21 de abril de 2016

Clube do Choro de BH dá início às comemorações dos seus 10 anos com animado evento para sócios e convidados.

Roda de Choro : músicos associados revesaram no palco durante todo o evento.

Marcos Flávio Aguiar
A agenda de comemorações dos 10 anos do Clube do Choro de BH foi aberta no último domingo, 17 de abril, com uma animada confraternização no Restaurante Feijoaria. No cardápio, a elogiada feijoada da casa e, no palco, a tradicional roda de Choro que ficou a cargo dos músicos associados e vários convidados. Entre eles, integrantes do Clube do Choro de Paris e da Casa do Choro de Toulouse.
Com um público de 140 pessoas, entre sócios do Clube e seus acompanhantes, convidados da Fundação Municipal de Cultura, delegação de músicos europeus e patrocinadores, a festa sinalizou o quanto animada será a temporada comemorativa que se extenderá até o mês de maio.

                 

                                                                                                                                          
Placas comemorativas : 10 Anos do Clube d Choro de BH
HOMENAGENS - Na ocasião, os sócios fundadores foram homeageados e os que estavam presentes, subiram ao palco para já receber uma placa comemorativa entregue pelo atual Presidente, Acir Antão. Este, por sua vez, a recebeu das mãos do também homenageado, Sr. Jonas Cruz que, atuando como presidente do Clube durante vários anos, muito contribuiu para a construção da história hoje comemorada. Corbeille de flores foram entregues às esposas dos fundadores ou a uma homenageada escolhida por eles.

Olivier Lob, Mª Inês Guimarães e Acir Antão

VISITANTES - O evento contou com a presença de uma delegação de nove músicos europeus capitaneados pela pianista mineira Maria Inês Guimarães, Presidente do Club du Choro de Paris e pelo Presidente da Casa de Choro de Toulouse, Olivier Lob. 
Os visitantes franceses e alemães participam do "Seminário Eurobrasileiro de Choro - Sessão Minas Gerais" que acontece de 16 a 30 de abril e tem vários músicos associados ao Clube do Choro de BH atuando como professores. Entre eles: os violonistas Lucas Telles, Sílvio Carlos e Carlos Walter e o tromponista, Marcos Flávio. Os visitantes puderam apreciar os pratos típicos da culinária brasileira servidos pelo restaurante, ouvindo a performance dos mestres chorões. Compartilhando o palco com os músicos brasileiros, executaram clássicos do Choro, revelando muito talento e apreço por este gênero que  atravessou oceanos para despertar grandes paixões musicais.


Cobertura Fotográfica: Nilson Cota