13 de março de 2018

Mais uma edição do Choro Amoroso acontece hoje.

A regra é não ter regra!
Foi com esta ideia na cabeça que o internacionalmente reconhecido percussionista mineiro Túlio Araújo começou a juntar um grupo de Choro peculiarmente diferente. 
Túlio, que não esconde sua base musical vinda do Baião de Luiz Gonzaga e do Rojão de Jackson do Pandeiro, teve seu real contato com o Choro em 2015, quando morando na Califórnia precisou realmente aprender as artimanhas do estilo para pagar suas contas. Desde então, vem percebendo algo comum em todas as rodas: o Pandeiro, mesmo sendo um dos instrumentos imprescindível para que elas aconteçam, é também o instrumento menos explorado. Foi assim que teve a idéia de juntar, num septeto, cabeças musicais pensantes de diferentes vertentes, unindo-se para criar uma nova roupagem do Choro, absorvendo influências como o Jazz, o Baião, o Soul, o Blues e a música Afro-Brasileira.
Nasce assim o #ChoroAmoroso!

Formado por Túlio Araújo no Pandeiro, Lucas Telles no Violão e Guitarra,Julian Tarragô no Acordeon, Pablo Dias no Cavaco, Bruno Teixeira na Flauta, Tiago Ramos no Sax e Pablo Malta no Bandolim e Ukulelê, o grupo traz composições próprias de todos os integrantes, além de inteligentes releituras de mestres como Pixinguinha, Jacob do Bandolim, Altamiro Carrilho, Dominguinhos, Eduardo Neves, Rodrigo Lessa, John Coltrane, Villa Lobos, Tom Jobim, Milton Nascimento e Djavan, entre muitos outros.

Cada apresentação é um show diferente. A improvisação e criatividade são as diretivas desse encontro cheio de alegria, amizade e muita musicalidade.