18 de abril de 2017

O Choro Cantado, na voz de Lígia Jacques, é a atração nesta terça do Minas ao Luar Especial Semana Nacional do Choro.

Lígia Jacques - Foto: Raira Moraes.
A cantora Lígia Jacques é a atração desta terça-feira (18) do Minas ao Luar Especial Semana Nacional do Choro.  Com participação especial do Trombonista Marcos Flávio Aguiar, representando nesta noite o instrumento destaque desta edição, o  show acontecerá no Restaurante Maria das Tranças, a partir das 19:30, sem cobrança de couvert artístico. 

Neste show, Lígia interpretará clássicos do Choro, alguns gravados pela cantora no seu segundo CD “Choro Cantado”, como Odeon (Ernesto Nazareth com letra de Vinicius de Moraes), Pedacinhos do Céu (Waldir Azevedo com letra de Miguel Lima), Tico tico no fubá (Zequinha de Abreu e Eurico Barreiros), além de Falando de Amor (Tom Jobim), gravado por Lígia no primeiro CD “Choro Barroco”, entre outros.
Acompanhando Lígia, estarão grandes chorões de Belo Horizonte: Sílvio Carlos (violão de 7 cordas e coordenação artística), Carlos Walter (violão de 6), Cícero do Acordeon (acordeon) , Hélio Pereira (bandolim) e Camargo (pandeiro). 

Natural de Belo Horizonte, Lígia Jacques estudou canto e técnica vocal na Fundação de Educação Artística de Belo Horizonte. 
Desde que apareceu no cenário musical, em fins da década de 70, se dedica a interpretar compositores já consagrados como Tom Jobim, Chico Buarque, Dori Caymmi, Pixinguinha, dentre outros, e também compositores mineiros como Rogério Leonel, Juarez Moreira, Ricardo Faria e Toninho Camargos. 
Participou de mais de 40 trabalhos de outros artistas, entre CDs e DVDs, entre eles: Marcus Viana, Ladston do Nascimento, Rubinho do Vale, Titi Walter e Célio Balona. Destaca-se também sua participação no CD “Waldir Silva em Letra & Música”, homenagem ao grande cavaquinista, lançado em dezembro de 2016. Neste CD, os choros do compositor ganharam letras de Raphael Vidigal e André Figueiredo. Além de realizar incontáveis shows como solista, participou de concertos e shows de músicos de renome como Clara Sverner, Guinga e Francis Hime. 
Atuou como preparadora vocal e integrante do elenco da Missa dos Quilombos, montagem musical-teatral da Companhia Ensaio Aberto, do Rio de Janeiro, com direção musical de Túlio Mourão.
Em 2001 lançou seu primeiro CD solo, Choro Barroco que recebeu 3 indicações para o Prêmio Caras de Música, nas categorias Melhor CD, Melhor Cantora de MPB e Melhor Projeto Gráfico. 
No seu segundo CD, Choro Cantado, lançado em 2010 ela prestou uma homenagem à Rainha do Choro, Ademilde Fonseca resgatando e interpretando choros que se destacam também pelas letras. 
Lígia Jacques é  Conselheira do Clube do Choro de Belo Horizonte.

SERVIÇO
Semana Nacional do Choro 2017
Atração: Clube do Choro de Belo Horizonte convida a cantora Lígia Jacques e o trombonista Marcos Flávio Aguiar.
Data: 18 de abril 2017 (terça)
Horário: 19h30
Local: Restaurante Maria das Tranças (Rua Professor Moraes, 158 - Funcionários)
Sem cobrança de couvert