15 de janeiro de 2020

Conjunto Época de Ouro chega a BH com show que comemora os 100 anos dos Oito Batutas. O projeto tem 4 edições e estreia hoje.

Tem estreia nacional chegando hoje ao palco do CCBB Belo Horizonte. O projeto “Do Palais a Paris – 100 anos dos Oito Batutas” comemora os cem anos de lançamento do primeiro grupo a levar a música popular brasileira para o exterior.
A homenagem fica por conta do Conjunto Época de Ouro, que vai receber convidados ilustres para quatro apresentações hoje (15), 22 e 29 de janeiro e 05 de fevereiro.

O Conjunto Época de Ouro representa o choro genuíno dos tempos em que o rádio era o maior veículo de comunicação no Brasil e a música instrumental brasileira enchia os lares. Fundado em 1964 por Jacob do Bandolim, comemorando 50 anos de história, o Conjunto tem uma carreira sólida construída com diversos espetáculos por todo o país levando às plateias arranjos elaborados interpretados com maestria por componentes exigentes.

Inicialmente o conjunto acompanhava Jacob do Bandolim que em alguns anos já se integrou aos demais, mantendo somente a denominação atual. Jacob era muito criterioso e exigente nos ensaios, não somente no que se refere à técnica mas também quanto a disciplina e profissionalismo. Apresentando-se sempre de terno e gravata, muito polidos e elegantes, os componentes, à época da fundação tinha muito orgulho de pertencerem ao mesmo conjunto do ícone do bandolim.

Conjunto Época de Ouro. Em BH, Luiz Barcelos estará substituindo 
Ronaldo do Bandolim. Foto: Divulgação.
O instrumento símbolo do Conjunto Época de Ouro parou de tocar em 13 de agosto de 1969 quando Jacob do Bandolim deixava órfão não só o Época de Ouro mas toda uma classe de músicos, adoradores e amigos. Com seu falecimento muitos compromissos foram adiados e neste tempo o Conjunto atravessou um luto de três anos sem apresentações e aparições.

Porém, por iniciativa de Paulinho da Viola, o Conjunto retomou suas atividades em 1973, em grande estilo, no famoso espetáculo SARAU que lotou, por vários dias o Teatro da Lagoa, dando origem, inclusive ao Clube do Choro - idealizado por Paulinho da Viola e o crítico Sérgio Cabral num movimento, em todo o país em busca de dar maior amplitude a este gênero musical..

Durante as 5 décadas comemoradas este ano, o Conjunto, juntamente com Jacob do Bandolim de cuja discografia não há como desvincular, gravou mais de 40 discos, entre eles os premiados “Vibrações” e "Época de Ouro interpreta Pixinguinha e Benedito Lacerda", considerados Melhor Disco Instrumental do Ano de 1967 e 1977 respectivamente.

Em outro grande momento, já na década de 90, após ser convidado a representar a música brasileira na Feira do Livro de Frankfurt, Alemanha, o Conjunto foi convidado por Marisa Monte, Elba Ramalho, Ivan Lins e Paulinho da Viola para participar das gravações dos seus CDs. Devido ao grande sucesso e repercussão das parcerias, retribuindo os convites, o Época lançou o aclamado por público e crítica Café Brasil, com a participação dos referidos artistas, além de João Bosco, Martinho da Vila e Leila Pinheiro, que vendeu mais de 100 mil cópias, sendo 25 mil delas só no Japão onde o choro é um gênero muito apreciado e valorizado. Algum tempo depois surgiu a oportunidade de lançar o Café Brasil 2, com as participações de Beth Carvalho, Zeca Pagodinho, Ney Mato Grosso, Ivan Lins, Mosca, Arlindo Cruz e Sombrinha, Elba Ramalho, Nó em Pingo D Água e Lobão, cujo sucesso rendeu além de milhares de cópias, um convite muito especial: uma turnê por várias cidades japonesas culminando na gravação do último CD do Conjunto - porém não lançado no Brasil.

Atualmente, o Conjunto Época de Ouro tem um programa semanal, transmitido ao vivo pela Rádio Nacional Rio e pelo portal na internet [www.ebc.com.br] com a participação fiel da plateia que comparece a Sala FUNARTE no Rio de Janeiro, voltando no tempo, à época de ouro do rádio. 
Confira a programação em Belo Horizonte.

SERVIÇO
15/01, 20h - Época de Ouro convida Dudu Nobre
22/01, 20h - Época de Ouro convida Lucas Brito
29/01, 20h - Época de Ouro convida Nailor Proveta
05/02, 20h - Época de Ouro convida Fabiana Cozza
Datas: 15, 22 e 29 janeiro e 5 de fevereiro 2020
Horário: 20 horas
Local: CCBB - Centro Cultural Banco do Brasil (Praça da Liberdade, 450 - Bairro Funcionários - BH)
Ingressos: R$30,00 (inteira) e R$15,00 (meia). Adquira já o seu: https://bit.ly/37RZw6r