digitais e referências sobre música.