24 de maio de 2017

Relançamento do CD “Waldir Silva em Letra & Música” acontece no próximo domingo, dia em que o grande compositor faria 86 anos.


Falecido há quatro anos, o músico mineiro Waldir Silva, natural de Bom Despacho e conhecido como o “Cavaquinho de Ouro”, completaria 86 anos no dia 28 de maio, domingo. É nessa data que será relançado o disco “Waldir Silva em Letra & Música”, a partir das 14h, na “Asa de Papel Café & Arte”, espaço cultural localizado na rua Piauí, 631, Santa Efigênia. O CD será vendido a R$20,00, por meio de cartão ou dinheiro, e a entrada ao local é gratuita. 

O álbum traz algo peculiar na discografia do instrumentista, por ser o único cantado. Raphael Vidigal, que produziu e foi responsável por colocar letras (ao lado de André Figueiredo) nas músicas instrumentais de Waldir Silva, é quem irá autografar o disco, além de contar sobre todo o processo e revelar curiosidades, como a parceria com Zé Ramalho (na música “Paraibeiro”) e a canção criada por Waldir para ser tema do projeto “Minas ao Luar” (de mesmo nome, interpretada por Carla Villar). Cátia Magalhães, filha e herdeira do músico, que deu todo o apoio para essa empreitada, também estará presente. 

O primeiro lançamento do álbum aconteceu em dezembro passado, na famosa casa de choro “Pedacinhos do Céu”, evento que teve a presença das intérpretes Lucinha Bosco, Lígia Jacques, Luana Aires, Mauro Zockratto, além de conjunto comandado pelo cavaquinista Zé Carlos, todos eles presentes no disco, que apresenta 12 cantores, num misto de nomes da nova geração, como Natália Sandim, Violeta Lara e Giselle Couto, com outros que conviveram com o homenageado, casos de Acir Antão, Pereira da Viola, Ana Cristina e Ladston Nascimento. Há também as participações especiais de Célio Balona, Jairo de Lara, Hélio Pereira, Zito do Pandeiro, Dado Prates, Tiago Ramos e o último registro em disco do chorão Mozart Secundino (na referida “Minas ao Luar”), que faleceu aos 92 anos em 2015, poucos meses depois da gravação do CD. 

A direção musical é de Geraldo Vianna, os arranjos são de Lucas Telles, a banda base é formada pela “Toca de Tatu” e o músico convidado Bruno Vellozo. O álbum foi todo gravado no histórico estúdio BEMOL, com mixagem e masterização de Ricardo Cheib. Produzido com recursos da Lei Municipal de Incentivo à Cultura, o disco pode também ser encontrado nas plataformas digitais como YouTube, iTunes, Spotify, GooglePlay, SoundCloud, Deezer, e outros.

Serviço: 
Relançamento do CD “Waldir Silva em Letra & Música”
Com o produtor do disco e autor das letras Raphael Vidigal
Quando: 28/05, domingo
Local: Asa de Papel Café & Arte (rua Piauí, 631, Santa Efigênia)
Horário: A partir das 14h
Entrada gratuita. O disco será vendido a R$20,00.
Pagamento em dinheiro ou cartão.