2 de abril de 2014

Com o espetáculo "Brasil Chora Waldir", Clube do Choro de BH celebra dia nacional do choro e homenageia nossos Waldirs.


O Clube do Choro de Belo Horizonte, com apoio do BDMG Cultural, da TV Minas e do Jornal Estado de Minas, apresentará o show Brasil Chora Waldir, dia 23 de abril, às 20h30, no Cine Theatro Brasil Vallourec. O evento comemorará o dia nacional do choro, que destaca, nesta edição, dois mestres da MPB, Waldir Azevedo e Waldir Silva. A data, celebrada em todo o país, é uma homenagem ao nascimento de Pixinguinha, figura marcante do cenário musical, em especial do choro.
Músicos associados ao Clube do Choro e convidados interpretarão obras destes cavaquinistas que são referências da música no país. Waldir Azevedo, pioneiro no gênero, revelou as potencialidades do instrumento em suas apresentações e composições, como Brasileirinho e Delicado, divulgando a música popular brasileira pelo país e exterior. 
Companheiro de nome e profissão, Waldir Silva é contemporâneo à trajetória de seu “xará”. Suas apresentações em bailes por todo o Brasil difundiram o seu trabalho e dedicação. A composição Telegrama Musical é uma de suas principais obras dentre os mais de 20 discos lançados.
Além de suas composições, nossos Waldirs deixaram um legado musical que inclui a paixão pela música, especialmente o choro, que será revelado pelos solistas Zé Carlos (cavaquinho), Renato Muringa (cavaquinho), Lucas Ladeia (cavaquinho), Luiz Guilherme (cavaquinho), Ausier Vinícius (cavaquinho), Dudu Braga (cavaquinho), Lígia Jacques (voz), Clélia dos Santos (voz), Ivan Cunha (voz), Babaya (voz) e Paulinho Pedra Azul (voz). 
Para acompanhá-los, os músicos Lucas Telles (violão de 7), Carlos Walter (violão de 6), Hélio Pereira (bandolim), Camargo (pandeiro) e os instrumentistas convidados Mozart (violão de 6) e Zito (pandeiro). Brasil Chora Waldir terá direção musical de Marcela Nunes, arranjos de Geraldinho Alvarenga e direção geral de Túlio Mourão. 
O Clube do Choro de Belo Horizonte foi oficializado em 2006, mas suas reuniões nas mesas do Bar do Bolão, no bairro Padre Eustáquio, datam de 1993. Dentre as suas principais atividades estão o apoio e a divulgação de instrumentistas e intérpretes que se dedicam ao estudo e apresentações de choro. Semanalmente, seus associados e admiradores se encontram em bares e espaços voltados para o gênero musical. 
Atualmente, o clube reúne 70 associados. Muitos de seus integrantes fazem parte de grupos como o Flor de Abacate, Choro de Minas, Duo 13 Cordas, Quem não chora não mama, Toca de Tatu, Turma da velha Guarda, Sarau Brasileiro, Pão de Queijo, BH Choro, Siricotico, Choro Nosso, Boca de Siri e Chorões & Cia e Piolho de Cobra. Porém, para participar do Clube do Choro de Belo Horizonte não é necessário ser músico, apenas gostar da boa música brasileira.

Serviço
Brasil Chora Waldir – Celebração do dia nacional do choro
Data: 23 de abril
Horário 20h30
Local: Cine Theatro Brasil Vallourec (Rua dos Carijós 258, Centro – BH / MG)
Ingressos: R$10 (inteira)