19 de março de 2015

ESTREIA DO DOCUMENTÁRIO "SIMPLICIDADE" É NOITE DE FESTA E HOMENAGENS PARA MOZART SECUNDINO DE OLIVEIRA.



No ultimo dia 21 de fevereiro, data em que completou 92 anos, o violonista Mozart Secundino de Oliveira, sócio fundador do Clube do Choro de BH, viu sua vida na telona do cinema.
Mozart Secundino, em dia de estreia
A data foi de estreia do documentário "Simplicidade", que lhe presta homenagem e mostra sua história no Choro, seu imensurável talento e suas boas lições de bem viver. Dirigido por Amanda Gomes e Daniela Meira, o filme retrata o dia a dia de Mozart, que continua, mais que firme, empunhando o seis cordas pelas rodas de choro da capital mineira.
O vasto material do documentário foi registrado durante cinco anos, de forma simples e íntima, por Celso Biamonti e Vinícius Túlio. Ao longo desses anos, a pré-produção, a filmagem e a roteirização foram realizadas com recursos próprios da equipe. A finalização foi viabilizada através de recursos colaborativos. Entre os muitos colaboradores, figura o Clube do Choro de BH,  através de seus associados. Este mês todos os membros já receberam em domicílio, o DVD do documentário e já podem apreciar as lições de simplicidade que "Seu" Mozart tanto tem a nos oferecer. Pois Simplicidade não é apenas o nome do choro de Jacob do Bandolim, favorito por ele. É também um dos traços mais marcantes da personalidade deste homem tão querido.

Mozart Secundino ladeado pelas diretoras e equipe de produção.
O documentário traz entrevistas com Mozart, músicos que ele acompanha, familiares e outros personagens da cena do choro em Belo Horizonte, além de registros do músico em ação, em diferentes espaços de shows da cidade.
As sessões de estreia para convidados e abertas ao público ocorreram nos dias 21 e 22/02, no Cine Sesc Palladium, e contaram com a presença de familiares, amigos e muitos companheiros de música. Entre eles, o Presidente do Clube do Choro de BH, Jonas Cruz que levou um abraço ao protagonista e os cumprimentos à equipe realizadora do documentário, representando toda a diretoria e associados.


Após as sessões realizadas no sábado, como não poderia deixar de ser, a festa continuou com uma roda de Choro no saguão do teatro. Vários companheiros músicos se revesaram em mais uma homenagem sonora e desfrutando da honra de tocar ao lado de Mozart Secundino de Oliveira.

A noite foi assim: com presença de grandes companheiros, o abraço de  parentes...

... e o cumprimento de muitos admiradores. Todos para comemorar uma  merecida homenagem.